Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Educação

Prefeito se opõe e educadores decidem manter greve em Taboão

Por Luciana Santos | 11/05/2017

professores

Divulgação Servidores entenderam que o prazo dado pelo prefeito era muito longo para que houvesse a reunião e possível negociação

Servidores e prefeitura não conseguem entrar em acordo e grevistas decidem por manter a greve. Prefeito Fernando Fernandes (PSDB) solicitou fim da greve em troca de uma reunião no próximo dia 25 para discutir reivindicações dos educadores.

Em mais uma assembléia realizada na manhã da última quarta-feira (10), educadores rejeitam pedido solicitado pelo prefeito Fernando, no qual solicitava o encerramento da greve em troca de reunião. Os grevistas entendem que se a greve for encerrada seria como uma derrota da categoria e desmobilizaria todo movimento.

O presidente do Siproem Adenir informou que a urgência agora está na mão do prefeito. Que o movimento está forte para manter a greve até que o prefeito resolva atender a comissão para discutir sobre as reivindicações.

 Servidores entenderam que o prazo dado pelo prefeito era muito longo para que houvesse a reunião e possível negociação. Como a greve já dura mais de 15 dias seria inviável aceitar a imposição do prefeito. Após a decisão os servidores vão intensificar ações como caminhadas e protestos em pontos distintos do município.

A próxima assembléia foi marcada para próxima quarta-feira dia 17, nele os servidores irão discutir mais uma vez sobre a manutenção da greve. As principais reivindicações da categoria é o reajuste salarial, com base na inflação dos últimos 12 meses, e a concessão de vale-transportes.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.