Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Aprígio apresenta propostas para saúde, educação e segurança e fala em subsidiar transporte e habitação

Por Sandra Pereira | 4/08/2016

aprigio

Sandra Pereira Aprígio falou sobre a escolha de Lune como seu vice a admitiu que sempre admirou o trabalho dele

Após ter o nome confirmado na disputa pela prefeitura de Taboão da Serra, o ex-vereador e empresário José Aprígio (PSD), concedeu entrevista coletiva ao lado do  vereador Luiz Lune (PCdoB), candidato a vice-prefeito na sua chapa, receberam a imprensa no final da tarde desta quarta-feira, 03. Os dois fizeram avaliação crítica de várias ações do governo municipal e apresentaram suas propostas centrais para as áreas da saúde, segurança, educação, transporte público e habitação. As propostas deverão constar no plano de governo que ambos vão defender nas ruas durante a eleição.  

Aprígio reafirmou as acusações de tentativa de extorsão e chantagem contra o vereador Eduardo Lopes e voltou a repetir que é vítima de perseguição do governo municipal, a quem acusa ainda de favorecer fechamento de empresas e impedir o desenvolvimento econômico e a geração de renda. Citou que as lojas de móveis e decoração do Shopping Casa Outlet vão fechar por que o local não tem Habite-se.  Agora o shopping vai abrigar outlet de roupas. Aprígio disse que espera uma campanha calma e declarou que a educação dele vai depender do modo como for tratado. 

“Os três pilares mais fortes das nossas propostas serão saúde, segurança e educação. Mas também temos propostas para cultura, geração de emprego, desenvolvimento, porque atualmente não tem nada disso em Taboão da Serra”, disse. 

Aprígio e Lune afirmaram que ganhando a eleição vão acabar com o contrato entre a prefeitura e a Escola Paulista de Medicina (SPDM) que atualmente administra os prontos socorros de Taboão. Os dois disseram que o contrato com a empresa custa caro e não contribuiu para melhorar a saúde na cidade, somente elevou o custo que era equivalente a pouco mais de R$ 3 milhões na gestão da IACTA e passou a R$ 7 milhões com a SPDM. Eles também disseram que vão melhorar salários, condições de atendimento, ampliar o número de médicos, reabrir o Akira Tada, sem fechar o centro de Especialidades e reimplantar a Farmácia Popular.

“Quem for prefeito tem que melhorar a saúde, não fingir que vai melhorar. Não é fechar uma coisa e abrir outra. Hoje tem falso médico, reuso de seringa, não tem gente para trabalhar, então no que melhorou?”, disparou Aprígio, em crítica clara ao prefeito. “O problema é a dificuldade de fiscalizar o contrato com a SPDM. Quando a gente ganhar eu quero ficar nas unidades para conhecer mais. Evitar  um pouco o trânsito de pacientes do Embu, sei que não dá para barrar, mas tem que arrumar um jeito de cobrar do prefeito de Embu por esses atendimentos”, completou Lune. 

Na área da segurança a proposta central dos dois será implantar monitoramento eletrônico e aumentar o efetivo da GCM, além de atuar para conseguir mais viaturas e efetivo da PM. 
A proposta central da educação vai ser ampliar o horário de aulas dos alunos da rede municipal, que segundo ambos é de 5 horas diárias. A mesma proposta se estende às creches. Ele disse que também faria prédios maiores e afirmou que as escolas e creches feitas pelo governo de Fernando Fernandes são pequenas “obrinhas” e por isso não oferecem muitas vagas.

“Tem gente que mora na rua da creche e não consegue vaga para os filhos lá. As creches e escolas que eles fazem são muito pequenas”, relatou. 

Ao lado da habitação o transporte público é a área em que os dois pretendem apresentar as propostas mais inéditas. Aprígio e Lune querem implantar na cidade a tarifa zero, por meio do subsídio integral ao transporte público, que deverá ser municipalizado. Caso não seja possível subsídio total eles esperam subsidiar ao menos estudantes e idosos. 

“A prefeitura vai subsidiar ou até criar o sistema municipal de transporte público. Cadê o bilhete único que o nosso prefeito disse que ia trazer. Sabe o que ele fez? Renovou o contrato com a empresa até 2020. Agora será que ele discutiu isso com a população?”, questionou.

Para a habitação a proposta defendida por ambos será a criação de um fundo municipal, composto por 3% da receita da cidade, para a construção de moradias populares no projeto denominado “Casa para quem não tem casa”. Ele quer utilizar a experiência em obras para verticalizar a cidade a exemplo do que aconteceu em bairros paulistas citados por ele como Moema e Perdizes. 

Aprígio falou sobre a escolha de Lune como seu vice a admitiu que sempre admirou o trabalho dele. Disse que os dois se conhecem há mais de 35 anos e avaliou que Lune transmite confiança e respeito. 

Antônio Pereira

Parabéns Aprigio. Se vai valorizar o servidor público concursado esquecido a 20 anos já tem meu voto e de toda minha família.

29/04/2017

Régis registrou bloqueios, marchas e atos na greve geral em toda a região

A greve geral contra as reformas da previdência e trabalhista foi marcada em Taboão da Serra,...

29/04/2017

Aprígio recebe visita de Carlos Lupi, ex-ministro do Trabalho

Acompanhado de lideranças da Executiva Nacional e Estadual do PDT, Carlos Lupi, presidente...

27/04/2017

Justiça concede liminar para tentar barrar greve geral em ônibus e metrô

Numa tentativa clara de barrar a greve geral contra as reformas da Previdência e Trabalhista,...

27/04/2017

Câmara aprova proposta de reforma trabalhista; texto segue para o Senado

Após quase 14 horas de sessão, a Câmara dos Deputados concluiu, na madrugada desta quinta-feira...

26/04/2017

Vereadora Priscila Sampaio fará pedágio contra o jogo Baleia Azul em Taboão

Preocupada com a disseminação do trágico jogo virtual baleia azul, que já levou vários...

26/04/2017

Vereadores de Taboão aprovam regulamentação do uso da sede da Câmara Municipal

Os vereadores de Taboão da Serra aprovaram por unanimidade na sessão desta terça-feira, 25,...

26/04/2017

Senado aprova em 1º turno fim do foro privilegiado de políticos e autoridades

Senado aprovou nesta quarta-feira (26), em primeiro turno, a proposta de emenda à Constituição...

26/04/2017

Temer decide cortar ponto de servidores que entrarem em greve

O presidente Michel Temer decidiu que cortará o salário dos servidores que participarem da greve...

29/04/2017

Régis registrou bloqueios, marchas e atos na greve geral em toda a região

A greve geral contra as reformas da previdência e trabalhista foi marcada em Taboão da Serra,...

29/04/2017

Prefeitura de Taboão forma mais de 200 alunos através do Programa Lado a Lado Sa

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda da Prefeitura de Taboão da Serra,...

29/04/2017

Maternidade de Taboão inaugura serviço de consultoria em amamentação

A Prefeitura de Taboão da Serra está cada vez mais avançando na implantação de políticas...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.