Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Vereadores aprovam pedido de estudo sobre vale-transporte e dissídio dos servidores públicos de Taboão

Por Sandra Pereira | 24/05/2017

joice

Thiago Walter - FotógrafoSessão foi marcada pela aprovação do requerimento e ampliação do grupo dos 7 para grupo do 9

Os vereadores de Taboão da Serra aprovaram em regime de urgência na sessão desta terça-feira, 23, um requerimento solicitando ao governo estudo sobre a possibilidade de conceder aos servidores públicos municipais a implantação do vale- transporte e a aplicação do dissídio da categoria. A votação foi considerada histórica pelos autores do requerimento, que o avaliaram como uma forma de responder com clareza às demandas do funcionalismo, e, ao mesmo tempo rechaçaram as críticas de que o documento seria um ataque ao governo municipal. A prefeitura tem prazo de 15 dias para responder ao requerimento.

O documento foi apresentado em conjunto pela presidente da Câmara, Joice Silva, e os vereadores André Egydio, professor Moreira, José Aparecido Alves, o Cido, Johnatan Noventa, Marcos Paulo, Ronado Onishi, Rita de Cássia e Priscila Sampaio. Durante a apreciação do requerimento em plenário o requerimento foi subsscrito pelos vereadores Érica Franquini, Alex Bodinho, Carlinhos do Leme e Eduardo Nóbrega.

“Hoje, nós temos um grupo de nove vereadores e chegamos a conclusão que é preciso mostrar aos servidores a real situação da prefeitura com números e dados, deixando claro o que pode ou não ser feito. Não queremos mais ouvir histórias que vereador A, B ou C vai conseguir. A melhor forma de mostrar isso e esclarecer é através dos dados reais. Assim daremos resposta a todas as categorias, sem fazer politicagem e sem jogo com a categoria A ou B. Eu tenho confiança no governo. Nós não estamos colocando em xeque a palavra do prefeito, mas não podemos ter a nossa colocada também, por isso queremos responder de acordo com a realidade”, afirmou a presidente Joice Silva.

A novidade da sessão foi o fato das vereadoras Rita de Cássia e Priscila Sampaio passarem a integrar o chamado grupo dos 7 que agora passa a ser grupo dos 9. Além disso, chamou a atenção o fato do grupo revelar que quer participar ativamente da sucessão de 2020, como protagonistas e em projeto diferente do que vem defendendo a candidatura a prefeito de Eduardo Nóbrega.

 

Grupo dos 7 teve adesão das vereadoras Rita de Cássia e Priscila Sampaio e virou o grupo dos 9 

 

Nóbrega, por sua vez tentou contemporizar afirmando que os projetos não são opostos e vão se unir adiante. Para ele os vereadores querem ser atores do processo de sucessão, que segundo ele é legítimo. “A verdade é que os projetos se somam e não se colidem. Fico feliz de saber que a Câmara vai discutir com empenho essa questão”, disse Eduardo Nóbrega.

Em tribuna, todos os vereadores do grupo dos 9 reafirmaram seu compromisso com o governo, negaram estar pondo “faca no pescoço” e citaram a responsabilidade do prefeito, que apesar da crise vem pagando a folha em dia.

O vereador André Egydio afirmou que ficava à vontade para falar do projeto porque o governo já havia sinalizado com a intenção de implantar o vale transporte. “Esse requerimento vai permitir que o governo discuta com toda a base a realidade da administração. Vai dar transparência e mostrar ainda mais a seriedade do governo e da Câmara. Eu conheço nosso prefeito. Estou do lado dele e sei que é isso que ele quer”, afirmou.

A vereadora Rita de Cássia afirmou ser favorável ao estudo. “Sempre fui, sou e serei governo. Hoje estou muito feliz de dar essa resposta aos servidores”, afirmou, antes de confirmar sua adesão ao grupo dos 7.

Priscila Sampaio citou que foi a primeira vez que a Câmara pediu estudo para implantação do vale-transporte. “O que os servidores querem é saber porque não, ou porque sim. O nosso prefeito é responsável, os vereadores também. Agora nós vamos podemos responder aos nossos servidores dentro da realidade e em sintonia com o governo”, observou.

