Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Saúde

Banco de Alimentos de Embu ajuda a combater a fome na cidade

Por Karen Santiago | 20/10/2010

banco_de_alimentos_7_350.JPG

Banco de Alimentos mata a fome na cidade

Visando combater a fome no município por meio de captação de alimentos desperdiçados ao longo da cadeia produtiva, e, distribuí-los para as famílias em situação de insegurança alimentar promovendo a inclusão social, o Banco Municipal de Alimentos de Embu das Artes vem se destacando como referência no combate e a desnutrição de pessoas carentes de toda a cidade.

De acordo com a nutricionista Heloiza Brito de Assis, 2.500 famílias são cadastradas no banco de alimentos e recebem uma vez por semana uma sacola contendo alimentos perecíveis e não perecíveis, além de hortaliças, frutas, verduras e legumes. “As famílias são contempladas pelo período de seis meses e precisam se encaixar em todos os requisitos, sendo que um deles é apresentar que estão em situação de insegurança alimentar e nutricional”, explicou.

Criado em novembro de 2002 o Banco Municipal de Alimentos, instituição sem fins lucrativos beneficia também 110 pacientes com sacolas reforçadas. “Por meio destas sacolas oferecemos suporte nutricional para esses pacientes que sofrem com alguma patologia. Além disso, distribuímos para mais 2.500 pessoas que vivem em creches, abrigos, centro educacionais de dependente químicos e por meio de sopões comunitários”, ressaltou Cristina Assef Sallit, Diretora de Segurança Alimentar e Nutricional.

A iniciativa da prefeitura através da Secretaria de Cidadania e Assistência Social que integra o Programa Fome Zero do governo federal, ligado ao Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) conseguiu por meio do Programa de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar (PAA), mais dois caminhões para agilizar na entrega dos alimentos.

Após recolher as doações, o Banco higieniza, seleciona, pesa, armazena, embala e disponibiliza os alimentos para distribuição. Representantes das entidades sociais credenciadas recebem semanalmente as sacolas que contêm gêneros duráveis e perecíveis. Já nas entidades, elas são entregues diretamente às pessoas cadastradas. “Cerca de 90 entidades parceiras, são cadastradas no banco de alimentos e distribuem para as famílias as sacolas, uma vez por semana”, disse Heloiza.

Os alimentos naturais como batatas, alface, tomate, e industrializados (cacau em pó e sucos longa-vida, por exemplo), são doados. E a Prefeitura da cidade em contrapartida fornece alimentos não-perecíveis: arroz, feijão, macarrão e óleo. A principal doadora de alimentos naturais é a Ceagesp.

No período de seis meses as famílias cadastradas recebem orientação nutricional, de assistência social e são levadas a integrar programas educacionais e profissionalizantes. O objetivo é promover a emancipação social dessas pessoas para que melhorem suas condições de vida. A instituição presta orientação nutricional e assistência social: ensina às famílias como higienizar e aproveitar bem os alimentos e articula sua inclusão em programas de alfabetização, capacitação profissional e geração de trabalho e renda, de acordo com o perfil do beneficiário.

De janeiro a setembro deste ano, o Banco de Alimentos de Embu distribuiu mais de 738 mil quilos de alimentos, 218.855 toneladas captadas de doadores e 261.416 provenientes da contrapartida da Prefeitura. No Banco além de serem preparadas as sacolas, também são realizadas receitas, na cozinha experimental. Todas as receitas são encaminhadas para as famílias cadastradas. “Muitas vezes o alimento é doado muito maduro e como o consumo deve ser feito mais rápido, realizamos receitas e as famílias recebem tudo pronto”, contou a Nutricionista Heloiza.

A Diretora de Segurança Alimentar e Nutricional, Cristina Assef afirmou a Reportagem do Jornal na Net que por meio do Programa o Restaurante Popular, em construção na cidade irá oferecer cerca de 1.000 refeições por dia. “As refeições serão em preços populares com cardápio balanceado”, concluiu.

