Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Às vésperas da eleição Ney Santos tenta descolar sua imagem de Chico Brito

Por Sandra Pereira | 14/07/2016

ney1

Divulgação - Facebook Ney SantosEm diversas inaugurações pela cidade Ney Santos foi ouvido elogiando o prefeito Chico Brito e junto com ele desfazia os laços das obras

Depois de usufruir por mais de dois anos dos benefícios de ser base de governo. Alavancar a popularidade andando ao lado do prefeito Chico Brito, inaugurando obras, fazendo vistorias e anunciando melhorias pelos quatro cantos da cidade o presidente da Câmara de Embu das Artes, Ney Santos, parece querer “descolar” sua imagem do atual prefeito. A estratégia, provavelmente eleitoral, ficou evidente em postagem feita na página de Ney Santos no Facebook, no último dia 8. Era comum ver o presidente da Câmara durante as inaugurações criticar o PT, mas sempre elogiar Chico Brito e dizer que ele era diferente dos demais membros do partido. A lei eleitoral proíbe inaugurações desde o dia 30 de junho até a eleição. Ney anunciou ser oposição a Chico Brito no último dia 8.  Leia no final da reportagem declaração do presidente da Câmara sobre o fato.

A tentativa de descolar a imagem de Ney do prefeito Chico Brito foi fortalecida por outro post, numa página que tenta ter cunho jornalístico, mantida pela equipe do pré-candidato, que traz link patrocinado tentando unir a imagem de Chico Brito com a de seu antecessor Geraldo Cruz. Há quem acredite na cidade que a estratégia de descolar a imagem de Ney da do prefeito Chico Brito pode ter sido planejada por ambos.  

Não é segredo pra ninguém em Embu ou na região que Chico deixou o PT para ajudar a eleger Ney Santos prefeito. Desde que anunciou a saída do partido atuou para levar ao grupo do presidente da Câmara lideranças que sempre estiveram ao seu lado e se notabilizavam pelos elogios constantes à sua inteligência e capacidade de articulação. Também não é segredo pra ninguém que Chico virou desafeto de Geraldo desde 2012, pouco depois da sua reeleição. 

Quando reuniu a imprensa para anunciar que ia deixar o PT Chico disse que estava saindo para não ter que apoiar Geraldo Cruz e deixar o caminho livre para ele e Ney fazerem suas alianças. Naquele momento salientou que os dois tinham apoio de secretários do seu governo e admitiu aos jornalistas que a maioria do secretariado estava com Ney. No último dia 8, todos esses secretários apoiadores foram “demitidos” do futuro governo de Ney Santos, que anunciou estar construindo projeto de oposição à atual administração e garantiu não ter compromisso com nenhum deles. Desde então choveram mensagens e emails ao Jornal na Net cobrando reportagem sobre o assunto.

“Estamos construindo um projeto de OPOSIÇÃO a este governo, não podemos aceitar mais 4 anos de administração com este mesmo grupo político que há 16 anos criaram um projeto de poder em nossa cidade. Estamos construindo um projeto com pessoas que assim como eu, tem amor e carinho pelo nosso município, e que acima de tudo tenham competência para ajudar a resolver os grandes problemas da nossa querida cidade de Embu das Artes; como saúde , segurança, desemprego, etc. Alguns secretários da atual administração andam dizendo por aí, que farão parte de um futuro possível governo em nosso projeto. Claro que existem bons profissionais hoje na prefeitura, mas reforço que não tenho COMPROMISSO com nenhum secretário da atual administração, meu COMPROMISSO é com O POVO, que tanto precisa e merece de um governo, que tenha capacidade de realizar o sonho da nossa população”, traz o post na página do pré-candidato a prefeito.

A publicação teve mais de 150 compartilhamentos e centenas de comentários. A maioria criticando o PT e vários deles lembrando que Chico e Ney sempre caminharam juntos, desde a eleição da mesa, quando ele virou presidente com o apoio de Chico Brito.

Quem acompanhou as últimas eleições de Embu lembra que a estratégia de Ney não é inédita. Em 2014, o então candidato a deputado estadual, João Leite, também tentou descolar sua campanha da imagem de Chico Brito desgastada pelas críticas à sua administração. 

Nota da redação:

A reportagem do Jornal na Net entrou em contato por telefone com o presidente da Câmara, mas ele não atendeu a ligação e nem retornou. A chamada foi registrada às 8h54 desta quarta-feira, 14.

A reportagem do Jornal na Net não conseguiu contato com o prefeito Chico Brito para que ele pudesse comentar o fato. Dessa forma, o espaço está aberto tanto ao presidente da Câmara, quanto ao prefeito Chico Brito.

