Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Votação da denúncia contra Temer deve dominar debates desta semana na Câmara

Por Outro autor | 23/10/2017

votos

Divulgação Na denúncia apresentada pelo então procurador-geral da República Rodrigo Janot em setembro, o presidente da República é acusado de ser um dos líderes de uma organização criminosa que atuava n

A discussão e votação do parecer do deputado Bonifácio de Andrada (PSDB-MG), que é contra a admissibilidade da denúncia contra o presidente Michel Temer e os ministros da Casa Civil, Eliseu Padilha, e da Secretaria-Geral, Moreira Franco, vão dominar os debates desta semana na Câmara dos Deputados. A votação do parecer, que foi aprovado na Comissão de Constituição e de Justiça (CCJ) por 39 votos a 26, com uma abstenção, está prevista para quarta-feira (25), e a sessão começa às 9h.

Na denúncia apresentada pelo então procurador-geral da República Rodrigo Janot, em setembro, o presidente da República é acusado de ser um dos líderes de uma organização criminosa que atuava na Câmara. Os dois ministros são apontados como integrantes do grupo.

Embora o governo precise de 172 votos, ou seja, o voto de um terço mais um dos 513 deputados, para impedir que a Câmara autorize o Supremo Tribunal Federal (STF) a investigar o presidente da República e os ministros, líderes aliados do governo intensificam os trabalhos em busca de um número expressivo de apoios ao parecer de Bonifácio de Andrada, que é contra a autorização de abertura de investigação. Os governistas também trabalham para que compareça à votação um grande número de deputados.

De acordo com as normas divulgadas pela Câmara, iniciada a ordem do dia, o relator Bonifácio de Andrada terá 25 minutos para falar. Em seguida, os três advogados de defesa terão também 25 minutos para apresentar suas justificativas. Os deputados que se inscreverem para discutir a denúncia terão 5 minutos, cada um, com alternância entre parlamentares contra e a favor do parecer. Depois que quatro deputados falarem é permitida a apresentação de requerimento de encerramento das discussões, o qual será votado, desde que haja pelo menos 257 parlamentares no plenário. A aprovação se dará por maioria dos presentes.

Concluída a discussão, será iniciada a fase de votação, desde que no mínimo 342 deputados tenham registrados presença no painel eletrônico. A partir daí, será concedida a palavra por 5 minutos a dois oradores contrários ao parecer e dois favoráveis, alternadamente, para o encaminhamento da votação. Em seguida, inicia-se a orientação de votação das bancadas, na qual cada líder tem direito a 1 minuto de fala.

A votação será por chamada nominal, por ordem alfabética, por estado, alternadamente do Norte para o Sul e vice-versa. Concluída a votação e tendo votado ao menos 342 deputados, será proclamado o resultado. Para que a Câmara autorize o STF a iniciar as investigações contra o presidente e os ministros são necessários, no mínimo, 342 votos contrários ao parecer de Andrada.

Outras votações

Além da análise da denúncia, está na pauta da Câmara a votação na terça-feira (24) do projeto de lei complementar que inclui municípios de Minas Gerais e do Espírito Santo na área de abrangência da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) em função das condições climáticas semelhantes às do Semiárido. De acordo com o projeto, serão acrescentados na área da Sudene 81 municípios de Minas e dois do Espírito Santo, que passarão a contar com recursos do Fundo Constitucional do Nordeste (FNE).

Vetos

Também na terça-feira está prevista realização de sessão do Congresso Nacional para a votação de seis vetos presidenciais feitos a projetos de lei aprovados pelo Parlamento e também a votação de 13 projetos para a abertura de créditos adicionais orçamentários para atendimento a diversos setores públicos.

20/09/2018

Candidata a vice-governadora de SP pelo PT veio a Taboão com proposta de Governo

Ana Bock, candidata a vice-governadora pelo PT na chapa de Luiz Marinho (PT), esteve em Taboão...

20/09/2018

Em razão do processo eleitoral, horário de verão terá 14 dias a menos este ano

O horário de verão começará mais tarde esse nao. A decisão foi tomada pelo Tribunal Superior...

20/09/2018

Vereador Marcos Paulo reforça cobrança por mais policiamento da PM em Taboão

O vereador Marcos Paulo (PPS), fazendo menção à reportagem feita pelo Jornal Na Net, também...

17/09/2018

Ney Santos vê normalidade na convocação para recepção de Márcio França no Embu

O prefeito afastado de Embu das Artes, Ney Santos, PRB, considerou fato normal a convocação de...

16/09/2018

Joice Silva diz que 6.8 no IDEB prova qualidade da educação em Taboão

A educação municipal de Taboão da Serra conquistou a maior nota da região no Índice de...

16/09/2018

Desfile de 7 de Setembro é um marco para a educação de Taboão da Serra

O Desfile Cívico de 7 de Setembro reuniu mais de 47 escolas da rede municipal de ensino. Com a...

16/09/2018

Alckmin visita Campo Limpo acompanhado de FF e Analice e apela por voto útil

O candidato à Presidência da República pelo PSDB e ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin,...

14/09/2018

FF e vereadores preparam medidas para recuperar salários de agentes públicos

Fernando Fernandes, o vice-prefeito Laércio, a presidente da Câmara, Joice Silva e os vereadores...

12/09/2018

PSDB cobra explicação dos 4 vereadores de Taboão sobre retirada do apoio a Doria

O presidente estadual do PSDB, Pedro Tobias, e o secretário-geral do partido, César Gontijo,...

11/09/2018

Em visita a Taboão, Ciro diz que implementará Sistema Único de Segurança

O candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes, disse que se for eleito...

20/09/2018

PM é internado no HGP após ser baleado durante abordagem no Rodoanel

Um policial militar rodoviário foi  baleado no rosto, na noite de terça feira,dia 18, após fazer...

20/09/2018

GCM de embu forma 735 estudantes em programa de prevenção às drogas

A Guarda Civil Municipal (GCM) de Embu das Artes, por meio do Grupo Educação e Prevenção de...

ingle

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.