Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Embu supera Taboão e passa a ser a cidade com maior arrecadação da região

Por Sandra Pereira | 12/03/2017

embus900

DivulgaçãoEmbu já foi mais “pobre” em arrecadação do que Itapecerica e agora é a primeira colocada no ranking regional&8203;

Os dados oficiais da Secretaria da Fazenda revelam que Embu das Artes é a cidade que mais recebe repasses do governo estadual entre os municípios da região. Quando somados os valores que o município recebe com a arrecadação de ICMS, IPVA e outros recursos oriundos do governo do estado Embu ultrapassa Taboão da Serra e se distancia e muito de Itapecerica, São Lourenço, Juquitiba e Embu-Guaçu. As informações atestando o crescimento da arrecadação de Embu das Artes constam na edição 1161, do Jornal Folha de Embu.

De acordo com a publicação em 2016, o montante de recursos recebidos do governo do estado no Embu totalizou R$ 160.745,336.

No mesmo período Taboão da Serra recebeu R$155.914,411. Já Itapecerica foi contemplada com menos da metade dos recursos enviados ao Embu ficando com R$ 73.633.909.

Também em 2016, segundo a Folha de Embu, Embu- Guaçu recebeu R$ 24.285,238 dos cofres estaduais. As menores arrecadações na região ficam com Juquitiba R$ 9.705.809 e São Lourenço R$ 5.229.732.

Quando observamos o quadro de evolução dos repasses de recursos estaduais fica evidente que Embu foi a cidade que mais cresceu em arrecadação. Saindo de R$ 15.194.833 em 1996, chegando a pouco mais de R$ 18 milhões em 2000.Em 2004 o valor atingiu R$27.297.178.No ano de 2008 a arrecadação já era de R$50.835,215.

Embu fechou o ano de 2012 recebendo R$ 104.118.246 e em 2016 atingiu maior patamar fechando em R$ 160.745.336. Até 2016 a arrecadação de Taboão da Serra era superior a de Embu. Em 1996 Taboão recebia quase o dobro de recursos que Embu. O ano passado a situação se inverteu em favor da cidade das artes.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.