Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

FF visita vereadores, celebra eleição,cutuca oposição e anuncia reforma de secretários e na saúde

Por Sandra Pereira | 19/10/2016

visita

Sandra PereiraPrefeito saudou todos os vereadores da base pela expressiva votação obtida e disse que visitou Câmara para saudar o vereador Marcos Paulo (PPS) que fez aniversário na terça, 18

O prefeito Fernando Fernandes (PSDB) reeleito em primeiro turno no último dia 2, literalmente roubou a cena durante visita de cortesia que fez aos vereadores de Taboão da Serra, nesta terça-feira,18. Ele foi recebido em clima de festa pelos vereadores da base, almoçou na Casa de Leis e comentou animado o resultado das eleições. Disse que sentiu “frio na barriga no dia eleição” e classificou como chororô as queixas da oposição e a contestação do resultado da sua vitória nas urnas. 

Fernandes disse que estuda mudanças na saúde, revelou que fará mudanças no secretariado e garantiu que vai eleger um sucessor dentro da base. Em vários momentos da entrevista o prefeito repetiu falas ditas anteriormente pelo vereador Eduardo Nóbrega, sinalizando que ambos andam conversando e muito sobre vários assuntos relacionados à sucessão. O prefeito disse que existem quesitos importantes que ele irá considerar na sucessão. Deixou claro que vai estabelecer regras antecipadamente com todo o grupo político e os interessados em disputar o cargo. O prefeito sinalizou que o filho Fábio Fernandes (PPS) vai disputar a eleição de deputado federal.

“Não posso entregar a cidade para uma pessoa que eu não acho que esteja preparada para comandar a cidade, seria uma irresponsabilidade minha. Mesmo que eu fosse capaz de eleger essa pessoa, seria uma irresponsabilidade minha em relação a cidade, e eu pagaria esse preço futuramente, porque seria um governo ruim e as pessoas iriam olhar para esse governo e dizer foi você Fernando, você que escolheu essa pessoa. Esses são meus quesitos pessoais. Nós vamos fazer sucessor”, garantiu. 

De acordo com o prefeito existem as regras do grupo que elevai observar na escolha do sucessor. Declarou que seria ingenuidade fazer o anúncio agora. Disse que atualmente a política é uma coisa muito cientifica,que requer uma estratégia muito refinada e precisa uma avaliação muito apurada. 

“Nós temos que fazer pesquisas, e não só pesquisa quantitativa, quem tem mais votos, não, hoje existem as pesquisas qualitativas. Qual é o perfil que o eleitor quer do futuro governo”,  disse.

O prefeito avaliou que a eleição de outubro foi muito  difícil, que todo mundo sabia que eram cinco campanhas contra a dele.  “Foi difícil também pelos nomes que nós enfrentamos, Stan o voto ideológico do PSOL, o Vitor Medeiros vinha aí com uma novidade, um rapaz novo. O Buscarini com dois mandatos na cidade, o Evilásio também com dois mandatos de prefeito, o Aprígio com dois mandatos de vereador e várias eleições majoritárias e proporcionais acumulados a deputado federal. Era uma eleição de muita disputa”, analisou. 

Ao comentar a votação histórica dos vereadores da base ele disse que voto não significa maior poder ao vereador e que o vereador conquista o seu poder no governo e na política, pela sua atuação.  

“Aqui é o parlamento, o templo da palavra. O voto é um reconhecimento da população ao trabalho que ele teve, é que nem dar nota, você fez uma prova foi muito bem tirou 10, isso é uma outra coisa, agora o poder dentro do governo é outro, tem outros quesitos. Lealdade é uma coisa que conta muito em política, é um quesito moral, ético”, declarou.

O prefeito revelou que a reorganização da saúde é uma das suas preocupações constantes. Ele confirmou que a pasta enfrenta problemas, mas reclamou que houve injustiças e falta de reconhecimento dos avanços. 

“Acho que a saúde foi injustiçada quando dizem que ela piorou. Não é verdade a saúde melhorou e muito em relação governo passado. Quando eu cheguei na prefeitura nós tínhamos 39 médicos fazendo atendimento nas unidades básicas, hoje nós temos por volta de 200 médicos. É uma diferença muito grande, o número de consultas realizadas, a UPA que eu construí, que o Evilásio teve o descaramento de dizer que ele que construiu a UPA, pelo amor de Deus, aí é brincar com a memória das pessoas em Taboão da Serra. Nós avançamos muito, tem muito que ser feito, muito. Nós precisamos corrigir várias coisas da gestão e estou avaliando todas as possibilidades conversando com todos a respeito”, observou. 


18/10/2017

Taboão teve sessão histórica para as mulheres e com aprovação de leis

O grito silencioso das mulheres vítimas de violência ecoou com força e fez da sessão desta...

17/10/2017

Reforma eleitoral abre espaço para propaganda paga em sites

A reforma eleitoral, aprovada no Congresso Nacional e sancionada recentemente pelo presidente...

15/10/2017

Ney Santos fará reforma no governo de Embu, João Ramos deixará prefeitura

O prefeito de Embu das Artes, Ney Santos (PRB) vai anunciar nos próximos dias uma reforma...

13/10/2017

Câmara Municipal aprova reajuste de abono para servidores

Os vereadores de Taboão da Serra aprovaram na última terça-feira, dia 10, por unanimidade, um...

11/10/2017

Convenção realizada no domingo elegeu novo diretório do PSDB de Itapecerica

O diretório municipal do PSDB de Itapecerica da Serra realizou, no último domingo (8 de...

11/10/2017

STF deve decidir hoje se Congresso pode rever medidas contra parlamentares

O Supremo Tribunal Federal (STF) deve decidir hoje (11) se parlamentares podem ser afastados do...

11/10/2017

Analice intercede por liberação de recursos para Embu das Artes

O prefeito de Embu das Artes, Ney Santos e a deputada estadual Analice Fernandes participaram de...

10/10/2017

Ney Santos lança Cartão Cidadão prometendo economia de recursos públicos

Anunciado como a maior ferramenta de gestão tecnológica de dados de toda a região, o Cartão...

10/10/2017

Parecer do relator de denúncia contra Temer deve ser lido nesta terça

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.