Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Vereadores de Embu aprovam taxa do lixo com 10 votos a favor 5 contra e uma abstenção

Por Sandra Pereira | 28/09/2017

rosangela_horz

Assessoria de Imprensa da Câmara de Embu das ArtesVereadores Rosangêla Santos (PT), Edvânio Mendes (PT), Drª Bete (PTB), André Maestri (PTB) e Luiz do Depósito (PMDB) votaram contra projeto do prefeito Ney Santos (PRB)

Com 10 votos a favor, cinco contrários e a abstenção do vereador Felipe do Rancho (PMDB), que faz tratamento contra um grave tumor cerebral e faltou à sessão por esse motivo, os vereadores de Embu das Artes aprovaram em regime de urgência na sessão desta quarta-feira, 27, projeto de lei que altera o Código Tributário Municipal e implanta a cobrança da taxa do lixo na cidade. Apesar de conseguir aprovar a lei, o governo de Ney Santos sofreu baixa na base e deve revidar, como ocorre nesse tipo de projeto com rejeição popular, onde a unidade da base ajuda é essencial ao governo.

Quem votou a favor da taxa do lixo foram os vereadores Júlio Campanha (PRB), Jefferson do Caminhão (PSDB), Joãozinho da Farmácia (PR), Gerson Olegário (PTC),Índio Silva (PRB), Bobilel Castilho (PSC), Daniboy (DEM), , Carlinhos do Embu (PSC), Ricardo Almeida (PRB) e Doda Pinheiro (PT). O presidente da Câmara de Embu, Hugo Prado (PSB), só votaria em caso de empate.

Apesar da taxa ter sido aprovada, o resultado da votação foi surpreendente. A maioria das pessoas esperava que apenas a vereadora Rosangêla Santos (PT) votasse contra o novo tributo. A vereadora ganhou protagonismo na cidade no papel de única opositora do governo Ney Santos (PRB). Ela foi acompanhada pelo colega de bancada Edvânio Mendes (PT), o decano Luiz do Depósito (PMDB), o estreante André Maestri (PTB) e a vereadora Dra. Bete (PTB), que mesmo sem alarde dizia ser contra a contra a cobrança.

O vereador Doda Pinheiro foi o único petista a votar a favor da taxa de lixo e deverá ficar numa situação insustentável dentro do partido.

Instantes após aprovação da taxa do lixo os 10 vereadores que votaram pela implantação do novo tributo receberam verdadeira enxurrada de críticas nas redes sociais. É dado como certo no meio político que eles "vão pagar na urna" pelo voto. Mas, o fato é que em todas as cidades vizinhas de Embu a taxa já existe há anos e é cobrada junto com o IPTU.

Ao que tudo indica a taxa do lixo em 2018 será de R$ 418. A prefeitura tentou iniciar a cobrança esse ano via decreto, mas a Justiça derrubou a medida após questionamento do Psol.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.