Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cultura

Embu terá 8 novos Pontos de Cultura com investimento de R$ 1, 4 milhão

Por Sandra Pereira | 11/11/2010

cultura.JPG

Projeto vai receber investimento de R$ 1,4 milhão

Embu das Artes vai ganhar 8 novos Pontos de Cultura que vão atender mais de 10 mil pessoas oferecendo atividades culturais diversas. A criação dos Pontos de Cultura só foi possível graças a parceria entre prefeitura de Embu, o Ministério da Cultura e as entidades que atuam na cidade oferecendo ao público atividades na área cultural. Os Pontos de Cultura serão instalados no Santo Eduardo, Santa Tereza, Novo Campo, Itatuba, Jardim Tomé e dois na região central de Embu.

Os governos federal e municipal vão investir R$ 1,4 milhão no projeto, sendo que cada um deles vai arcar com a metade do custo. Durante a assinatura do convênio com as entidades, nesta quinta-feira, 11, para a implantação dos novos pontos o prefeito Chico Brito declarou que o ato representou um marco na história de Embu, já que permite a parceria entre a prefeitura e as entidades da área cultural.

“Estamos combatendo a fome da cultura. Esse ato é fruto do esforço do governo federal e da nossa vontade política de torná-lo realidade na cidade”, garantiu, defendendo que até os que não gostam de política têm que admitir os avanços que a cidade obteve na área.

Chico Brito lembrou que durante a realização da 1ª Conferência Municipal de Cultura, ainda durante o mandato do ex-prefeito e deputado eleito Geraldo Cruz foram definidas as prioridades para a área entre as quais estavam a criação da Secretaria de Cultura e do Conselho Municipal de Cultura.

Em seu discurso Chico Brito alertou os representantes das entidades beneficiadas para a importância da prestação de contas do uso dos recursos que elas vão receber. Ele lembrou que é preciso administrar os recursos de forma profissional pensando sempre na prestação de contas que deverá aos Tribunais de Contas do Estado e da União e à Câmara Municipal.

“Não quero dizer que pode haver má fé, mas é preciso evitar descuidos que podem levar à suspensão dos repasses. Por isso é preciso observar toda a cadeia de fiscalização”, alertou o prefeito.

De acordo com o secretário Municipal de Cultura de Embu, Paulo Oliveira, o projeto contemplou entidades que já atuam na cidade, visando apoiar e corar as iniciativas por meio da destinação dos recursos públicos para que elas possam ampliar e investir em suas ações.

“Cada ponto tem uma proposta diferenciada e funciona sem direcionamento do Poder Público”, garantiu, lembrando que a cidade dispõe atualmente de dois pontos de cultura.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.