Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Transporte e Trânsito

Senado vota proposta que pode mudar regras para motoristas de aplicativos

Por Outro autor | 31/10/2017

aplicativo

Divulgação Em meio a protestos de taxistas e motoristas de aplicativos, o plenário do Senado vota hoje ( 31) proposta que pode deixar mais rígidas as regras para serviços de apps de transporte individual

Em meio a protestos de taxistas e motoristas de aplicativos, o plenário do Senado vota hoje (31) proposta que pode deixar mais rígidas as regras para serviços de apps de transporte individual. Aprovado em abril pela Câmara dos Deputados, o texto tramita em regime de urgência e será o primeiro item da pauta do Senado na sessão desta terça-feira (30).

As regras aprovadas  pelos deputados desagradaram os representantes de empresas como Uber, Cabify e 99. Entre outros pontos, o texto prevê vistorias periódicas nos veículos, idade mínima para os condutores, exigência de "ficha limpa" aos motoristas, adesão de placas vermelhas e licença específica para trabalhar.

O projeto é  criticado pelos motoristas de aplicativos, que argumentam que ele "inviabiliza" o trabalho. Os representantes dos taxistas são favoráveis, porque dessa forma acreditam que a concorrência seria mais leal, com regras semelhantes para os dois profissionais. Outro argumento usado pelos taxistas é que, com as novas regras, o transporte ficará mais seguro tanto para passageiros quanto para motoristas.

No Senado, a proposta foi modificada na Comissão de Ciência e Tecnologia (CCT). Um substitutivo ao texto da Câmara, apresentado pelo senador Pedro Chaves (PSC-MS), feito com base no texto original e em mais duas propostas que tramitavam na Casa, é mais favorável aos motoristas de aplicativos. Nele, o senador classifica o serviço de privado e tira a necessidade de permissão dos municípios e, consequentemente, o licenciamento com exigência de placas vermelhas.

Sem consenso entre os senadores, mesmo sem ser votada na CCT, a matéria seguiu para o plenário, após aprovação do regime de urgência. "Se aprovarmos o texto original, será uma grande tragédia, pois o serviço ficaria subordinado ao Poder Público, precisando de licença para funcionar, assim como ocorre nos alvarás dos taxistas. Entendo que o Uber deve ser um empreendimento privado, com regras, cabendo à prefeitura apenas fiscalizar", disse Chaves .

Campanha

Enquanto taxistas organizaram carreatas em diversas cidades do país na semana passada, usuários e motoristas dos serviços de aplicativos encheram as páginas dos senadores no facebook e os e-mails deles com comentários contrários à proposta. Além disso, a Uber, por exemplo, investiu em anúncio contra a proposta no horário nobre de TV e mandou e-mails para todos os usuários cadastrados do serviço, com uma lista de motivos para que o texto seja rejeitado. No mesmo e-mail, a empresa pede o apoio dos clientes para pressionar senadores de seus respectivos estados a votar contra o texto da Câmara.

O diretor-presidente da Associação Brasileira das Associações Civis e Cooperativas de Motoristas de Taxi, Edmilson Americano, admite que a categoria não tem o poder financeiro dos concorrentes. Ainda assim, eles acreditam na aprovação do texto da Câmara. Segundo Americano, motoristas de todo o país já estão em Brasília para acompanhar a votação. A expectativa é de que pelo menos 3 mil carros estejam nas imediações do Congresso na hora da votação. Todos estão sendo orientados a agir sempre de  forma pacífica e ordeira’. “É desonesto e desumano cumprir os requisitos exigidos pelo Poder Público, como fazem os taxistas, e não exigir o mesmo para os motoristas dos aplicativos”, afirmou o presidente da associação.

Se for aprovado o texto da Câmara, sem nenhuma alteração no mérito, as regras irão à sanção presidencial. Caso haja mudanças, o projeto terá de voltar à Câmara dos Deputados, que dará a palavra final.

19/07/2018

“Patriotas” continuam acampando as margens da Régis e trânsito fica lento

Desde a manhã desta quinta-feira 19, um grupo de manifestantes denominados “patriotas” continua...

17/07/2018

Em um ano, EMTU cancela três linhas em Embu e Itapecerica da Serra

Entre Janeiro de 2017 e Maio de 2018, a EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos),...

17/07/2018

Grupo pede saída dos três Poderes, fecha Régis Bittencourt trava trânsito

Um pequeno grupo de pessoas autodenominados patriotas fechou a rodovia Régis Bittencourt em Embu...

11/07/2018

PRF encerra Operação 9 de Julho com diminuição dos mortos

O feriado de 9 julho celebra no estado de São Paulo a Revolução Constitucionalista de 1932,...

09/07/2018

Eleito campeão da Copa dos Recursos mais Incríveis da Lei Seca

Com a hashtag OSantoAjuda, a desculpa de um motorista que alegou ter perdido o controle do seu...

04/07/2018

Emcampa lança petição contra a retirada de cobradores das linhas intermunicipais

A plataforma Emcapa lançou uma petição online contra a retirada de cobradores das linhas...

03/07/2018

Estudantes itapecericanos devem fazer cadastramento no CadÚnico

A SPTrans prorrogou o prazo para estudantes comprovarem baixa renda e manterem gratuidade em...

30/06/2018

Motorista de carro de luxo atropela e mata três da mesma família em Campo Limpo

Um motorista de um carro de luxo é o principal suspeito de ter atropelado e matado três pessoas...

28/06/2018

Secretaria de Transportes convoca escolares para vistoria veicular obrigatória

A partir do dia 02, até 31 de julho, a Secretaria Municipal de Transportes e Mobilidade Urbana...

22/06/2018

Caminhão tomba e destrói veículo em Taboão da Serra

Um caminhão betoneira tombou sobre um veículo, que ficou completamente destruído, por volta do...

21/07/2018

Justiça federal proíbe bloqueio na Régis Bittencourt após protestos

A Justiça federal proibiu o bloqueio total do km 280 da rodovia Régis Bittencourt, na altura de...

20/07/2018

Projeto social de Jiu-Jitsu em Embu dá frutos e alunos conquistam medalhas

Guerreiros de Gideão é um projeto social que ensina a arte do Jiu-Jitsu para crianças carentes...

19/07/2018

TC encontra irregularidades no armazenamento de medicamentos em Itapecerica

Foi divulgado nesta quarta-feira 18, pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) um relatório onde...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.