Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Saúde

Excesso de peso matou 4 milhões de pessoas no mundo em apenas um ano

Por Assessoria de Comunicação | 13/06/2017

baria

Divulgação Médico Cid Pitombo, editor-chefe do livro 'Obesity', explica quais são os problemas de sa&uacut

Estudo feito pela Universidade de Washington aponta a obesidade como uma crise de saúde pública em escala global. A análise dos pesquisadores norte-americanos foi feita com base em relatórios de 35 anos de observação, incluindo quase 200 países. Aproximadamente 30% da população mundial está acima do peso, sendo 600 milhões de adultos e 150 milhões de crianças. E mesmo aqueles que não estão exatamente no nível considerado de obesidade devem se preocupar: das 4 milhões de mortes atribuídas ao excesso de gordura em 2015, quase 40% ocorreram entre sujeitos com IMC entre 25 e 30, nível considerado como sobrepeso.

O dr. Cid Pitombo, especialista brasileiro no tratamento da obesidade e médico dos atores André Marques e Leandro Hassum, reforça o alerta:

“O excesso de peso sobrecarrega joelhos, coluna, coração, pulmão. E essa sobrecarga vai apresentar a conta ao longo da vida, gerando problemas diversos de saúde, podendo inclusive levar à morte. Uma analogia que pode ajudar os pacientes a entenderem é imaginar um carro com motor 1.0 novo. Ele vai conseguir acelerar e subir ladeiras normalmente, mesmo que cheio de passageiros. Mas com o passar do tempo este motor vai começar a falhar e perder o desempenho. É o mesmo com o organismo do obeso”, explica dr Cid Pitombo.

Entre 1980 e 2015, a obesidade cresceu mais entre os adultos jovens, principalmente homens de 25 a 29 anos de países com níveis de renda e de educação mais baixos. No mesmo período, o percentual de crianças e adultos obesos dobrou em 73 países. No Brasil, na faixa de 15 a 19 anos, a obesidade entre homens aumentou de 8% para 25% e entre as mulheres, saltou de 11 para 20%.

“É fundamental discutir formas de combater a obesidade e promover a alimentação saudável. E isso precisa ser uma política pública adotada urgentemente”, destaca dr. Cid Pitombo.

Mudança de hábitos é a melhor prevenção

Desde 2010, quando a equipe do dr. Cid Pitombo criou o Programa de Cirurgia Bariátrica no Hospital Estadual Carlos Chagas, em Marechal Hermes, no Rio de Janeiro mais de 1.700 pacientes foram operados, moradores de todas as regiões do estado do Rio de Janeiro. A média de atendimentos ambulatoriais está sendo mantida em 2.000/mês e a taxa de sucesso é de 99%.

A equipe do Programa é multidisciplinar, composta por médicos, enfermeiros, psicólogos e nutricionistas. A cirurgia não é o objetivo principal e sim a qualidade de vida e a mudança de hábitos. Mais de quatro mil pacientes estão sendo acompanhados pela equipe do Programa.

"É um trabalho de resgate desses pacientes, realizado com muita dedicação e seriedade por toda a equipe. Devolvemos à sociedade o paciente antes obeso que não trabalhava, que tinha vergonha de comprar roupas e que não tinha mais vida afetiva.", conta Cid Pitombo.

21/01/2018

Vacina contra a Febre Amarela em Itapecerica será aplicada apenas em moradores

Secretaria de Saúde de Itapecerica da Serra determinou, na tarde de sábado (20), que a vacina...

21/01/2018

3 tipos de tratamento dentário para recuperar o sorriso na terceira idade

Atualmente o idoso não é mais visto como aquela pessoa que perdeu os dentes, devido à idade, e...

20/01/2018

Febre Amarela: conheça sintomas, transmissão e como funciona a vacina fracionada

O Ministério da Saúde anunciou campanha de vacinação contra a febre amarela para os meses de...

19/01/2018

Itapecerica da Serra decreta estado de alerta por causa da febre amarela 

A Prefeitura de Itapecerica da Serra decretou no final da tarde desta sexta-feira (19) estado de...

18/01/2018

Itapecerica da Serra vacina mais de 10 mil pessoas contra febre amarela

Nesse domingo de vacinação em massa contra a febre amarela em Itapecerica da Serra, a Autarquia...

16/01/2018

Registros de mortes por febre amarela aumentam cinco vezes em uma semana

Desde julho de 2017 já foram registradas 20 mortes por febre amarela no Brasil. A informação foi...

15/01/2018

Obesidade cresce entre usuários de planos de saúde, diz pesquisa

Uma pesquisa com 53 mil usuários de planos de saúde de todo o Brasil aponta aumento da obesidade...

15/01/2018

Morador de Taboão que estava internado na Bahia com febre amarela morreu

O morador do jardim Record, em Taboão da Serra, que estava internado com febre amarela na Bahia...

15/01/2018

Itapecerica realizou vacinação em massa, mais de 10 mil pessoas foram imunizadas

Dando continuidade a Campanha de Prevenção contra a Febre Amarela, a Autarquia de Saúde realizou...

21/01/2018

Vacina contra a Febre Amarela em Itapecerica será aplicada apenas em moradores

Secretaria de Saúde de Itapecerica da Serra determinou, na tarde de sábado (20), que a vacina...

21/01/2018

Mesmo em recesso, Câmara Municipal de Taboão da Serra continua com atendimento

Durante o mês de janeiro a Câmara Municipal de Taboão da Serra permanece em recesso parlamentar....

21/01/2018

3 tipos de tratamento dentário para recuperar o sorriso na terceira idade

Atualmente o idoso não é mais visto como aquela pessoa que perdeu os dentes, devido à idade, e...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.