Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

Jovem PM feminina inspira e incentiva sonhos de estudantes em Taboão

Por Sandra Pereira | 26/06/2017

sara

Sandra PereiraPM Sara Ribeiro é a sensação entre a garotada nas escolas onde passa

Com sorriso aberto, simplicidade, carisma, olhos e rosto bem maquiados a policial militar Sara Ribeiro, 23 anos, conquista a garotada onde passa. Ela é inspiração para as meninas e até o “sonho” dos meninos, características que a tornam ponte no diálogo com a juventude. Sara está na PM há 4 anos e há três anos está lotada na 2ª Cia em Taboão. Passou no concurso com apenas 18. Essa semana, ela foi a principal atração para meninos e meninas da escola Reynaldo do Nascimento Falleiros, no jardim Salvador, em Taboão da Serra, durante as atividades da Semana de Prevenção e Orientação de Segurança Escolar (Sepose). Sara é uma das PMs do projeto Fada Madrinha.

“Eu amo o que eu faço. Sou muito feliz com a escolha que fiz. Eles veem isso em mim. Isso alimenta a relação de confiança que a gente desenvolve”, relata sorridente.

Depois de conhecer e conversar com a policial Sara as garotas repetiam sem reserva que querem crescer e ser como ela. Os meninos querem crescer e namorar alguém como ela. Mas, todos sabem que o sorriso doce da moça esconde uma policial forte, determinada a combater o crime e que não demonstra nenhuma fraqueza diante da criminalidade.

“No trabalho eu sou outra pessoa. Preciso me impor, demonstrar seriedade e firmeza. Se não for assim as pessoas não respeitam. Se eu parecer fraca coloco em risco a mim e os outros também. O trabalho policial exige que eu esteja sempre em alerta tanto por mim quanto pela equipe e pela sociedade”, diz.

Pra se ter uma ideia do impacto que a PM Sara causa na vida dos jovens basta ouvir o que eles dizem sobre ela. Aos 14 anos a aluna Letícia resumiu o objetivo da participação da Sara nas atividades da Sepose, por meio do programa Fada Madrinha.

“A Sara é um exemplo. Muita gente critica policial e não sabe o que eles tiveram que passar pra chegar lá. Ela transmitiu uma mensagem positiva pra nós. Um exemplo de superação. Ela deu um foco pra gente. Nos ajudou a pensar sobre a vida. Deu foco mesmo, pra gente não ficar só pensando em outras coisas, em namoro, pra gente ficar longe das drogas”, revelou a estudante. A amiga dela completou: “ A Sara é maravilhosa. É linda, agitada, meiga, poderosa. É um amor de pessoa”. Logo depois outra menina emendou: “Antes de conhecer a Sara eu nunca tinha pensado numa mulher policial, não achava demais. Depois que a conheci achei o máximo”.

A PM Sara Ribeiro é filha de um bombeiro e irmã de outras duas policiais. Ela conta que cresceu no quartel e aprendeu a amar e respeitar a corporação que inspirou seus sonhos de vida e de futuro. Agora, ela quer ajudar garotos e garotas a encontrar seu caminho e usa a própria história e a facilidade de diálogo com os jovens como ponte até eles.
“Sempre me inspirei no meu pai. Cresci vendo ele ir até o quartel. Aprendi a amar aquele ambiente, minhas irmãs também. Nós três somos PMs”, conta.

O tenente-coronel PM Marcos Vitiello comandante do 36º Batalhão de Polícia Militar, que atende as cidades de Taboão e Embu, lembra que a missão da PM é combater o crime e aumentar a sensação de segurança. Ele afirma que o projeto Fada Madrinha representa bem o trabalho social desenvolvimento na PM. O comandante explica que o projeto consiste em possibilitar que policiais militares femininas conversem com as adolescentes explicando que muitas vezes o cidadão honesto não é aquele “poderoso” que trafica drogas e anda de moto e carro potente.

“Esse cidadão “poderoso” não pode ser referência para as jovens. Temos que combater esse pensamento fundamentado no consumo e na ausência de valores”, afirmou.

O projeto Fada Madrinha foi idealizado pelo 3º sargento PM Fábio Roberto Gonçalves. Pelo visto, se depender da PM Sara Ribeiro a iniciativa vai ganhar força e inspirar sonhos de garotas por muitas gerações.

 

20/11/2017

Taboão terá caminhada pela paz e contra violência às mulheres dia 25 de novembro

O lançamento de uma ampla mobilização para uma caminhada histórica pelo fim da violência contra...

20/11/2017

Consciência não tem cor, mas a minha é negra e me ensinou desde cedo a lutar

Consciência não tem cor. Mas, a verdade é que se você ainda não tomou consciência de que a vida...

18/11/2017

Taboão Plaza Outlet recebe Papai Noel e lança promoção de Natal

No domingo, 26/11, a partir das 14h, o Taboão Plaza Outlet celebrará a chegada do Papai Noel em...

17/11/2017

Evento beneficente promete agitar Taboão da Serra no domingo, 26

Gente bonita, modelos, artistas, personalidades, palco repleto de atrações, além de muitos...

17/11/2017

Corpo de Thabata será sepultado no Cemitério da Saudade

Mulher que foi assassinada e teve o corpo descartado numa área do Jardim Santo Antônio, em meio...

16/11/2017

Família da mulher morta e jogada no lixão apareceu após apelo no Jornal na Net

A mulher que passou três dias sem identificação no IML de Taboão da Serra, depois de ser...

15/11/2017

Moradores de Taboão elaboram Projeto de Segurança Pública

Cansados da falta de segurança e de serem vítimas frequentes da criminalidade que assola o...

15/11/2017

Mulher jogada em lixão no Embu pode ser enterrada como indigente

A mulher morta encontrada seminua em meio a blocos, entulho e todo tipo de lixo no jardim Santo...

14/11/2017

Poupatempo Móvel estará no Parque Rizzo entre os dias 21/11 e 02/12

A Secretaria do Trabalho e Emprego, por meio do Secretário Paulo Vicente firmou uma parceria com...

10/11/2017

Prefeitura e PC lançam dois projetos de combate à violência contra a mulher

A Prefeitura de Taboão da Serra, através da Coordenadoria dos Direitos da Mulher em parceria com...

20/11/2017

Taboão terá caminhada pela paz e contra violência às mulheres dia 25 de novembro

O lançamento de uma ampla mobilização para uma caminhada histórica pelo fim da violência contra...

20/11/2017

Mortes decorrentes de intervenções policiais na região, dobraram em sete anos

As mortes causadas por intervenções policiais civis e militares aumentaram significativamente...

20/11/2017

Consciência não tem cor, mas a minha é negra e me ensinou desde cedo a lutar

Consciência não tem cor. Mas, a verdade é que se você ainda não tomou consciência de que a vida...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.