Taboão inicia inscrição para 64 vagas na educação de nível médio e superior

Por Sandra Pereira | 12/09/2017

A prefeitura de Taboão da Serra abre nesta terça-feira, 12 de setembro, inscrições para 64 vagas na secretaria Municipal de Educação, em funções de escolaridades média e superior, para atuação como Auxiliar de Classe e Professor de Educação Especial.
 
 
Para a disputa como Auxiliar de Classe os candidatos devem ter escolaridade média. A função oferece salário inicial de R$ 1.100,00 por jornada mensal de trabalho de 220 horas. A atuação dos profissionais inclui auxiliar nos cuidados diários dos educandos em relação à higiene, alimentação, segurança e apoio nas atividades curriculares; conhecer o planejamento do professor e da unidade escolar; participar dos projetos e programas em benefício dos educandos; e exercer demais atividades correlatas, de acordo com a determinação do diretor da unidade escolar.
 
Para Professor é requerida escolaridade superior de licenciatura plena em Pedagogia e especialização ou habilitação em Educação Especial. A remuneração inicial do cargo é de R$ 2.144,17, por jornada semanal de trabalho de 150 horas. Dentre as atividades dos profissionais estão: participar da elaboração da proposta pedagógica de sua unidade escolar;
 
Além disso os aprovados vão  cumprir plano de trabalho, segundo a proposta pedagógica da unidade onde estiver lotado; elaborar programas e planos de aula; elaborar e confeccionar, em articulação com a equipe de orientação pedagógica, material destinado a conscientização dos alunos para preservação do patrimônio artístico, histórico, cultural e ambiental do país, estado e município; elaborar e aplicar testes, provas e outros instrumentos usuais de avaliação.
 
Sob coordenação da Zambini, as inscrições ficam abertas entre as 13 horas de 12 de setembro e as 22 horas de 6 de outubro no site www.zambini.org.br. As taxas de participação são de R$ 69,90 para Auxiliar e de R$ 90,00 para Professor, com concessão de isenção para candidatos que estiverem inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (Cadúnico) e forem membros de família de baixa renda.
 
 
Os candidatos irão passar por prova objetiva no dia 29 de outubro. Serão aplicadas 30 questões de Língua Portuguesa, Matemática/Raciocínio Lógico e Conhecimentos Específicos para Auxiliar e 40 questões de Língua Portuguesa, Matemática/Raciocínio Lógico, Conhecimentos Gerais em Educação e Legislação e Conhecimentos Específicos para Professor. Para obter a aprovação, será necessário atingir pelo menos 50% de acertos na etapa.
 
 
O concurso terá validade por dois anos a partir de sua homologação, prazo que pode ser prorrogado uma vez pelo mesmo período. Veja mais no edital de abertura.

Comentários