Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Transporte e Trânsito

Itapecerica registrou 28 mortes no trânsito em 2016, Embu teve 24 e Taboão 12 mortes no período

Por Sandra Pereira | 5/02/2017

acidente900

Divulgação - Google ImagensTaboão da Serra é a cidade do Conisud com menor índice de acidentes com mortes

Os dados do Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo (Infosiga) comprovam que Itapecerica da Serra foi a cidade da região com maior quantidade de mortes no trânsito em 2016. Ao todo foram 28 mortes, sendo que dezembro foi o mês mais violento com 5 óbitos.

Embu das Artes fica em segundo lugar no ranking das cidades onde mais pessoas morreram vítimas de acidentes de trânsito no ano passado. Foram 24 pessoas mortas. Os meses de maio e outubro foram os mais violentos com 5 óbitos cada. Em agosto a cidade não registrou mortes.

Taboão da Serra desponta no índice regional como a cidade menos violenta no trânsito. Os dados apontam que 12 pessoas morreram devido a acidentes de trânsito, três em março. Nos meses de abril, julho e setembro o município não sofreu mortes.

Os dados do Infosiga são uma ferramenta do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito,  um programa do Governo do Estado de São Paulo que tem como principal objetivo reduzir pela metade as vítimas fatais nos acidentes de trânsito no Estado de São Paulo até 2020 . O programa nasceu inspirado na Década de Ação Pela Segurança Viária, período de 2011 a 2020 estabelecido pela Organização das Nações Unidas para chamar atenção para a questão da violência no trânsito.

O infosiga é um banco de dados que reúne informações de acidentes de trânsito de diversas fontes. Com esse mapeamento, as ações serão traçadas com ainda mais precisão, resultando em benefício a toda a sociedade.  As informações são atualizadas mensalmente e contam com dados sobre perfil do acidente, da vítima e da frota.

O objetivo da iniciativa é mapear os acidentes e óbitos no trânsito no Estado de São Paulo e fornecer subsídios para que o Movimento Paulista de Segurança no Trânsito possa elaborar e desenvolver políticas públicas e ações para alcançar a meta de reduzir pela metade as vítimas fatais nos acidentes de trânsito até 2020.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.