Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Meio Ambiente

SEAE promove palestra sobre Biodigestor Anaeróbico em Embu

Por Assessoria de Imprensa | 22/06/2016

BIO

Divulgação Opção ecológica para tratamento de esgoto sanitário

No último sábado de maio a Sociedade Ecológica Amigos de Embu – SEAE, realizou uma palestra sobre saneamento básico, com foco no Biodigestor: uma alternativa sustentável para o tratamento de esgoto doméstico.
Por definição “são câmaras que realizam a fermentação anaeróbia (sem a presença de oxigênio) da matéria orgânica, o que resulta na produção de biogás e biofertilizante. O composto orgânico pode conter restos de alimentos, esterco de animais e águas negras, que são as derivadas do vaso sanitário”, explica André Luiz, técnico em ecoturismo. 
O biodigestor é amplamente utilizado em diversos países e, apesar de variações de formato e tecnologia, o funcionamento é basicamente o mesmo: as câmaras recebem a matéria orgânica e a fermentação ocorre por meio de bactérias específicas, que eliminam da água os odores e todo o risco de doenças ou contaminações, de forma que o líquido efluente (de saída da câmara) não represente danos à saúde.
O sistema permite também a captura de todo o biofertilizante e biogás produzidos, garantindo o seu aproveitamento para aplicações em energia e agricultura. O aparato ainda pode ser adaptado para atender todo o tipo de instalação, desde residências unifamiliares até o tratamento de cidades inteiras.
O biogás é composto, principalmente, por metano: o mesmo gás utilizado para abastecer veículos. Ele pode ser empregado em múltiplas facilitações, como aquecedores de água (chuveiro, torneira); ambiente; iluminação, queima de fogões e queimadores em geral; motores diversos, como geradores elétricos movidos a gás, etc.
“A produção de biogás dependerá da matéria utilizada, sendo que os dejetos de um único homem, com peso médio de 70kg, pode render alguns botijões de gás por mês”, comenta André.
Depois do tratamento do material orgânico, sobra um resíduo que tem alto poder fertilizante. Uma vez no solo, ele espalha bactérias que ajudam na manutenção da saúde desse solo. Seus nutrientes são essenciais para o desenvolvimento de plantas. Dessa forma, pode substituir ou ser aplicado em conjunto com o adubo químico.
O Biodigestor é uma realidade de sucesso em países da Europa, com aplicações em grandes escalas. No Brasil a realidade é outra, mas caminha para a mesma direção: este ano, o primeiro projeto de biogás foi aprovado pela Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL, para a produção de energia no país.

Sobre a SEAE

O evento faz parte do quadro de responsabilidade social da ONG, em especial para o tema saneamento básico, ausente em metade do território de Embu das Artes. 
Criada por moradores na metade da década de 70, a SEAE atua na preservação ambiental de Embu e região, para estimular e ampliar os processos de transformação socioambiental, cultural e econômica, por meio de processos educacionais participativos e inclusivos, fomentando a atuação em políticas públicas, visando a conservação, recuperação e defesa do meio ambiente.

15/01/2017

Proprietário de área invadida no Embu tenta acordo com famílias para desocupar

14/01/2017

ROMU de Itapecerica prende major PM e homem acusado de desmatar e tirar terra

04/01/2017

Cachoeira do 72 faz mais uma vítima fatal em Juquitiba

21/12/2016

Verão começa nesta quarta-feira, 21, com previsão de calor intenso


O verão começa oficialmente às 8h44 desta quarta-feira (21), e o primeiro dia da nova...

13/12/2016

Embu das Artes terá energia interrompida na manhã desta quarta-feira

08/12/2016

SSP lança Delegacia Eletrônica para denunciar crimes contra animais

05/12/2016

Previsão do tempo na região para os próximos dias; Confira

29/11/2016

PM abre mais de 2 mil vagas para soldado 2ª classe em São Paulo

27/11/2016

Calçada de pedestre é tomada por muita sujeira em Taboão da Serra

16/01/2017

Oportunidade de emprego em Embu das Artes; Confira as vagas

15/01/2017

Proprietário de área invadida no Embu tenta acordo com famílias para desocupar

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.