Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

A pressão social faz a diferença

Por Artigo Deputada Analice Fernandes | 6/09/2017

analice

Assessoria de Imprensa Deputada Analice Fernandes se posiciona contra o assédio e a violência contra as mulheres

O caso de violência sexual que aconteceu em um ônibus, em plena avenida Paulista, nesta última semana, e que indignou muitos, pelos seus desdobramentos, uma vez que o agressor Diego Ferreira Novais, 27 anos, foi liberado pelo juiz José Eugênio do Amaral de Souza Neto, três dias depois de ser detido. O juiz avaliou que ejacular no pescoço da vítima não configura caso de estupro e sim importunação ofensiva ao pudor, que não é considerado crime, apenas uma contravenção penal.

Discussões jurídicas à parte, acredito que o caso do Diego seja um ponto fora da curva, uma vez que é notório a existência de problemas psiquiátricos e o registro de pelo menos 16 boletins de ocorrência por fatos semelhantes.

Mas o que não é um ponto fora da curva é situação de humilhação que passam centenas de mulheres todos os dias, que não têm sequer o direito de ir e vir, sem ser molestadas, nos ônibus e trens de São Paulo e do Brasil. De janeiro a julho de 2017, a polícia de São Paulo registrou 288 casos de abuso sexual no transporte coletivo da região metropolitana. Número muito abaixo dos ocorridos, uma vez, que na maioria das vezes, a vítima não registra queixa.

O Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo lançou uma campanha incentivando as vítimas e testemunhas a registrarem a ocorrência e denunciarem, é preciso que todos se envolvam, e uns tomem conta dos outros. O agressor precisa se sentir acuado e ameaçado. Hoje quem se sente assim são as vítimas em potenciais.

Mulheres que saem para trabalhar e estudar e têm que enfrentar mais este desafio. A semana passada, abordamos porque nossas mulheres estão sendo vítimas do feminicídio, crime praticado contra vítima, por ela ser mulher. Sendo que uma mulher é assassinada no Estado de São Paulo a cada 4 dias.

Os casos de estupros e de abusos sexuais no transporte coletivo são apenas mais um lado da violência contra a mulher. Segundo dados do 9º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, em 2014, 47.600 pessoas foram estupradas no Brasil, sendo que a estimativa é que apenas 35% dos casos são notificados, ou seja, 65% ficaram de fora desta conta. O estupro é o crime menos notificado, não só no Brasil como no mundo.

A vítima se sente constrangida, envergonhada e leva as marcas da violência por toda a vida.

Portanto o que devemos fazer diante desta realidade é discutirmos soluções, abordarmos estas pautas exaustivamente. A sociedade não deve esquecer o que aconteceu na paulista, como não deve esquecer o caso de estupro coletivo que ocorreu no Rio de Janeiro. Precisamos usar estes casos assustadores e emblemáticos, para aumentar a pressão social.

Como deputada estadual, estou estudando um projeto de Lei que tenha um caráter educativo e preventivo, que eu voltarei a abordar em breve.

 

20/08/2018

Joice Silva acompanha formatura das escolas da Construção e Gastronomia

A presidente da Câmara Municipal de Taboão da Serra, vereadora Joice Silva, acompanhou a...

19/08/2018

Vereadores participam de inauguração da EMI Luca, no Jd. Saint Moritz

No último sábado, dia 11, a prefeitura de Taboão da Serra inaugurou uma nova escola infantil, a...

14/08/2018

Deputados aprovam projeto que determina o afastamento do agressor

13/08/2018

Reunião do Consulti discute Programa de Apoio Tecnológico aos Municípios

O prefeito de Itapecerica da Serra, Jorge Costa, presidiu mais uma reunião do Conselho...

13/08/2018

Acompanhe as principais datas do calendário eleitoral de 2018

O calendário das Eleições Gerais 2018, traz as principais datas a serem observadas por...

12/08/2018

Dr. Onishi anuncia ação conjunta de Cultura, Esporte, Educação e Saúde

Faz 6 anos que o vereador Dr. Ronaldo Onishi iniciou em Taboão da Serra uma batalha em favor da...

12/08/2018

Érica Franquini levou enfermeiros a Alesp para apoiar projeto de 30 horas

A vereadora Érica Franquini, enfermeira com forte atuação na categoria em Taboão da Serra, saiu...

12/08/2018

Taboão da Serra tem lei para evitar abandono de recém-nascidos nas ruas, conheça

 

Taboão da Serra é uma das cidades do Brasil que tem uma Lei aprovada para proteger a vida dos...

12/08/2018

Câmara vota projeto que dá mais proteção a mulheres agredidas

Nesta segunda-feira (13), o plenário da Câmara dos Deputados discute um projeto de lei que...

20/08/2018

Com medo após caso da copeira Dilma, moradores pedem polícia nas ruas

É preciso ter a coragem de admitir que as mulheres estão vivendo com medo e parar de ignorar que...

20/08/2018

1º DP fez 4 flagrantes, prendeu 5 acusados e apreendeu 1 menor por tráfico

Policiais Civis da Delegacia Central de Taboão da Serra tiveram uma semana intensa no combate ao...

20/08/2018

Joice Silva acompanha formatura das escolas da Construção e Gastronomia

A presidente da Câmara Municipal de Taboão da Serra, vereadora Joice Silva, acompanhou a...

Anuncio__1_

ingle

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.