O vereador Marcos Paulo avaliou que o estudo vai ser um norte para os funcionários públicos. "Queremos participar das dicussões que já virão a frente. Nós começamos tarde. O vereador Eduardo Nóbrega iniciou o processo primeiro. O nosso projeto está aberto para novas lideranças e aqui não temos nome fechado. Sobre o requerimento, reafirmo que o governo tem tratado o assunto com seriedade e se for necessário dizer não, nós faremos isso, porque não adianta aumentar e não pagar. Mas não podemos antecipar resultados ou ter pensamentos negativos. Vamos esperar a resposta conhecer a realidade e nos posicionar. Defendemos um governo sério, forte, como fomos às ruas defender. Estaremos juntos, ombreados, lado a lado", observou Paulinho.

O vereador Dr. Ronaldo Onishi agradeceu a adesão das vereadoras Rita de Cássia e Priscila Sampaio. Disse que o requerimento marca o início de uma nova fase na Casa, com a formação do grupo dos 9. "O que foi demonstrado é que se esse grupo tem um projeto político, assim como o vereador Eduardo Nóbrega tem um projeto político, que é legítimo também. A base do governo é forte e sólida", afirmou. 

Os vereadores também aprovaram na mesma sessão projeto de lei que confere homenagearam ao professor Almerio Lima Leite, dando o nome dele ao prédio do antigo Instituto Asas Brancas, que após acordo judicial será administrado pela prefeitura e reaberto na próxima semana, como abrigo municipal. O professor Almerio dedicou a sua vida em prol das crianças órfãs que viviam no antigo Asas Brancas até os 97 anos, quando faleceu.

“Seu Almerio era aviador, exerceu o cargo de diretor da Vasp e deixou um legado de altruísmo, humanidade, amor e solidariedade em nossa cidade”, afirmou Dr. Ronaldo Onishi.

21/02/2018

Sessão solene festiva marcou comemoração dos 59 anos de Taboão

O aniversário de 59 anos de emancipação Político-Administrativa de Taboão da Serra foi celebrado...

20/02/2018

Câmara de Taboão realiza sessão Solene hoje pelos 59 anos da cidade

Na próxima terça-feira, dia 20, às 19h, a Câmara Municipal de Taboão da Serra realiza no Cemur a...

07/02/2018

Vereador Onishi comemora lei do auxílio aluguel para mulheres vítimas de violênc

O prefeito Fernando Fernandes sancionou o projeto de lei que determina a concessão de auxílio...

07/02/2018

Vereadores de Taboão aprovam nomes que vão receber medalha 19 de Fevereiro

Na volta do recesso parlamentar, nesta terça-feira, 6, os vereadores de Taboão da Serra...

06/02/2018

Temer vê dificuldade em aprovar reforma da Previdência depois de fevereiro

O presidente Michel Temer disse que o governo não pode ficar discutindo a reforma da Previdência...

06/02/2018

TCE aprova contas de Cido e Nóbrega na presidência da Câmara de Taboão

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) aprovou nesta terça-feira, 6, as contas dos ex-presidentes...

03/02/2018

PT de Embu expulsa vereador Doda; ele alega sofrer perseguição política

O Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores de Embu das Artes decidiu em votação unânime,...

02/02/2018

Temer diz que seu governo aguenta déficit, mas outros não

O presidente Michel Temer disse nesta sexta-feira (2) que insiste na reforma da Previdência...

21/01/2018

Mesmo em recesso, Câmara Municipal de Taboão da Serra continua com atendimento

Durante o mês de janeiro a Câmara Municipal de Taboão da Serra permanece em recesso parlamentar....

19/01/2018

Taboão da Serra inaugura sede do Corpo de Bombeiros

Já está em operação o novo Posto do Corpo de Bombeiros da cidade de Taboão da Serra. A sede...

21/02/2018

Operação Harpócrates prendeu 33 pedófilos em Taboão, Embu e região

A Polícia Civil de Taboão da Serra prendeu, na manhã desta terça-feira (20), 33 pessoas acusadas...

21/02/2018

Grávida de 9 meses está presa por furto de comida em um mercado de Taboão

Desde 28 de janeiro, Cristiane Ferreira Pinto, grávida de 9 meses e mãe de dois filhos – um de...

21/02/2018

Embu comemorou 59 anos em sessão solene e entrega de medalhas

A Câmara de Embu das Artes realizou sessão solene no domingo, 18, em celebração pelos 59 anos de...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.