Atualização de informação às 10h15

Instantes após a publicação da matéria o presidente da Câmara, Ney Santos, entrou em contato com a reportagem por meio do Whatsapp. Enviou áudio onde afirmou: "Acho que você entendeu errado o que quis dizer a nota. Quis dizer que não tenho compromisso com nenhum secretário, nem do atual e com nenhuma pessoa para o próximo governo, se eleito for prefeito. Com certeza é um diálogo que tem que existir depois da eleição para escolher os melhores profissionais para atender a melhor a nossa população. Quis dizer que o governo tem pessoas boas e pessoas que não vale à pena dar continuidade. Quis dizer que as pessoas que hoje falam que se a gente ganhar a eleição vão ser secretários que eles estão enganados. Com certeza a gente fará análise bem tranquila, para não errar, como na minha opinião o governo Chico Brito errou trazendo secretários de fora, trazendo secretários que não tenham competência para ajudar na administração da cidade. Secretaria tem que ser com pessoas competentes e não pessoas para ser cumprindo compromisso político ou eleitoreiro. Para administrar uma pasta seja ela qual for tem que competência, saber o que faz, tem que saber que atras daquela pasta vai ter sonho e expectativa. Tem muitos secretários e gente que não é ainda já se achando secretário. Foi isso que quis dizer", declarou.

Sobre os elogios o presidente disse: "sempre fui oposição e fui eleito pela oposição. Não podemos fazer oposição só pra fazer barulho. Durante o governo você acerta em algumas coisas e erra em outras. Como no fechamento dos equipamentos de saúde, que vocês acharam que foi a Câmara Municipal, quero que vocês entendam que a Câmara não tem nada haver com isso. Sempre fiz oposição do meu jeito. Mas quiseram colocar na nossa conta, achar que a responsabilidade é nossa. Agora vou como eles fazem e mostrar a população o que eles deixaram de fazer, que na minha opinião foi muita coisa. Prova disso, é as outras cidades da região, que são bem menores que a nossa e tem muita coisa que nós não temos. Vou mostrar a população a dificuldade do governo e se tiver que ter a humildade de admitir os acertos farei isso", pontuou.

Logo em seguida o presidente questionou o título da reportagem.  Afirmou que nunca deu entrevistas elogiando Chico Brito e que suas falas sempre foram institucional. "Todas as falas foram institucional. Nunca foi fala fora justamente da harmonia entre os poderes. Ai você solta dizendo que eu tento descolar do prefeito Chico Brito. Não tenho lembrança de ter parabenizado o prefeito. Precisa avaliar isso ai", disse.

Valdir Rodrigues

Uma pergunta que não quer calar: se o prefeito disse que estava deixando o PT pra não se desgastar com sua base na Câmara, citando apenas as candidaturas de Geraldo Cruz e Ney Santos; significa que ele está com problema de memória e se esqueceu que existe outra candidatura em sua base?

wilson

tem lugar de Embu que esta abandonado

Ricardo Gomes

Mais essa atitude de Ney Santos nao e crime ELEITORAL?

27/04/2017

Justiça concede liminar para tentar barrar greve geral em ônibus e metrô

Numa tentativa clara de barrar a greve geral contra as reformas da Previdência e Trabalhista,...

27/04/2017

Câmara aprova proposta de reforma trabalhista; texto segue para o Senado

Após quase 14 horas de sessão, a Câmara dos Deputados concluiu, na madrugada desta quinta-feira...

26/04/2017

Vereadora Priscila Sampaio fará pedágio contra o jogo Baleia Azul em Taboão

Preocupada com a disseminação do trágico jogo virtual baleia azul, que já levou vários...

26/04/2017

Vereadores de Taboão aprovam regulamentação do uso da sede da Câmara Municipal

Os vereadores de Taboão da Serra aprovaram por unanimidade na sessão desta terça-feira, 25,...

26/04/2017

Senado aprova em 1º turno fim do foro privilegiado de políticos e autoridades

Senado aprovou nesta quarta-feira (26), em primeiro turno, a proposta de emenda à Constituição...

26/04/2017

Temer decide cortar ponto de servidores que entrarem em greve

O presidente Michel Temer decidiu que cortará o salário dos servidores que participarem da greve...

25/04/2017

Bom Prato de Taboão começa a funcionar nesta quarta (26) com almoço a R$ 1,00

O prefeito de Taboão da Serra, Fernandes Fernandes Filho, anunciou no começo da noite desta...

22/04/2017

Taboãoprev presta contas de 2016 em audiência da Comissão de Finanças da Câmara

A Autarquia Previdenciária do Município de Taboão da Serra (Taboãoprev) realizou prestação de...

21/04/2017

Câmara de Embu aprova multa a pichação, criação da Romu e título a Fábio Teruel

Os vereadores de Embu das Artes aprovaram nesta quarta-feira, dia 19, aplicação de multa a...

27/04/2017

Justiça concede liminar para tentar barrar greve geral em ônibus e metrô

Numa tentativa clara de barrar a greve geral contra as reformas da Previdência e Trabalhista,...

27/04/2017

Câmara aprova proposta de reforma trabalhista; texto segue para o Senado

Após quase 14 horas de sessão, a Câmara dos Deputados concluiu, na madrugada desta quinta-feira...

27/04/2017

Taboão começa a elaborar Plano de Mobilidade em audiência pública no Cemur

Atendendo a Política Nacional de Mobilidade Urbana e a Lei 12.587/2012, que estabelece a...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.