Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Educação

Escola estadual que ameaça desabar em Itapecerica tem aulas normais

Por | 25/10/2010

escola_1_350.JPG

Escola está em obras; alunos continuam assistindo as aulas normalmente

A escola Estadual Jardim Montesano de Itapecerica da Serra, fechada duas vezes por apresentar rachaduras e sofrer dois tremores continua funcionando normalmente. Apesar do medo de ocorrer uma tragédia no local os estudantes continuam frequentando as aulas em meio a obras de reparo. O remanejamento dos alunos deveria ser realizado pela Diretoria de Ensino, mas até o momento a providência não foi tomada.

“As aulas continuam normalmente. No começo (após dois dias dos tremores), os alunos entravam pelo outro lado da escola, mais para garantir a segurança mesmo. Após a visita dos engenheiros tudo voltou ao normal”, contou uma funcionária que não quis se identificar.

Apesar de várias paredes apresentarem rachaduras, as rampas de acesso ao piso superior estarem balançando e o muro que cerca a escola ameaçar a desabar, os alunos continuam dentro do imóvel após o laudo de três engenheiros, um deles Fausto Amadeu Favale que afirma que a escola não apresenta nenhum perigo de cair e que as rachaduras estão dentro do padrão de dilatação.

Depois de interditar por duas vezes a escola e afirmar a Reportagem do Jornal na Net que o objetivo era preservar vidas o coordenador da Defesa Civil da cidade, Mauricio Rocha ressaltou que o laudo solicitado foi entregue e que os engenheiros se responsabilizam pela estrutura da escola.

“A Defesa Civil e os Bombeiros solicitaram uma análise técnica dos engenheiros, como foi comprovado através do laudo que a escola não tem perigo de cair, não temos mais o que questionar. A nossa parte foi feita, analisamos pela estrutura, mas sem conhecimento técnico”, explicou Mauricio.

Dentro da escola Jardim Montesano a Reportagem do Jornal na Net notou que restos de construção estão espalhados no interior da escola e que as rachaduras que segundo os alunos apareceram há dois anos, após a inauguração foram cobertas com cimento. “Eles (responsáveis pela obra), já arrumaram o piso, acabaram com a infiltração no jardim de inverno, taparam as rachaduras e irão demolir o muro de trás. As devidas providências estão sendo tomadas”, contou uma funcionária.

A situação precária da escola construída há apenas seis anos, numa parceria entre a prefeitura de Itapecerica e o governo do Estado provocou muita indignação e revolta na comunidade escolar. Mas, de acordo com alguns alunos, depois da visita dos engenheiros o medo diminuiu. “Agora sim consigo estudar com mais tranquilidade. Após os tremores, uma parte ficou interditada, mas agora tudo voltou ao normal”, disse um aluno que não quis se identificar.

Segundo informações os engenheiros cogitaram que a escola balançou devido a resíduos de cimento na rampa. “Eles ainda estão estudando para ver os reais motivos do acontecido. Enquanto isso, tudo voltou ao normal. A visita dos engenheiros nos tranquilizou”, finalizou um funcionário.

De acordo com funcionários, a escola tem 396 alunos, sendo 262 do ensino fundamental e 134 do ensino médio que estudam em dois períodos (manhã e noite).

Confira mais fotos da escola e sua estrutura:

escola_2_350.JPG

As rachaduras foram arrumadas com cimento

escola_3_350.JPG

As outras paredes com rachaduras também foram arrumadas

escola_5_350.JPG

Apesar das obras, as grades que desde o início estavam tortas continuam do mesmo jeito

escola_6_350.JPG

Alunos jogam ping pong em parte que estava inteditada com tapumes

escola_350.JPG

Em um mês, pichações são encontradas em muro interno e externo

18/10/2017

Inscrições para cursos gratuitos por ensino à distância são abertas em Embu

A Prefeitura de Embu das Artes, por meio da Secretaria de Trabalho e Emprego em parceria com...

16/10/2017

Carreira de professor desperta cada vez menos o interesse de jovens

A falta de reconhecimento e de condições de trabalho tem atraído cada vez menos alunos para uma...

11/10/2017

Vereador André Egydio é atendido e Bom Escolar é implantado no Poupatempo

O vereador Dr. André Egydio (PSDB) teve, mais uma vez, suas solicitações atendidas pelo...

10/10/2017

Brasil deve reduzir desigualdades na educação para cumprir metas, diz estudo

A redução das desigualdades entre as regiões brasileiras no acesso e na qualidade da educação é...

10/10/2017

Enem 2017 terá detectores de metal em todos os banheiros, diz Inep

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017 vai utilizar 67 mil detectores de metal, de acordo...

08/10/2017

Núcleo de Formação para Futuros Cidadãos forma 40 alunos em Itapecerica

A Escola Asas Brancas da Serra, em Itapecerica da Serra, recebeu recentemente a formatura de 40...

06/10/2017

Escola Estadual do Jd. São Luiz II passa a se chamar EE Professor Henrique Costa

A direção da Escola Estadual Jd. São Luiz II, em Embu das Artes, promoveu um evento para...

04/10/2017

Escola E. M. Marajoara em Embu está em clima de Olimpíada Literária

Desde o lançamento do Edital da Olimpíada Literária em agosto deste ano, o clima mágico vivido...

29/09/2017

Inscrições abertas para cursos do SENAC em parceria com a Prefeitura de Taboão

Uma parceria entre a Prefeitura de Taboão da Serra, através da Secretaria de Desenvolvimento...

24/09/2017

Matematicando transforma Parque das Hortênsias em sala de aula ao ar livre

Pelo terceiro ano seguido o Parque das Hortênsias, em Taboão da Serra, se transformou em uma...

19/10/2017

Campanha “Olhar do Bem” continua recebendo doação de óculos

Uma iniciativa do Fundo Social de Solidariedade e das Óticas Panamby vem ajudando pessoas com a...

19/10/2017

Embu recebe espetáculo de dança que investiga processos de autorreconhecimento

No próximo domingo (22/out), o Teatro Popular Solano Trindade recebe o espetáculo de dança...

19/10/2017

Polícia Militar abre concurso para formação de oficiais

A Polícia Militar do Estado de São Paulo abriu inscrições para a realização de concurso público...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.