Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Campanha ostensiva de Aprígio em desfile cívico de Taboão quase terminou em confusão

Por Sandra Pereira | 7/09/2016

aprigio_1

Sandra PereiraCandidato e apoiadores fizeram desfile paralelo entre o público que assistia ao desfile de 7 setembro

Se de um lado os alunos da rede municipal de educação de Taboão da Serra fizeram bonito, durante o desfile cívico de 7 de setembro, alguns candidatos  a prefeito da cidade deixaram de fazer o mesmo, e, por pouco, muito pouco, não houve confusão durante a apresentação das crianças na avenida Fernando Fernandes. O candidato a prefeito José Aprígio (PSD), fez uma espécie de desfile paralelo ao lado da avenida, subindo e descendo no meio da população por várias vezes.

O também candidato a prefeito Evilásio Farias (PSB) usou a mesma tática de passar pelo meio do público uma vez. José Vicente Buscarini (PV) esteve na avenida e fez campanha de forma mais discreta. Já o prefeito e candidato a reeleição Fernando Fernandes permaneceu no palco montado para as autoridades assistirem ao desfile. 

Vários candidatos a vereador também aproveitaram a grande concentração de público na avenida Fernando Fernandes para levar suas bandeiras, fazer campanha e distribuir material aos eleitores. Enquanto eles viam uma oportunidade para buscar voto as pessoas ouvidas pela reportagem criticaram a prática alegando que estavam no local para ver os filhos e assistir ao desfile.

“Já basta todo dia receber material de candidato em casa. Vim aqui ver minha filha e não quero nem saber de falar com candidato”, disse impaciente uma mãe do Record. “Eles deviam se tocar que a gente quer assistir o desfile”, alfinetou um pai de aluno do Maria Helena. “Devia ser proibido fazer campanha no desfile”, sugeriu a tia de um aluno do Marabá.

O candidato que mais aproveitou o desfile para fazer campanha foi Aprígio (PSD). Acompanhado por correligionários  levando bandeiras ele subiu e desceu a rua no meio do público do desfile por várias vezes. O grupo fazia campanha enquanto o público se esforçava para assistir a participação das crianças no desfile. O problema é que quando parte dos apoiadores de Aprígio tentaram distribuir um jornal perto de apoiadores do prefeito e candidato a reeleição Fernando Fernandes por pouco não houve confronto. 

Ao site Taboão em Foco Aprígio negou ter havido princípio de tumultuo, mas, diversas pessoas presenciaram o fato e relataram à reportagem do Jornal na Net. Integrantes da campanha de Aprígio disseram ter sido ameaçados e impedidos de entregar jornal por apoiadores do prefeito.

O prefeito Fernando Fernandes criticou a postura dos adversários e disse que faltou respeito à população. “Não era dia para isso. É dia de comemoração, de outro tipo de festa e não do que eles queriam fazer. Isso é perigoso. Eles poderiam ter vindo, claro. Mas o que fizeram foi provocação. Ficaram passando atrás do palanque, mas não conseguiram seu intento”, declarou. 

Atualização de informação 08 de setembro às 21h45

NOTA OFICIAL COLIGAÇÃO QUEREMOS VIDA NOVA PRA TABOÃO

Diante dos fatos ocorridos durante o Desfile Cívico de 7 de setembro no Pirajuçara, a Coligação Queremos Vida Nova Pra Taboão, através dessa nota oficial esclarece: 

Conforme divulgação feita nas redes sociais e aplicativos de mensagem na noite de terçafeira, 06, a Caminhada de Campanha de Aprígio 55 se concentrou às 9h na Praça Luiz Gonzaga.  

A comitiva de candidatos e apoiadores foi brutalmente atacada por assessores do atual prefeito e candidato a reeleição, entre os agressores, estavam José Antunes de Oliveira, vulgo Toi e Rafael Hengstmann, vulgo Rafa, fazendo ameaças verbais, os assessores impediram a equipe de fazer a entrega do material de campanha “A Verdade” e também furtaram o mesmo material, conforme boletim de ocorrência 4576/2016 registrado no 1º DP.  

A Polícia está investigando o caso e a Coligação Queremos Vida Nova Pra Taboão já está tomando as devidas providências contra os crimes eleitorais cometidos pelo candidato majoritário adversário.  

Outra ocorrência de furto de material de campanha ocorreu no domingo, 04/09, onde os assessores do prefeito Ricardo Pineiro, vulgo Doriana, Danilo funcionário da secretaria de Esportes e o candidato a vereador Leonardo Tadeu, vulgo Leozinho ameaçaram e furtaram o mesmo material de campanha “A Verdade” da equipe, conforme boletim de ocorrência 1832/2016 registrado no 2º DP .  

Ao levar o material de campanha “A Verdade” para a apreciação do Poder Judiciário, o adversário saiu derrotado, onde a Exma. Juíza Eleitoral da 416ª Zona Eleitoral garantiu a lisura do material de campanha. 

Sendo o que tínhamos a informar, colocando-nos a disposição para quaisquer esclarecimentos.


WAGNER ECKSTEIN JÚNIOR

Representante da Coligação Queremos Vida Nova Pra Taboão.



15/10/2018

André Ribas vai ser Secretário Adjunto de Cultura em Taboão da Serra

O professor André Ribas vai assumir a Secretaria Adjunta da Cultura em Taboão da Serra, onde...

11/10/2018

Aprígio comemora vitória e diz que trará melhorias para Taboão

O recém-eleito deputado estadual, José Aprígio, do Podemos, disse em entrevista coletiva nesta...

10/10/2018

Após derrota de aliados, Ney retorna à Prefeitura depois de pedir afastamento

O prefeito da cidade de Embu das Artes, Ney Santos, que estava afastado do cargo há mais de 30...

08/10/2018

Vereador Cido realiza Semana de Combate a Pedofilia em Taboão da Serra

A Semana de Combate a Pedofilia foi realizada pelo terceiro ano consecutivo vez em Taboão da...

07/10/2018

Eleitores de Embu das Artes enfrentam problemas com biometria

15/10/2018

Morador do Parque Pinheiros, em Taboão, está desaparecido há 9 dias

O morador do Parque Pinheiros Durval de Souza Santos, de 49 anos, está desaparecido há 9 dias. O...

15/10/2018

Restaurante Popular celebra o Dia da Alimentação na próxima terça-feira, 16

A Prefeitura de Embu das Artes, através da Secretaria de Desenvolvimento Social, vai celebrar o...

ingle

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.