Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Saúde

Oficina de Aproveitamento de Alimentos encerra Semana Mundial de Alimentação em Embu

Por | 19/10/2010

alimentacao.JPG

Oficina ensinou moradores a consumirem alimentos de qualidade

Em comemoração ao Dia Mundial da Alimentação, 16 de outubro a cidade de Embu das Artes preparou três dias em homenagem a data que é celebrada há 27 anos em mais de 180 países e que marca a criação da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação.

Para encerrar a semana o Conselho Municipal de Segurança Alimentar (Comsea) em parceria com o Banco de Alimentos Municipal e o Projeto Colhendo Sustentabilidade realizou a Oficina de Aproveitamento Integral de Alimentos na Comunidade Servidão no bairro Vista Alegre, nesta terça-feira, 19.

De acordo com Silvana Ribeiro, vice-presidente do Comsea a oficina tem por objetivo incentivar os moradores a comerem melhor e reaproveitar o alimento usado, que muitas vezes é jogado fora. “Além disso, os moradores do bairro que já participam da Horta aprendem a plantar e cultivar os alimentos”, afirmou.

Com dicas importantes de como armazenar, limpar e usar os alimentos de forma adequada, integrantes do Banco Municipal de Alimentos da cidade como nutricionistas animaram cerca de 60 moradores que participaram ativamente da oficina por meio de perguntas e aprenderam três receitas rápidas, com baixo valor calórico e que podem ser preparadas com os alimentos que são distribuídos na sacola disponibilizada pelo Banco de Alimentos, uma vez por semana para cerca de 2.500 famílias cadastradas.

O Colhendo Sustentabilidade é uma ação que promove a geração de trabalho e renda através das hortas comunitárias onde a comunidade faz o plantio para gerar alimento e comercializar o excedente. “Muitos dos que participam das hortas são aposentados que sem trabalhar conseguem por meio do plantio uma vida de qualidade e com grande expectativa. Eles (moradores) já montaram com os vegetais plantados e colhidos da horta uma barraca no Parque Francisco Rizzo toda a quarta-feira, das 7h às 11h”, contou orgulhosa  Luana Cruz, Agrônoma do Projeto.

São inúmeras atividades que envolvem a Agricultura Urbana, dentre elas: produção de sementes, mudas, adubos orgânicos, húmus, inclusive, cultivo de plantas aromáticas e medicinais. Para isso, a Secretaria de Meio Ambiente, com apoio técnico da Sociedade Ecológica Amigos de Embu, dá orientações sobre as formas de plantio, utilização de adubo, cuidados com a saúde, culinária, plantas medicinais e economia solidária.

O projeto, patrocinado pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), é feito em parceria com diversos setores do poder público, líderes comunitários e universidades como a Universidade de São Paulo (USP) e Fundação Getúlio Vargas (FGV).

 

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.