Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Polícia

GCM de Embu vai ganhar 15 viaturas, 4 motos e tropa de elite da ROMU

Por Sandra Pereira | 12/11/2017

ney900

DivulgaçãoA  carreata que aconteceu o Parque Francisco Rizzo contou com a presença do prefeito Ney Santos, do secretário Léo Novais, do presidente da Câmara Hugo Prado e dos vereadores Jefferson do Caminhão e Índio

A segurança de Embu das Artes vai ganhar o reforço de 15 novas viaturas, sendo 5 Trailblazer,  10 Duster Renault, quatro motos XRE-400, além da implantação da Ronda Ostensiva Municipal (ROMU), espécie de tropa de elite da Guarda Civil Municipal (GCM). A nova aposta da cidade contra a criminalidade será posta nas ruas a partir do dia 21 de novembro. As novas viaturas, a implantação da ROMU e o consequente reforço na segurança pública é uma das primeiras ações anunciadas pela administração do prefeito Ney Santos.

"Hoje é um momento histórico para a segurança da nossa cidade. Fico feliz de poder cumprir esse importante compromisso que fizemos com os moradores de Embu. Tenho certeza de que a soma desses investimentos, com a determinação e o empenho de toda a nossa guarda vai trazer mais segurança e melhorar a sensação de segurança dos moradores", destacou o prefeito.

O efetivo da ROMU e as novas viaturas fizeram uma carreata neste domingo por várias ruas de Embu, saindo do Parque Rizzo. A apresentação contou com a presença do prefeito Ney Santos, do secretário Léo Novais e do presidente da Câmara Hugo Prado, além dos vereadores Jefferson do Caminhão e Índio Silva.

Léo Novais classificou o reforço dos investimentos na GCM como sendo uma conquista ímpar para a cidade. Hugo Prado comemorou o cumprimento da promessa de campanha do prefeito.

Foi a burocracia e a necessidade de treinamento intensivo dos agentes da ROMU que estendeu o prazo de entrega das novas viaturas e implementação da tropa de elite da guarda. A ROMU é yna modalidade de policiamento tático destinada a prevenir e combater a violência, nas ocorrências de maior complexidade e nos locais de com maior índice de criminalidade, especialmente nas imediações de parques, praças e unidades públicas municipais. A tropa especializada também realiza incursões em locais de risco e quando necessário em controle de distúrbio civil.

Os procedimentos operacionais dos grupos da Romu impressionam pela fiel observância dos patrulheiros às regras de segurança policial e da doutrina imposta pelo código de ética do grupamento. Geralmente a guarnição é composta por quatro guardas, cada um com sua função de patrulhamento definida em regimento.

Apesar de ter sido criada para cuidar do patrimônio público municipal a GCM se tornou indispensável à segurança pública nos municípios de toda a região. Atualmente, a guarda do Embu é uma das que possui melhor remuneração entre as cidades da região.

Quando a GCM de Embu nasceu o município amargava os piores índices de violência. Atualmente a valorização da corporação se reflete na quantidade de ocorrências que atende chegando muitas vezes a superar as outras forças de segurança que atuam no município.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.