Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Transporte e Trânsito

Audiência pública na Câmara Municipal discute polêmica convivência entre Uber e taxistas em Taboão da Serra

Por Assessoria de Imprensa da Câmara de Taboão | 20/04/2017

uber

Divulgação O secretário de Mobilidade Urbana, Gerson P

A Comissão de Trânsito e Transporte da Câmara Municipal de Taboão da Serra debateu nesta quarta-feira, dia 19, diversos temas, destaque para a questão do Uber e dos taxistas que disputam o mesmo público, em condições que ainda precisam ser definidas pelo município. Participaram cerca de 150 taxistas e o secretário de Mobilidade Urbana, Gerson Brito.

Segundo os representantes dos taxistas, a concorrência com aplicativos como o Uber torna o mercado desigual. “O que aflige a categoria hoje são esses aplicativos que não estão deixando a gente sobreviver, temos família. Meu pedido é que olhem pela categoria. Eles não pagam impostos, não tem nenhum registro na cidade, é uma forma de transporte clandestino”, disse Ronaldo, representante dos taxistas.

Os vereadores ouviram cerca de 15 taxistas que apresentaram sugestões para a categoria. Ideias como a criação de um aplicativo exclusivo para os táxis de Taboão da Serra, multas para motoristas tipo Uber que não estiverem cadastrados na prefeitura, além da regulamentação desse tipo de serviço foram colocadas em debate.

O vereador Marcos Paulo fez um balanço positivo da audiência pública. “Foi muito importante para que o Poder Público possa tomar medidas que não prejudique ninguém, nem os taxistas e nem os usuários. Ouvimos hoje a categoria e vamos ouvir também a população. Vamos discutir a legalidade, queremos dar segurança, o que defendemos é um transporte digno para nossos munícipes”.

O secretário de Mobilidade Urbana, Gerson Pereira, apresentou uma série de medidas que estão sendo tomadas pela prefeitura. “Estamos fazendo um cadastro dos motoristas Uber, até agora apenas 10 se cadastraram”. Além disso, uma das propostas que será colocada em prática é o Táxi Seguro, um selo com código QR Code que será colado em todos os táxis com informações sobre o veículo e o motorista, aumentando a segurança dos usuários e incentivando esse tipo de transporte.

“Essa reunião foi um sucesso, temos que ouvir as angústias da categoria. Realmente existe uma invasão dos aplicativos que trazem para cá motoristas de outras cidades. Vai ser discutido na Câmara e com o prefeito para a criação de uma multa para quem transporta de forma clandestina. Esses carros não são seguros, não sabemos as condições dos carros, não sabemos quem são os motoristas. É uma viagem no escuro”, resumiu Gerson Brito.

Uma nova audiência deve acontecer em maio para a apresentação de novas propostas para a categoria e soluções para a fiscalização mais efetiva do transporte feito através de chamadas por aplicativos.

Municipalização

Outro tema abordado na audiência foi a municipalização da Rodovia Régis Bittencourt que deve acontecer nos próximos anos. Segundo Gerson Brito, o prefeito Fernando Fernandes já assinou a minuta do contrato com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e o município aguarda obras de drenagem e a ampliação do viaduto do Pq. Pinheiros para assumir o controle do trecho que corta Taboão da Serra.

Segundo o vereador Marcos Paulo, a medida é bem-vinda porque dá autonomia a prefeitura de realizar obras e novas ligações entre bairros que hoje estão separados pela BR-116. “A cidade deve aprovar essa questão da municipalização, vamos realizar audiências para debater essa questão junto com os moradores. Essa é uma novidade que temos que discutir”.

Participaram da audiência pública os vereadores Marcos Paulo, presidente da Comissão, Carlinhos do Leme, Johnatan Noventa, André Egydio, Cido da Ya Farma e Ronaldo Onishi.

 

25/05/2017

ANTT aprovou projeto do retorno na Régis para atender Taboão da  Embu

A Autopista Régis Bittencourt informou por meio de nota enviada à reportagem do Jornal na Net...

24/05/2017

Vereadores cobram Bombeiros sobre AVCB do Pátio de Embu das Artes

Vereadores de Embu das Artes aprovaram durante a última sessão Legislativa um ofício ao Corpo de...

18/05/2017

Licenciamento: maio é o mês dos veículos com placa final 2

Quem tem veículo com placa final 2 fique atento: maio é o mês do licenciamento obrigatório. Caso...

17/05/2017

 Usuários do transporte público criticam má qualidade de ponto de ônibus na BR

Há pouco mais de uma semana Autopista Régis Bittencourt atendeu uma reivindicação antiga dos...

17/05/2017

IPEM-SP verifica radares na capital paulista nesta quarta-feira (17)

O Instituto de Pesos e Medidas do Estado (IPEM-SP) examina diariamente os radares em ruas e...

11/05/2017

Comissão de Transporte da Câmara de Taboão aprofunda debate municipalização

A Comissão de Transporte da Câmara Municipal de Taboão da Serra realizou audiência pública nesta...

10/05/2017

Cartão BOM deixará de ser obrigatório nos terminais a partir do dia 12

A Secretaria dos Transportes Metropolitanos de São Paulo informou nesta terça-feira, 9, que a...

10/05/2017

Moradores reclamam da falta de iluminação no terminal do Jardim Vazame

A mais de um mês os moradores do Jardim Vazame reclamam da falta de iluminação no terminal de...

09/05/2017

Alckmin prorroga isenção de ICMS para taxistas

O governador Geraldo Alckmin assinou nesta segunda-feira, 8 de maio, decreto que altera o...

28/04/2017

Manifestantes fecham Régis param a região por causa da greve geral

A greve geral deflagrada em protesto contra as reformas da previdência e trabalhista...

25/05/2017

Contas de Taboão estão em dia, mas capacidade financeira está no limite

O vereador José Aparecido Alves, o Cido, elogiou a condução da audiência pública e a atuação do...

25/05/2017

ANTT aprovou projeto do retorno na Régis para atender Taboão da  Embu

A Autopista Régis Bittencourt informou por meio de nota enviada à reportagem do Jornal na Net...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.