Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Saúde

Excesso de sal pode retardar puberdade e afetar fertilidade

Por Outro autor | 22/08/2017

salll

Divulgação Pesquisa americana mostrou que o ingrediente também é capaz de retardar a puberdade e afetar a fertilidade das gerações seguintes

O estudo mostrou que pesssoas que consomem de três a quatro vezes a mais que a quantidade recomendada de sal por dia sofrem com o atraso da puberdade. Isso pode levar à fertilidade reduzida e níveis mais altos de estresse.

Para chegar às conclusões, a equipe estudou como diferentes quantidades de sal afetavam a puberdade de ratos, e percebeu que os que ingeriam grandes quantidades do alimento demoravam para entrar na puberdade.

Por outro lado, ratos que seguiram uma dieta sem sal também tiveram a puberdade atrasada. A autora da pesquisa, Dori Pitynski, concluiu que a ingestão de sal é necessária para o início da puberdade, mas seu excesso pode prejudicar a saúde reprodutiva.

"Nossos trabalhos mostraram que grandes quantidades de sal e de gordura têm efeitos contrários na saúde reprodutiva. Uma dieta com muita gordura acelera o ínicio da puberdade, enquanto a combinação com muito sal mostra um atraso para entrar nessa fase", declarou a autora.

Dados recentes da Organização Mundial da Saúde mostram que a população está consumindo mais sal do que o necessário. Um grande número de pessoas estão ingerindo mais do que os 5g (uma colher de chá) recomendados por dia para adultos.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.