Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Metalúrgicos de Taboão avaliam que reforma trabalhista vai barrar cortes de direitos

Por Assessoria de Comunicação | 29/08/2017

seminario

Divulgação O técnico do Dieese contextualizou o cenário econômico e destacou os principais impactos da reforma trabalhista. 

Os metalúrgicos da região de Taboão da Serra mostraram preocupação com a reforma trabalhista, que entra em vigor em novembro, praticamente junto com a data-base da categoria. Para eles barrar os cortes de direitos e lutar contra a aprovação da reforma da Previdência são prioridades. Esse foi o tom de luta dado no primeiro seminário da Campanha Salarial 2017, que aconteceu no sábado, 26, na subsede de Taboão da Serra.

“Temos que nos unir ainda mais e buscar o Sindicato. Temos que ter coragem de defender os nossos direitos e estimular os jovens a fazer o mesmo”, destacou um companheiro da Spaal, após assistir à palestra do técnico do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), Vitor Pagani.

O técnico do Dieese contextualizou o cenário econômico e destacou os principais impactos da reforma trabalhista. Para ele, a principal intenção da reforma é fragilizar o escudo protetor dos trabalhadores. “A reforma trabalhista se fundamenta em reduzir a proteção institucional dos trabalhadores por parte do Estado e do Sindicato”, alertou.

Pagani diz isso porque a nova lei, além de alterar mais de 100 pontos da CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas), também colabora para fragilizar a organização dos trabalhadores, que terão dificuldades inclusive para recorrer à Justiça do Trabalho para reclamar de seus direitos. “Com a reforma, o governo criou fórmulas de mascarar o que antes era fraude”, destacou Pagani.

Por isso o Sindicato mobiliza os trabalhadores na luta por aumento real e contra quaisquer retirada de direitos. Os próximos encontros acontecerão em 2 de setembro, simultaneamente, na sede e subsedes de Barueri e Cotia, a partir das 9h. “Temos que nos unir senão seremos atropelados”, enfatizou o diretor do Sindicato, Everaldo dos Santos.

Um companheiro da ADI concorda que a informação e a unidade são os melhores caminhos por nenhum direito a menos. Além disso, aposta na conscientização da população sobre a importância da política. “Este cenário comprova que os brasileiros não sabem votar. O correto é a gente votar em quem vai nos representar. Por isso as pessoas devem começar a ler mais, deixar de acreditar só naquilo que a TV mostra e resistir, porque a situação não está nada fácil”, avaliou.

Aceno da economia –  O secretário-geral do Sindicato, Gilberto Almazan, destacou a importância da organização dos trabalhadores dentro e fora das fábricas para luta contra os retrocessos. Também alertou que as privatizações anunciadas pelo governo Temer, como da Eletrobrás, trarão grandes impactos para economia. “Não vai ter crescimento na economia nos próximos anos. Logo, vamos ter alguns anos de muitas lutas, e por isso vamos investir ainda mais na nossa campanha salarial”, enfatizou Almazan.

O secretário-geral também destacou a unidade dos metalúrgicos de todo o Brasil para que a categoria tenha avanços na campanha salarial. “Estamos unidos independente da central. O objetivo é discutir item por item da reforma trabalhista, e não permitir que ela enfraqueça a nossa Convenção Coletiva”, explicou Almazan, que também convocou os companheiros para participar da mobilização do dia 14 de setembro.

“O debate foi bem rico e necessário. Foi um alerta daquilo que vamos encontrar pela frente. Então acho que todos devem se conscientizar disso, ler e lutar para termos uma campanha salarial forte”, destacou um trabalhador da Lumex.

Ao fim do seminário, os companheiros se despediram com a missão de compartilhar a informação com os demais metalúrgicos dentro das fábricas, para que todos entendam a importância de participar dos seminários e assembleias da Campanha Salarial 2017.

21/04/2018

Governo diz que terá de adiar reajuste de servidor para fechar contas em 2019

Para tentar impedir a paralisação da máquina administrativa e dos investimentos públicos no ano...

21/04/2018

Vereador Marcos Paulo elogia atuação da GCM em Taboão da Serra

O vereador Marcos Paulo vem usando a tribuna da Câmara Municipal para elogiar o trabalho...

21/04/2018

Câmara Municipal aprova título de Cidadão Taboanense para o padre Weliton Angeli

Na sessão da última terça-feira, dia 17, os vereadores de Taboão da Serra aprovaram por...

21/04/2018

Presidente Joice Silva e as vereadoras Priscila e Rita receberam prêmio

A presidente da Câmara de Taboão da Serra, Joice Silva e as vereadoras Priscila Sampaio e Rita...

20/04/2018

Prefeito Fernando firma parceria com MP para implantação da Patrulha Guardiã

O prefeito Fernando Fernandes assinou na quinta-feira (3), o Termo de Cooperação com o...

20/04/2018

Anderson Nóbrega é nomeado novo secretário de esportes em Embu das Artes

Na tarde da última quinta-feira (19), em Embu das Artes, o prefeito Ney Santos nomeou Anderson...

18/04/2018

Senado aprova projeto que obriga escolas a combaterem bullying

O Senado aprovou, nesta terça-feira (17), o projeto que obriga as escolas a desestimularem seus...

17/04/2018

Após revisão, governo anuncia cancelamento de 422 mil benefícios sociais

Após um trabalho de revisão de benefícios sociais concedidos pelo governo federal, 422 mil serão...

14/04/2018

Câmara Municipal entrega título de Cidadão Taboanense ao padre Kirano

No último domingo, dia 8, a Câmara Municipal de Taboão da Serra entregou o título de Cidadão...

12/04/2018

4º Encontro de Autismo reuniu quase mil pessoas no Cemur, em Taboão

Quase mil pessoas participaram do 4º Encontro de Autismo de Taboão de Serra, realizado no...

21/04/2018

Febre amarela continua se expandindo pelo país

Embora os casos confirmados de febre amarela tenham diminuído no Brasil nas últimas três...

21/04/2018

Candidatos desempregados aceitariam ganhar menos que no emprego anterior

Pesquisa divulgada pela Robert Half, empresa de recrutamento e seleção, mostra que 70% dos...

21/04/2018

Governo diz que terá de adiar reajuste de servidor para fechar contas em 2019

Para tentar impedir a paralisação da máquina administrativa e dos investimentos públicos no ano...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.