Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Transporte e Trânsito

“Cuidando sem fronteiras”: ação atinge mais de 5 mil pessoas em Embu

Por Assessoria de Comunicação de Embu das Artes | 17/07/2016

embus2_1

Divulgação

Na quarta-feira, dia 13/7, aconteceu a segunda edição do “Cuidando sem Fronteiras”, projeto de iniciativa regional que foca a proteção, defesa e garantia dos diretos de crianças e adolescentes. Participaram da ação representantes das cidades de Embu das Artes, Itapecerica da Serra, Taboão da Serra e Embu-Guaçu.

As cidades se uniram para combater principalmente o trabalho infantil e a exploração sexual de crianças e adolescentes, crimes previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Mais de 100 pessoas percorreram o eixo das quatro cidades pela Régis Bittencourt, passando pelos principais postos de combustíveis e outros pontos da rodovia.

“A ideia principal é conscientizar quanto ao problema. Queremos mostrar que são crimes e como as pessoas podem fazer para denunciar. O trecho que trabalhamos foi bastante receptivo, conversamos com gerentes e frentistas que gostaram de receber a ação. Calculamos que algo em torno de 5.500 pessoas foram abordadas”, disse a presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) e diretora de Proteção Social Básica da Secretaria de Assistência Social, Trabalho e Qualificação Profissional, Alice Lima.


Realidade das estradas


“Estou há 40 anos nas estradas, então a gente vê de tudo, infelizmente. A gente sempre sabe que tem crianças vivendo isso e fico triste pois tenho filhos. Essa campanha é muito boa e tem que ser mais divulgada”, contou o motorista Ivanildo José da Cunha, 63, morador de São Paulo.

“Já escutei diversos casos envolvendo menores sujeitas a essa exploração, gostei da campanha e acho que tinha que ter em todos os postos do País”, disse Igor Portugal, 36 anos, caminhoneiro há 10 e morador de União da Vitória, no Paraná.


“Vemos isso todo dia. Infelizmente, já aconteceu de uma menor querer uma ‘carona’ no meu caminhão, a menina não tinha mais de 14 anos e estava altas horas da noite num posto. Falei pra ela voltar pra casa que aquele era um lugar perigoso para ela. Tem que ter mais fiscalização, isso é terrível. Achei essa ação muito legal, tem que ter mais vezes”, falou Nelson Alves da Silva, 42, motorista há 15 anos e morador do Taboão da Serra.

“Vira e mexe temos menores rodeando o posto, principalmente à noite. Podemos orienta-los a ir embora, mas como expulsá-los? É ruim ver isso, mas em praticamente todos os postos de rodovias tem. Nós apoiamos essas ações sim”, disse Henrique Vigiato, frentista de posto há 5 anos.

A situação é tão delicada que a equipe foi abordada em um determinado local por um grupo de caminhoneiros que queria denunciar a exploração de menores que ocorre na região: “É só vir aqui em qualquer dia, no período noturno, e vocês verão”, disse sem se identificar. O grupo pediu o material que estava sendo distribuído para divulgar entre os colegas e conscientizá-los.

Segundo a diretora de Proteção Social Especial, Simone Nunes, sensibilizar quanto ao problema é fundamental: “Queremos que as pessoas entendam a dimensão do problema. Escolhemos o dia 13/7 por ser aniversário de 26 anos do ECA, base de todo o trabalho”.

A ação foi encerrada no Largo 21 de Abril com a presença de mais de 300 pessoas prestigiando diversas apresentações culturais. O grupo de teatro do Centro de Referência da Juventude de Embu das Artes apresentou uma releitura do conto “A Pequena Vendedora de Fósforos”, de Hans Christian Andersen.

O programa Esporte Cidadão também marcou presença com a apresentação de capoeira e as crianças do Centro de Convivência da Criança e do Adolescente fizeram uma animada apresentação de dança do coco. Jovens de outras cidades apresentaram rap, dança contemporânea e poesia. O Grupo CCR participou da ação com o Projeto Pintura Solidária.

A Guarda Civil Municipal e a Polícia Rodoviária Federal apoiaram a ação. Participaram servidores e conselheiros tutelares de todos os municípios envolvidos.

Denuncie utilizando esses telefones:


Disque 100

CREAS: 4781-5896

Conselho Tutelar Centro: 4781-0771 ou 4704-4544

Conselho Tutelar Santo Eduardo: 4778-5605/5608


25/09/2018

Prefeitura de Taboão amplia serviços de nivelamento de vias e beneficia tráfego

As intervenções contínuas promovidas pela Prefeitura de Taboão da Serra, por meio da Secretaria...

17/09/2018

Em Embu, 25 motoristas são autuadas em blitz realizada pelo Detran

O Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran) autuou 25 motoristas  enquadrados pela...

16/09/2018

Carro bate e derruba parte do ponto de ônibus do centro de Taboão da Serra

Parte do ponto de ônibus localizado na praça Nicola Vivilechio, nas margens da rodovia Régis...

15/09/2018

Secretaria de Transportes moderniza e expande sistema de comunicação

O relevo acidentado, composto em grande parte por montanhas em Taboão da Serra, sempre foi um...

14/09/2018

5º Fórum Arteris trouxe discussões sobre rodovias inteligentes

Para discutir os desafios do trânsito no Brasil e no mundo, aconteceu em 11/09, em São Paulo,...

07/09/2018

Arteris realiza operação especial na Régis Bittencourt neste feriado

 A Arteris Régis Bittencourt, concessionária que administra a BR-116 entre São Paulo e Curitiba,...

07/09/2018

PRF realiza Operação Independência nas rodovias federais paulistas

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) fará nesse feriado a Operação Independência do Brasil, que...

06/09/2018

Sem rodízio quase 2 milhões de veículos devem deixar SP neste feriado

25/09/2018

Morador do Jd. das Oliveiras, em Embu, está desaparecido há 24 horas

Atualização às 13h - O rapaz foi encontrado 

Fernando Ricardo da Paixão, morador do Jardim das...

25/09/2018

Sequoia lança programa de aprendiz para jovens de Embu, Itapecerica e Taboão

O Grupo Sequoia lançou na última semana o Programa de Aprendiz Sementes Sequoia que...

25/09/2018

Importunação sexual passa a ser crime e pode dar até 5 anos de pr

A importunação sexual passou a ser considerado crime na última segunda-feira, dia 24. O ato...

ingle

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.