Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Saúde

Taboão da Serra investe mais do que o dobro exigido por lei na Saúde

Por Assessoria de Imprensa da Câmara de Taboão | 1/10/2017

1.2

Eduardo ToledoCâmara Municipal discutiu os investimentos realizados na saúde de Taboão da Serra

A Câmara Municipal de Taboão da Serra, através da Comissão Permanente de Saúde, realizou na última quarta-feira, dia 27, a terceira audiência pública do ano para a prestação de contas da prefeitura em relação aos investimentos na área da saúde referentes ao segundo quadrimestre do ano.

A secretária de saúde, Dra. Raquel Zaicaner, apresentou os dados e respondeu diversas perguntas dos moradores que participaram da audiência e dos vereadores. Segundo a médica, a Constituição determina um investimento obrigatório de 15% do orçamento municipal. “Pela legislação, a administração deveria ter investido R$ 43 milhões no período, mas a saúde já gastou 92 milhões, 32% do orçamento”, afirmou.

Os vereadores questionaram a secretária sobre o número de casos de Dengue. Neste ano a doença não se transformou em uma epidemia, mas mesmo é um assunto sempre tratado nas audiências. De acordo com a prefeitura, no segundo quadrimestre do ano, foram registrados 27 casos suspeitos de dengue, mas nenhum deles foi confirmado.

O vereador Eduardo Nóbrega, presidente da Comissão de Saúde, elogiou a participação dos moradores que estiveram presentes em grande número. “A gente não está aqui só para ouvir elogios, a intenção da audiência é ouvir as reclamações e críticas para que possamos melhorar o atendimento”.

A vereadora Rita de Cássia pediu que a secretária de saúde tenha atenção especial no acolhimento dos pacientes nas UBSs da cidade. “Muitas vezes o morador que procura as unidades quer apenas um atendimento mais humanizado, mais acolhedor, isso deve ser uma política pública da nossa administração”.

O vereador Alex Bodinho questionou sobre os investimentos realizados na área da saúde e pediu um posicionamento sobre os repasses do Governo Federal. “A saúde é responsabilidade do município, do Estado e da Federação, não podemos excluir nenhuma das esferas do Poder Público no repasse dos investimentos, por isso temos que cobrar mais investimentos para compra de novas ambulâncias e da contratação de médicos, além da reforma das nossas unidades”.

Participaram da audiência os vereadores Eduardo Nóbrega, presidente da Comissão, Alex Bodinho, vice-presidente da Comissão, Rita da Saúde (membro), Cido da Ya Farma, Ronaldo Onishi e Priscila Sampaio.

21/09/2018

Taboão da Serra atinge meta de vacinação contra Poliomielite e Sarampo

A Secretaria de Saúde de Taboão da Serra divulgou o balanço final da Campanha de vacinação...

19/09/2018

Segundo IBGE, ¼ dos municípios brasileiros não tem política de gestão saneamento

Uma pesquisa divulgada nesta quarta-feira (19) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e...

14/09/2018

Agosto Dourado foi marcado por ações de orientações sobre amamentação

O Agosto Dourado foi fundado em 1991 pela Aliança Mundial de Ação pró-amamentação. Desde então o...

10/09/2018

Osasco e região promove a II Jornada Ostomia dia 22 de setembro

A cidade de Osasco e região realizará, no dia 22 de setembro, das 09h às 13h, a II Jornada Sobre...

ingle

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.