Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Polícia

Marido de Ana Hickmann pede que governador acabe com assaltos em pontos de ônibus de Taboão e do Campo Limpo

Por Sandra Pereira | 29/10/2017

marido ana hickman_2

DivulgaçãoEmpresário contou o caso e fez um apelo ao governador em vídeo para acabar com onda de assalto nos pontos de ônibus da região

Depois de ter a funcionária que trabalha em sua casa assaltada quatro vezes, o marido da apresentadora Ana Hickmann, o empresário Alexandre Côrrea, mandou um recado respeitoso, mas incisivo ao governador Geraldo Alckmin (PSDB) pedindo reforço no policiamento nos pontos de ônibus de Taboão da Serra e do Campo Limpo, durante as primeiras horas do dia, exatamente quando os moradores da região saem para trabalhar ou estudar. Os assaltos nos pontos de ônibus durante as primeiras horas do dia são constantes e já foram abordados em várias matérias do Jornal Na Net, o que faz a polícia agir nos pontos citados e a criminalidade migrar para outros locais. A maioria das vítimas nem registra Boletim de Ocorrência.

O apelo feito pelo marido da apresentadora famosa pode ajudar acabar de vez com problema que atormenta quem precisa sair de casa muito cedo pra chegar o trabalho ou pra estudar. A empregada do casal famoso mora em Taboão da Serra e saí de casa muito cedo para chegar ao trabalho. Ao que tudo indica ela não prestou queixa do assalto.
Segundo ele, foi a segunda vez que Maria Isabel é abordada por bandidos no caminho para a mansão deles em menos de dois meses. “Governador, dá uma atenção aos trabalhadores do Taboão e Campo Limpo. Poxa vida, ser assaltado as 4.30h da manhã em um ponto de ônibus, beira a loucura!”, escreveu.

Enquanto a levava para comprar um novo celular, ele gravou um vídeo e fez um pedido ao político. “Ela foi assaltada duas vezes na estrada de Taboão da Serra e na rua Diogo Martins. Isso acontece porque a Maria Isabel tem que estar 4h30 no ponto [de ônibus], porque se ela atrasa meia hora, ela chega em casa 8 horas“, conta.

“Então, nós já temos o trânsito como inimigo, o transporte público deficitário. Não dá pra ficar toda manhã a Maria Isabel sendo assaltada. Por acaso, estou indo com ela comprar outro celular, porque não vou deixar minha funcionária sem”.

 

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.