Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Sindicato dos Jornalistas emite nota de repúdio aos ataques de Ney Santos à Sandra Pereira

Por Gabrielly Sousa | 17/06/2016

atac

DivulgaçãoA nota foi emitida na tarde da última quinta-feira (16)

Na tarde da última quinta-feira (16) o Sindicato dos Jornalistas de São Paulo (SJSP) emitiu uma nota de repúdio aos ataques do vereador de Embu das Artes, Ney Santos, contra a jornalista Sandra Pereira. Após a publicação de uma matéria com a temática “Vereadores se calam sobre fechamento da maternidade de Embu para reforma” o vereador teceu críticas ferrenhas à jornalista e ainda a acusou de trabalhar para o Gabinete do Deputado Geraldo Cruz, fato que já foi negado pela jornalista e por profissionais da Câmara de Taboão da Serra, onde Sandra trabalha atualmente. Relembre o caso aqui.

A jornalista ainda está sendo denunciada em rede social, impedida de citar o nome do vereador em suas postagens e de colocar o link de suas próprias matérias na rede. O SJSP comentou o caso e se declarou totalmente contrário às atitudes do parlamentar. “A direção do Sindicato demonstra total perplexidade diante do posicionamento de políticos que deveriam não só representar os interesses da população, mas, também contribuir com a transparência e divulgação das informações de caráter público”, diz trecho da nota.

Segue nota na íntegra:

"Pré-candidato a prefeitura de Embu das Artes ameaça jornalista que denunciou fechamento de maternidade

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo vem a publico repudiar com veemência intimidações sofridas pela editora do Jornal na Net, de Embu das Artes, Sandra Pereira. As ameaças partiram do presidente da Câmara, Ney Santos (PRB) por conta da reportagem Vereadores se calam sobre fechamento da maternidade de Embu para reforma.

Segundo a jornalista durante a apuração da matéria nenhum vereador da cidade deu relevância ao assunto quando foi questionado. E, em suas redes sociais o tema passou em branco. Logo após a publicação, a matéria obteve grande repercussão fazendo com que o vereador exigisse a imediata retirada da reportagem do site em que trabalha. Porém, a jornalista decidiu manter a denúncia. Desde então a situação se agravou.

Na sessão desta quarta-feira (15), a mando de Ney Santos os vereadores aliados a atacaram verbalmente, chegando a questionar o seu registro profissional. Mas a ação dos vereadores foi além. Eles influenciaram amigos da jornalista, que por meio de redes sociais, pediam para ela parar com as denúncias.

A direção do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de São Paulo se solidariza com a profissional do Jornal na Net, e demonstra total perplexidade diante do posicionamento de políticos que deveriam não só representar os interesses da população, mas, também contribuir com a transparência e divulgação das informações de caráter público.

Além de não cumprir com seu papel social tentam calar a imprensa. O SJSP defende a liberdade de expressão e livre exercício da profissão e coloca à disposição do profissional seus serviços jurídicos."



Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.