Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Saúde

Fechamento de Farmácia Popular prejudica pacientes de baixa renda, afirma especialista

Por Assessoria de Imprensa | 10/05/2017

afarma700

Divulgação - Google Imagens A partir deste mês, o Ministério da Saúde fecha as 393 unidades da rede própria do programa que distribui remédios gratuitamente. Especialista do escritório Nakano Advogados Associados comenta as poss&iac

A partir deste mês, os pacientes de baixa renda ou que dependem de medicamentos importantes que até então eram distribuídos gratuitamente enfrentarão mais uma dificuldade. É que neste mês de maio serão fechadas as 393 unidades da rede própria do programa Farmácia Popular, de distribuição de medicamentos gratuitos ou com até 90% de desconto. Agora, os produtos serão distribuídos unicamente pela rede de farmácias conveniadas. E essa medida do Ministério da Saúde prejudica os pacientes.

É o que afirma a advogada especializada em Direito à Saúde, Claudia Nakano, do escritório Nakano Advogados Associados. “O fechamento das centenas de unidades Farmácia Popular vai afetar principalmente os pacientes que procuram por medicamentos específicos e que não são encontrados facilmente nas farmácias conveniadas”, ela pontua.

A quantidade de remédios ofertados pode diminuir em cerca de 72%. Na rede própria, são ofertados, hoje, 112 medicamentos – sendo os mais procurados os remédios para hipertensão, diabetes e asma. Já nas drogarias com desconto são disponibilizados apenas 32 medicamentos. Caso o remédio que o paciente necessita não esteja disponível nas conveniadas, o paciente precisará se informar para saber onde consegui-lo.

“Todo o processo ficará mais dispendioso para a população carente que faz uso desse serviço. Além de ser responsável por procurar uma unidade básica de saúde para descobrir onde encontrar o remédio, corre-se o risco de acabar tendo que pagar o valor cheio em uma farmácia particular comum”, avalia.

A especialista alerta também para a dificuldade que isso poderá trazer aos moradores mais carentes que vivem longe dos grandes centros, nas cidades do interior. “Quem mora nas capitais pode encontrar alternativas, mais recursos, já que os governos estaduais e municipais têm alguns outros programas de fornecimento de remédios. Porém, em muitas cidades do interior, a Farmácia Popular é a única opção para quem toma medicamentos onerosos e de uso contínuo”, conclui.

Segundo o Governo Federal, a desativação da rede própria irá economizar aproximadamente R$ 80 milhões para os cofres públicos. A intenção é repassar o montante para a compra de medicamentos.

19/07/2017

Brasil terá fábrica de testes de zika e chikungunya

O laboratório alemão EUROIMMUN, líder mundial em diagnóstico autoimune e o único no Brasil a...

16/07/2017

Instituto Edusa vai assumir saúde de Embu das Artes dia 1º de agosto

Cumprindo uma das suas principais propostas de campanha a administração do prefeito Ney Santos...

14/07/2017

Saúde de Taboão da Serra inaugura Oficina de Aleitamento Materno

A Secretaria de Saúde de Taboão da Serra dá um novo passo para a promoção de políticas públicas...

12/07/2017

Profissionais de Saúde iniciam formação voltada às urgências em Itapecerica

Desenvolvido pelo Hospital Alemão Oswaldo Cruz em parceria com o Ministério da Saúde (MS) no...

11/07/2017

ANS abre consulta para inclusão de medicamento para esclerose múltipla

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) acaba de lançar consulta pública (CP) para a...

05/07/2017

Frio quebra recorde em várias capitais do Brasil. Saiba como evitar as doenças c

29/06/2017

Campanha de vacinação contra a gripe é prorrogada até 7 de julho

A campanha de vacinação contra a gripe foi prorrogada até o próximo dia 7 de julho. O objetivo...

27/06/2017

Saiba como acabar com o ronco e melhorar sua noite de sono

Muitas pessoas apresentam algum tipo de distúrbio durante o sono e um dos mais comuns é o ronco,...

26/06/2017

Cirurgia plástica no inverno traz benefícios que vão do pós-operatório à rotina

Quando começa a preparação para a realização de uma cirurgia plástica, uma das dúvidas mais...

21/07/2017

Prefeitura de Embu traz novo modelo de gestão para alimentação escolar

21/07/2017

Itapecerica tem Semana do Empreendedorismo em Ação entre 31/07 e 03/08

A Prefeitura de Itapecerica da Serra e o Sebrae-SP realizam entre 31 de julho a 3 de agosto a...

21/07/2017

Atenção para o licenciamento: julho é o mês de veículos com placas final 4

Os proprietários de veículos com placas final 4 já podem fazer o licenciamento. A data limite...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.