Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

Paralisação de 24 horas reúne sindicatos e várias categorias contra Reforma da Previdência

Por Sandra Pereira | 14/03/2017

paralizacao

Divulgação - Google Imagens

O Sindicato dos Motoristas de São Paulo, os Metroviários, Professores e várias categorias confirmaram adesão ao movimento nacional de paralisação contra as Reformas Previdenciária e Trabalhista nesta quarta-feira, dia 15. O Metrô e a SPTrans obtiveram liminar impedijdo a paralisação mas os representantes das categorias afirmaram não terem sido notificados e disseram que as paralisações estão mantidas. 

Nesta data, chamada de Dia Nacional de Paralisação e Mobilização, serão realizadas greves e manifestações em todo o Brasil contra as Reformas da Previdência e Trabalhista.

O Sindicato dos Motoristas de São Paulo iniciam paralisação a partir da meia noite desta quarta-feira. A proposta é de que os ônibus sejam recolhidos para as garagens e fiquem sem circular até às 10 horas da manhã.

Uma assembleia será realizada pelos metroviários na noite desta terça para organizar a paralisação no dia seguinte.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.