Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Polícia

Compradores de celulares de roubados foram parar na cadeia em Taboão e Embu

Por Sandra Pereira | 7/08/2016

celular900

Divulgação - Google imagensQuem é pego usando celular roubado pode ser condenado até 4 anos de prisão

Uma moradora do jardim Maria Rosa terminou presa depois de ser pega usando celular roubado enquanto caminhava por uma rua do bairro e foi parada numa ação de rotina da Guarda Civil Municipal na última semana. O celular que estava com ela foi recuperado graças ao IMEI e devolvido ao proprietário. A mulher foi presa em flagrante acusada pelo crime de receptação e pode ficar presa de um a 4 anos. Na última semana também houve prisões de acusados de roubo de celular em Embu das Artes. Roubar celular é um crime comum na região e  as prisões de acusados não param de aumentar.

Comprar celular roubado está deixando de ser um negócio sem riscos desde que a Polícia Civil passou a registrar o IMEI dos aparelhos celulares roubados quem compra e usa o equipamento corre o risco de parar na cadeia. Apesar do risco de terminar atrás das grades muita gente é atraída pelo baixo preço dos aparelhos roubados. O problema é que nesse caso o barato sai muito caro.   

A consulta do IMEI dos aparelhos celulares passou a fazer parte da rotina de abordagem dos agentes de segurança e deve ser intensificada em razão do aumento de roubo e furto de aparelhos celulares. 

Todo aparelho de celular tem um código de identidade e esse recurso está ajudando a polícia a prender ladrões e localizar as vítimas. O roubo de celular é um dos crimes mais comuns nas cidades de Taboão, Embu e Itapecerica, onde os criminosos praticam arrastões em pontos de ônibus para assaltar as vítimas quase diariamente e nos mais diversos horários. 

Achar o IMEI do seu celular é simples. Basta pegar o celular e digitar: asterisco (), “jogo da velha” (), zero (0), seis (6) e “jogo da velha” () de novo. Ou seja: 0 6 . Na tela, vão aparecer 15 números, que formam o código IMEI. 

Cada telefone tem um IMEI diferente, é como se fosse o chassi do aparelho. Desde o ano passado, a central de inteligência da polícia de São Paulo vem usando esse código para investigar um crime que só aumenta: o roubo de celulares. 

A polícia envia esse código para as operadoras de telefonia para descobrir quem é o dono do celular. Com o nome, é possível saber se a pessoa foi roubada e registrou um boletim de ocorrência. A polícia diz que também consegue fazer o contrário: encontrar os celulares roubados usando o código IMEI. 

“Isso facilita imensamente o nosso trabalho porque nós conseguimos localizar um aparelho roubado ou furtado dias, semanas ou até meses depois do roubo. E, invariavelmente, nós encontramos quadrilhas que praticam esse tipo de roubo”, conta o delegado Jair Barbosa Ortiz, responsável pela investigação desses crimes em São Paulo. 

O IMEI também serve para proteger o dono do aparelho. Dá para pedir o bloqueio do telefone passando o código para a operadora. Mesmo se o ladrão colocar um novo chip, o telefone não funciona mais.

22/11/2017

Jovem de Embu desaparecido na praia da Jureia, em Iguape, é achado em rio

O corpo do jovem turista morador de Embu das Artes, Alex Holanda, de 21 anos, que havia...

22/11/2017

Ney Santos apresenta ROMU e entrega viaturas da GCM em clima de festa

A apresentação dos Guardas Civis Municipais escolhidos para integrar a Ronda Ostensiva Municipal...

21/11/2017

Nova fase da Lava Jato investiga corrupção na Transpetro; alvo é um ex-gerente

A Polícia Federal (PF) cumpre hoje (21) oito mandados de busca e apreensão, cinco de condução...

21/11/2017

Presídios terão banco de dados sobre situação de detentos

Um sistema desenvolvido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) vai reunir as informações...

20/11/2017

Criança de 11 anos foi sequestrada e estuprada por acusado de crimes sexuais

Uma menina de 11 anos, que mora com os pais no Parque Paraíso, em Itapecerica da Serra, viveu...

19/11/2017

Mortes decorrentes de intervenções policiais dobraram na região

Crédito do Texto: Por Carolina Bianchini e Rodrigo Emannuel

As mortes causadas por intervenções...

16/11/2017

Polícia prende foragido em flagrante por roubo de carga na Régis Bittencourt

Policiais da 4ª Cia do 36º BPM/M prenderam na noite desta quarta-feira (15), conseguiram efetuar...

16/11/2017

Dono de bar é preso com arma e munições em Embu das Artes

Um homem foi detido na noite desta quarta-feira (15), acusado de porte e posse ilegal de armas...

14/11/2017

Força Tática está treinando para voltar a atuar em Itapecerica e Embu-Guaçu

Aguardada com grande expectativa pelos moradores de Itapecerica, São Lourenço Juquitiba e...

13/11/2017

Mulher é achada morta em terreno baldio e cheio de entulho no Santo Antônio

Uma mulher sem vida foi encontrada num terreno baldio no meio do lixo, no jardim Santo Antônio,...

24/11/2017

OAB de Taboão adere caminhada pela paz e contra violência neste sábado, 25

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), seccional de Taboão da Serra, aderiu a caminhada pela paz...

24/11/2017

Black Friday do Embu Summer Fest dá um passaporte na compra de outro nesta sexta

Ação promove a amizade e o companheirismo ao estimular a união de pessoas para a compra de...

23/11/2017

ONG Sementes do Amanhã vira pauta de reportagem da rede Globo

A ONG Sementes do Amanhã será pauta de uma reportagem especial da rede globo. Denominada de...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.