Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cultura

Shows de ritmos e danças tradicionais do Brasil agitam Embu das Artes

Por Assessoria de Comunicação de Embu das Artes | 26/10/2016

culte

Divulgação

Neste sábado (29/10), a partir das 19h, ritmo, canto e dança brasileira tradicional tomam conta de Embu das Artes. Sob a apresentação de Carlos Caçapava, o espetáculo “Chamada Geral” terá grupos e artistas interpretando ritmos populares com influências da cultura negra, indígena e europeia. A entrada é gratuita.

Os shows fazem parte da exposição “Bomfim Alegria Sem Fim”, que homenageia o artista Aurino Bomfim (1946-2006), e vai até 10 de novembro no Centro Cultural Mestre Assis do Embu (Largo 21 de Abril, 29, Centro, Embu das Artes). (Veja aqui a programação completa: http://www.embudasartes.sp.gov.br/noticia/ver/9465) 

Confira a programação (29/10):
Tamborevoz
Dany Black e Carlos Caçapava.
Uma pesquisa que busca harmonizar voz e percussão explorando timbres e ritmos. 
No palco, duas vozes, um quinteto de congas, um cajon e complementos rítmicos. 
O repertório funde o cancioneiro popular e letras autorais com bases rítmicas contemporâneas, relendo o tradicional afro-brasileiro.

Cari’mbó
Eliene Farias, Dany Black e Carlos Caçapava.
O cari’mbó: tambor confeccionado a partir do tronco escavado que é tocado para as cantigas e danças de Belém do Pará. Conhecida por carimbo, quando pretos e indígenas se miscigenaram dançando o lundu marajoara. O mesmo tambor é tocado em São Luiz do Maranhão para as danças do tambor de crioula.

Flores do Mulungu
Coletivo de estudos, pesquisas e divulgação das canções, danças e ritmos das manifestações brasileiras apresentam brincadeiras de cacuriá (uma das vertentes do carimbó) e ciranda, reunindo uma coletânea de movimentos das danças brasileiras.

Grupo Sanza
Cida Pereira, Carla Magalhães e Carlos Caçapava. Trio formado por atuantes da arte educação na área da música e da dança.
O espetáculo reúne em um diálogo entre vocal, ritmos e danças das manifestações tradicionais, atentando para a contemporaneidade e preservando os padrões da rítmica, da dança e da cantigas de brincar, festejando o trabalho e reivindicando ou protestando pelo povo brasileiro. Cada etapa é enriquecida pelo figurino usado tradicionalmente nas regiões de origem. Estes conteúdos convidam para uma reflexão em torno da miscigenação musical dos indígenas, europeus e africanos que hoje têm influências de outros povos.

Quando: 29/10, a partir das 19h
Onde: Centro Cultural Mestre Assis do Embu (Largo 21 de Abril, 29, Centro, Embu das Artes).
Entrada gratuita


16/01/2017

Exposição Esculturas em Família foi inaugurada no fim de semana em Embu

12/01/2017

Confira a agenda cultural deste fim de semana na região

26/12/2016

Santuário distribui cestas básicas: Solidariedade, afeto e amor ao próximo

23/12/2016

Presépio do Santuário Santa Terezinha pode ser visitado diariamente no Taboão

23/12/2016

Coral do Santuário Nossa Senhora dos Prazeres se apresenta hoje em Itapecerica

23/12/2016

Agenda cultural de fim de ano tem lançamentos no cinema e passeios na região

23/12/2016

Saiba o que abre e o que fecha em Taboão, Embu e Itapecerica

16/12/2016

Decoração de natal de Itapecerica encanta a população

16/12/2016

'Fantástico' destacou carrinho de rolimã gigante de Itapecerica da Ser

12/12/2016

Itapecerica Shopping realiza curso de culinária de Natal

20/01/2017

Assaltantes invadiram prefeitura de Embu e trocaram tiros com PM e GCM

20/01/2017

Exército ajuda na luta contra o mosquito Aedes aegypti em Taboão

20/01/2017

Em Taboão, planejamento garante qualidade a cursos de capacitação

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.