Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Vereadores aprovam pedido de estudo sobre vale-transporte e dissídio dos servidores públicos de Taboão

Por Sandra Pereira | 24/05/2017

joice

Thiago Walter - FotógrafoSessão foi marcada pela aprovação do requerimento e ampliação do grupo dos 7 para grupo do 9

Os vereadores de Taboão da Serra aprovaram em regime de urgência na sessão desta terça-feira, 23, um requerimento solicitando ao governo estudo sobre a possibilidade de conceder aos servidores públicos municipais a implantação do vale- transporte e a aplicação do dissídio da categoria. A votação foi considerada histórica pelos autores do requerimento, que o avaliaram como uma forma de responder com clareza às demandas do funcionalismo, e, ao mesmo tempo rechaçaram as críticas de que o documento seria um ataque ao governo municipal. A prefeitura tem prazo de 15 dias para responder ao requerimento.

O documento foi apresentado em conjunto pela presidente da Câmara, Joice Silva, e os vereadores André Egydio, professor Moreira, José Aparecido Alves, o Cido, Johnatan Noventa, Marcos Paulo, Ronado Onishi, Rita de Cássia e Priscila Sampaio. Durante a apreciação do requerimento em plenário o requerimento foi subsscrito pelos vereadores Érica Franquini, Alex Bodinho, Carlinhos do Leme e Eduardo Nóbrega.

“Hoje, nós temos um grupo de nove vereadores e chegamos a conclusão que é preciso mostrar aos servidores a real situação da prefeitura com números e dados, deixando claro o que pode ou não ser feito. Não queremos mais ouvir histórias que vereador A, B ou C vai conseguir. A melhor forma de mostrar isso e esclarecer é através dos dados reais. Assim daremos resposta a todas as categorias, sem fazer politicagem e sem jogo com a categoria A ou B. Eu tenho confiança no governo. Nós não estamos colocando em xeque a palavra do prefeito, mas não podemos ter a nossa colocada também, por isso queremos responder de acordo com a realidade”, afirmou a presidente Joice Silva.

A novidade da sessão foi o fato das vereadoras Rita de Cássia e Priscila Sampaio passarem a integrar o chamado grupo dos 7 que agora passa a ser grupo dos 9. Além disso, chamou a atenção o fato do grupo revelar que quer participar ativamente da sucessão de 2020, como protagonistas e em projeto diferente do que vem defendendo a candidatura a prefeito de Eduardo Nóbrega.

 

Grupo dos 7 teve adesão das vereadoras Rita de Cássia e Priscila Sampaio e virou o grupo dos 9 

 

Nóbrega, por sua vez tentou contemporizar afirmando que os projetos não são opostos e vão se unir adiante. Para ele os vereadores querem ser atores do processo de sucessão, que segundo ele é legítimo. “A verdade é que os projetos se somam e não se colidem. Fico feliz de saber que a Câmara vai discutir com empenho essa questão”, disse Eduardo Nóbrega.

Em tribuna, todos os vereadores do grupo dos 9 reafirmaram seu compromisso com o governo, negaram estar pondo “faca no pescoço” e citaram a responsabilidade do prefeito, que apesar da crise vem pagando a folha em dia.

O vereador André Egydio afirmou que ficava à vontade para falar do projeto porque o governo já havia sinalizado com a intenção de implantar o vale transporte. “Esse requerimento vai permitir que o governo discuta com toda a base a realidade da administração. Vai dar transparência e mostrar ainda mais a seriedade do governo e da Câmara. Eu conheço nosso prefeito. Estou do lado dele e sei que é isso que ele quer”, afirmou.

A vereadora Rita de Cássia afirmou ser favorável ao estudo. “Sempre fui, sou e serei governo. Hoje estou muito feliz de dar essa resposta aos servidores”, afirmou, antes de confirmar sua adesão ao grupo dos 7.

Priscila Sampaio citou que foi a primeira vez que a Câmara pediu estudo para implantação do vale-transporte. “O que os servidores querem é saber porque não, ou porque sim. O nosso prefeito é responsável, os vereadores também. Agora nós vamos podemos responder aos nossos servidores dentro da realidade e em sintonia com o governo”, observou.

