Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Esporte

Prefeitura de Itapecerica junta veteranos e novatos em noite de Mini-Torneio de Vôlei

Por Departamento de Comunicação da Prefeitura de Itapecerica da Serra | 17/05/2017

volei

Divulgação Os alunos aprovaram o evento, superaram a cobrança da torcida e aproveitaram a oportunidade para crescimento e aprendizado. 

A prefeitura de Itapecerica da Serra, através da Secretaria de Esporte e Lazer, juntou veteranos e novatos para partidas especiais no Mini-Torneio de Vôlei, em evento de homenagem ao aniversário da cidade. À frente da rede, nas rodadas disputadas no ginásio João Galera, na noite de sexta-feira (12), jovens e adolescentes de 14 a 18 anos da cidade, além de um time convidado de Embu-Guaçu.

“Ao participar de uma competição com proposta de lazer, mas com regras oficias, conforme a proposta do prefeito Jorge Costa, o novato passa a ter um conhecimento que ajudará no seu fortalecimento como praticante da modalidade”, destacou Valdomiro de Freitas Dias (Miro), secretário de Esporte e Lazer de Itapecerica da Serra.

Para a professora de vôlei do ginásio João Galera, Cristina Caetano, o Mini-Torneio de Vôlei proporcionou um momento de lazer, mas acima de tudo, de muito aprendizado. “Os alunos aprovaram o evento, superaram a cobrança da torcida e aproveitaram a oportunidade para crescimento e aprendizado”, explicou a professora.

Um dos atletas do Mini-Torneio de Vôlei, Breno Jacob Majewskj, 14, disse que entrou para o vôlei por diversão, mas ao aprender as regras, o esporte se tornou uma das coisas mais importantes de sua vida, e mais, revela que vê na modalidade um dos meios para o seu crescimento profissional.

“O governo devia realizar esse evento mais vezes, porque acredito ser uma forma eficiente de fazer com que os jovens cresçam cada vez mais e, com boas possibilidades de um futuro melhor. Eu, por exemplo, pretendo entrar em uma faculdade, através do vôlei, e jogar em um time profissional”, revelou.

Já para a atleta Giovanna Marcondes, 15, o Mini-Torneio foi de grande aprendizado. “Estou há dois anos no vôlei, joguei com alunas iniciantes, que treinam há três meses, então a experiência foi muito boa porque cada uma deu o seu melhor; e juntas, trabalhamos tanto o controle do nervosismo quanto a pressão vinda da torcida adversária”, concluiu.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.