Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

Pedestres com mobilidade reduzida são obrigados a andar no meio da rua em Taboão da Serra

Por Anderson Dias | 18/10/2016

ruas

Anderson Dias

Pedestres precisam disputar a rua com motoristas na rua Salvador Branco de Andrade, em Taboão da Serra. Isso porque, a calçada que deveria ser totalmente asfaltada tem um trecho todo esburacado, e que fica totalmente empoçada quando chove. O perigo faz com que pessoas com mobilidade reduzida tenha que andar em meio aos automóveis.
A carreta estacionada na rua não permite que pedestres e motoristas tenham visão ampla dos carros que transitam pelo local, gerando perigo para a população. Os moradores do bairro reclamam que além de atrapalhar, a carreta ainda serve de abrigo para criminosos se esconderem. “Calçada esburacada, crimes na rua, tá difícil as coisas aqui”, disse uma moradora da região.

Cadeirantes e pedestres que usam muletas sofrem ainda mais, eles andam mais devagar e correm mais riscos. Vizinhos do bairro se solidarizam a essas pessoas, e oferecem ajuda para que a locomoção pela região seja mais segura. A população vê a situação como um descaso. “Não dá para aceitar uma calçada assim”, disse um morador do bairro.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.