O vereador Marcos Paulo avaliou que o estudo vai ser um norte para os funcionários públicos. "Queremos participar das dicussões que já virão a frente. Nós começamos tarde. O vereador Eduardo Nóbrega iniciou o processo primeiro. O nosso projeto está aberto para novas lideranças e aqui não temos nome fechado. Sobre o requerimento, reafirmo que o governo tem tratado o assunto com seriedade e se for necessário dizer não, nós faremos isso, porque não adianta aumentar e não pagar. Mas não podemos antecipar resultados ou ter pensamentos negativos. Vamos esperar a resposta conhecer a realidade e nos posicionar. Defendemos um governo sério, forte, como fomos às ruas defender. Estaremos juntos, ombreados, lado a lado", observou Paulinho.

O vereador Dr. Ronaldo Onishi agradeceu a adesão das vereadoras Rita de Cássia e Priscila Sampaio. Disse que o requerimento marca o início de uma nova fase na Casa, com a formação do grupo dos 9. "O que foi demonstrado é que se esse grupo tem um projeto político, assim como o vereador Eduardo Nóbrega tem um projeto político, que é legítimo também. A base do governo é forte e sólida", afirmou. 

Os vereadores também aprovaram na mesma sessão projeto de lei que confere homenagearam ao professor Almerio Lima Leite, dando o nome dele ao prédio do antigo Instituto Asas Brancas, que após acordo judicial será administrado pela prefeitura e reaberto na próxima semana, como abrigo municipal. O professor Almerio dedicou a sua vida em prol das crianças órfãs que viviam no antigo Asas Brancas até os 97 anos, quando faleceu.

“Seu Almerio era aviador, exerceu o cargo de diretor da Vasp e deixou um legado de altruísmo, humanidade, amor e solidariedade em nossa cidade”, afirmou Dr. Ronaldo Onishi.

21/04/2018

Governo diz que terá de adiar reajuste de servidor para fechar contas em 2019

Para tentar impedir a paralisação da máquina administrativa e dos investimentos públicos no ano...

21/04/2018

Vereador Marcos Paulo elogia atuação da GCM em Taboão da Serra

O vereador Marcos Paulo vem usando a tribuna da Câmara Municipal para elogiar o trabalho...

21/04/2018

Câmara Municipal aprova título de Cidadão Taboanense para o padre Weliton Angeli

Na sessão da última terça-feira, dia 17, os vereadores de Taboão da Serra aprovaram por...

21/04/2018

Presidente Joice Silva e as vereadoras Priscila e Rita receberam prêmio

A presidente da Câmara de Taboão da Serra, Joice Silva e as vereadoras Priscila Sampaio e Rita...

20/04/2018

Prefeito Fernando firma parceria com MP para implantação da Patrulha Guardiã

O prefeito Fernando Fernandes assinou na quinta-feira (3), o Termo de Cooperação com o...

20/04/2018

Anderson Nóbrega é nomeado novo secretário de esportes em Embu das Artes

Na tarde da última quinta-feira (19), em Embu das Artes, o prefeito Ney Santos nomeou Anderson...

18/04/2018

Senado aprova projeto que obriga escolas a combaterem bullying

O Senado aprovou, nesta terça-feira (17), o projeto que obriga as escolas a desestimularem seus...

17/04/2018

Após revisão, governo anuncia cancelamento de 422 mil benefícios sociais

Após um trabalho de revisão de benefícios sociais concedidos pelo governo federal, 422 mil serão...

14/04/2018

Câmara Municipal entrega título de Cidadão Taboanense ao padre Kirano

No último domingo, dia 8, a Câmara Municipal de Taboão da Serra entregou o título de Cidadão...

12/04/2018

4º Encontro de Autismo reuniu quase mil pessoas no Cemur, em Taboão

Quase mil pessoas participaram do 4º Encontro de Autismo de Taboão de Serra, realizado no...

21/04/2018

Febre amarela continua se expandindo pelo país

Embora os casos confirmados de febre amarela tenham diminuído no Brasil nas últimas três...

21/04/2018

Candidatos desempregados aceitariam ganhar menos que no emprego anterior

Pesquisa divulgada pela Robert Half, empresa de recrutamento e seleção, mostra que 70% dos...

21/04/2018

Governo diz que terá de adiar reajuste de servidor para fechar contas em 2019

Para tentar impedir a paralisação da máquina administrativa e dos investimentos públicos no ano...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.