O Banco conta com cerca de 40 funcionários, em sua maioria da Frente de Trabalho que se distribuem em setores de Administração, triagem, manipulação, pesagem, armazenamento, embalagem e distribuição. Graças a dois convênios firmados com o MDS, o banco adquiriu novos equipamentos. Possui freezeres, balanças, seladora à vácuo, leitora de código de barras e uma esteira elétrica para facilitar o transporte das sacolas de alimentos e agilizar o trabalho.

O prédio é adequado às normas da Vigilância Sanitária e inclui tanques para sanitizar frutas, verduras e legumes. Dispõe ainda de uma câmera fria para conservação de gêneros perecíveis, sala de treinamento e Cozinha Experimental.

Serviço:
Banco Municipal de Alimentos de Embu
Rua Castro Alves, 135 – Centro – Embu
Telefone: (11) 4704 0711 / 4704 0896

Confira mais fotos do Banco:

banco de alimentos 3 350_1.JPG

Cozinha experimental: receitas são produzidas e encaminhadas para as famílias

banco_de_alimentos_2_350.JPG

Pré-seleção de alimentos: os que são doados passam por este setor

banco_de_alimentos_4_350.JPG

Este é um dos estoques do Banco de Alimentos - Cestas para o natal serão confecciondas com estes alimentos

banco_de_alimentos_6_350.JPG

Outro estoque de alimentos também de doação e contrapartida da Prefeitura

banco_de_alimentos_5_350.JPG

Momento de preparar as sacolas que são encaminhadas para as entidades credenciadas que distribuem para as famílias

Eléia Zilpa de Figueiredo

gostaria de receber como sugestão o modelo do uniforme do banco de alimentos daí.Estamos para confeccionar o nosso e é sempre bom termos novas idéias. Atenciosamente.

26/06/2017

Cirurgia plástica no inverno traz benefícios que vão do pós-operatório à rotina

Quando começa a preparação para a realização de uma cirurgia plástica, uma das dúvidas mais...

18/06/2017

Profissões: no Icesp, equipe se especializa em tratar ‘dor da alma’

Dizem que na vida só há uma certeza: a de que todos somos finitos. Como lidar com essa verdade,...

13/06/2017

Excesso de peso matou 4 milhões de pessoas no mundo em apenas um ano

Estudo feito pela Universidade de Washington aponta a obesidade como uma crise de saúde pública...

09/06/2017

Simulado Start é aplicado para profissionais do SAMU de Taboão

Profissionais do SAMU de Taboão da Serra (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) participaram...

09/06/2017

Insônia pode ser intensificada com mudanças climáticas drásticas

A insônia pode aparecer por diversos motivos, como ansiedade, estresse ou depressão. Mas...

09/06/2017

Prefeitura de Taboão imuniza 54 pessoas em situação de rua contra a gripe

A Prefeitura de Taboão da Serra realizou na quinta-feira, 8 de junho, um mutirão de vacinação...

09/06/2017

Secretaria de Saúde de Taboão lança Programa Rede de Proteção ao Adolescente

O Programa Rede de Proteção ao Adolescente lançado em Taboão da Serra pela Secretaria de Saúde...

06/06/2017

Governo do Estado de São Paulo solicita 31 milhões de doses extras da vacina

Diante da recomendação feita na última sexta-feira, 2, pelo Ministério da Saúde em ampliar a...

04/06/2017

Vacina contra o vírus H1N1 é prorrogada até o próximo dia 09

O Ministério da Saúde prorrogou até o dia 09 de junho a campanha de vacinação contra o vírus...

03/06/2017

ANS determina suspensão da venda de 38 planos de saúde

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) determinou a suspensão da comercialização...

26/06/2017

Jovem PM feminina inspira e incentiva sonhos de estudantes em Taboão

Com sorriso aberto, simplicidade, carisma, olhos e rosto bem maquiados a policial militar Sara...

26/06/2017

Polícia Civil prende homem que extorquia mulher com vídeo erótico

Na tarde de quarta-feira (21/6), policiais civis do 92º Distrito Policial (Decap) prenderam um...

26/06/2017

Eleição define as integrantes do Conselho da Mulher de Itapecerica da Serra

Uma eleição geral realizada na tarde dessa segunda-feira (19), no Auditório José David...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.