Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Polícia

Polícia Civil apreende 600 pinos de cocaína, 150 pedras de crack, 17 tijolos de maconha e até metralhadora em Taboão

Por Mariana Lemos | 20/12/2017

drogas1

Polícia CivilAlém da expressiva quantidade de drogas a polícia aprendeu uma metralhadora de uso restrito e até uma filmadora 

Policiais civis lotados no 1º Distrito Policial de Taboão estouraram um conhecido ponto de venda de drogas no jardim Panorama prenderam um acusado de tráfico, dois suspeitos, drogas, R$ 209,00 em dinheiro, celulares e até uma metralhadora de uso restrito.

A prisão aconteceu no último dia 15, durante a operação os policiais retiraram das ruas 600 pinos de cocaína, 150 pedras de crack, 17 tijolos de maconha, 82 trouxas de maconha, dois sacos de crack, uma metralhadora da marca INA, calibre 45 e uma filmadora grande com vários registros de imagens que a polícia vai investigar. O acusado vai responder por tráfico e porte ilegal de armas.

Os policiais disseram estar realizando diligências em decorrência da Operação Papai Noel, na chamada favela do Sapé, quando identificaram um imóvel que se diferenciava dos demais e de onde exalava forte odor de substâncias entorpecentes.

Eles relataram que chegaram a notar o barulho de pessoas em fuga pelos fundos do imóvel. Disseram que na entrada do local revistaram dois homens, mas não encontraram nada suspeito com eles. Ambos foram detidos para averiguação. Já um terceiro, que estava dentro do imóvel e já tinha passagem por tráfico de entorpecentes vai voltar a responder pelo mesmo crime.

Os policiais localizaram equipamentos para produção de drogas e anotações. De posse das anotações os policiais civis concluíram que o um homem de nome Lucas era traficante e responsável pelo comércio de drogas no local.

 

 

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.