Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Vereadores de Embu se queixam de reportagem sobre fechamento de maternidade e presidente ataca jornalista

Por Direto da Redação do Jornal na Net | 16/06/2016

ney

DivulgaçãoVereador apresentou documento sobre nomeação de jornalista onde também constava nome do vereador Gilson Oliveira

Na sessão desta quarta-feira, 15, a maioria dos vereadores de Embu das Artes usou a tribuna da Câmara Municipal para tratar do fechamento da maternidade municipal de Embu das Artes, para reforma, durante os próximos 5 meses. Os vereadores criticaram a divulgação de reportagem do Jornal na Net abordando o tema e a maioria tentou explicar porque não abordou o assunto na sessão passada, quando a reforma foi comunicada a eles durante a sessão. Os depoimentos dos parlamentares de Embu deixaram clara a situação da maternidade e evidenciaram que o quadro era pior do se pensava. Eles chegaram a dizer que o fechamento da maternidade foi exigência do Ministério Público Federal (MPF), fato que não é verdade já que o MPF deu 30 dias para a cidade respeitar o direito das gestantes de terem os companheiros acompanhando os partos. Também mentiram a dizer que a reportagem não ouviu a prefeitura da cidade, já que a nota oficial sobre o assunto foi publicada ao final do texto criticado. 

Além das críticas a matéria do Jornal na Net sobre o fechamento da maternidade para reforma, alguns parlamentares atacaram a jornalista Sandra Pereira, editora do site e autora da matéria. O mais enfático foi o presidente da Câmara Municipal, vereador Ney Santos, que classificou o portal de “Jornaleco” e acusou a jornalista de escrever a serviço do seu principal adversário na eleição, o deputado estadual Geraldo Cruz, com quem a jornalista trabalhou por 6 anos. Ney Santos mentiu ao afirmar que a jornalista atualmente está lotada no gabinete de Geraldo Cruz. Mostrou uma relação de funcionários antiga, cujo primeiro nome da lista é do  vereador Gilson Oliveira, que também já passou pelo gabinete de Geraldo Cruz.

 “Estou aqui por fui eleito pelo voto popular. É as essas pessoas que eu devo satisfação. Se tem um problema vamos se unir pra resolver o povo não é mais besta. A população sabe quem tem compromisso e quem não tem. O que me deixou mais pasmo foi um veículo de comunicação e a jornalista Sandra Pereira. Se os vereadores não tomou essas dores eu vou tomar. Eu apanhei 18 da imprensa e não morri estou aqui. Apareci no Fantástico, no Domingo Espetacular e estou aqui. Não vou me curvar diante de um jornaleco. Não sou covarde. Você começa a procurar e vê que a jornalista e nomeada no gabinete do deputado Geraldo Cruz.  Está a serviço de um político que inaugurou a Maternidade irregular. Temos que ter responsabilidade dos nossos atos. Nosso papel aqui é fiscalizar. Se o prefeito não cumprir a responsabilidade de reformar a maternidade nós vamos pra cima do Ministério Público. Não vamos permitir mentiras dos politiqueiros vagabundos”, disparou raivoso. 

O presidente foi o último a falar antes deles outros edis da cidade se voltaram contra a reportagem. Gilson Oliveira foi um dos mais enfáticos e atacou:  “pasmem vocês um jornalista. Aonde essa pessoa foi formada? Eu devo satisfação aos eleitores eles que me elegeram e acreditaram em mim porque eu tenho temor de Deus. Não tenho preço e não me vendo. Hoje chamamos o prefeito e ele explicou pra nós, por isso estamos a favor. Estou muito chateado com alguns comentários que eu não gostei e por isso estou me pronunciando”, disse Gilson Oliveira.

Nota da Redação:

O Jornal na Net se posiciona de forma contrária a qualquer ataque contra a liberdade de expressão que para nós é pilar essencial à democracia. Fato atestado pelo comportamento dos próprios vereadores que só trataram o assunto após a divulgação da reportagem.  

A matéria amplamente criticada pelos vereadores foi feita baseada na sessão anterior da Câmara de Embu das Artes. A repórter assistiu toda a sessão anterior, no dia 8 de junho, quando nenhum vereador da cidade abordou o fechamento da maternidade para reforma e maior parte dos debates foi em torno do governo Temer. É fato que os vereadores mentiram deliberadamente ao afirmar que a reportagem não procurou a prefeitura, já que a matéria publicada traz a íntegra de uma nota assinada pela comunicação da administração.  

Também é nítida a intenção do presidente da Câmara, Ney Santos, de levar a discussão ao âmbito eleitoral quando ele mente ao afirmar que a jornalista autora da matéria trabalha no gabinete do deputado Geraldo Cruz, de onde ela se desligou há quase dois anos.  

Ademais, o site salienta que contra fatos não há argumentos. Devemos aos nossos leitores o compromisso de informar com responsabilidade e lutamos com as adversidades e ameaças para cumprir essa missão. O direito de expressão e à informação é garantido pelas leis que regem o País e a nossa abatida democracia.

Trinidad

Antes de saber onde esta ou aquela jornalista foi formada, (pq na verdade para começar a conversa... escrevem infinitamente melhor que o presidente da Câmara consegue se comunicar) eu gostaria de saber onde os nobres vereadores e presidente da câmara foram formados? Ou melhor ... deixem para lá.. melhor eu não saber não... !

Nilton Benedito Esteves - Professor

Senhoras e Senhores, em primeiro lugar vamos respeitar a MULHER. Mulher deve estar onde ela quer, desde a função nobre de gari até na função de Presidente da República. Tenho muito respeito pelo profissionalismo da Jornalista SANDRA PEREIRA. DIVA do Jornalismo Regional, juntamente com as Jornalistas Rose Santana e Karen Santiago. Senhoras e Senhores os políticos passam, o jornalismo sério continua.

29/04/2017

Régis registrou bloqueios, marchas e atos na greve geral em toda a região

A greve geral contra as reformas da previdência e trabalhista foi marcada em Taboão da Serra,...

29/04/2017

Aprígio recebe visita de Carlos Lupi, ex-ministro do Trabalho

Acompanhado de lideranças da Executiva Nacional e Estadual do PDT, Carlos Lupi, presidente...

27/04/2017

Justiça concede liminar para tentar barrar greve geral em ônibus e metrô

Numa tentativa clara de barrar a greve geral contra as reformas da Previdência e Trabalhista,...

27/04/2017

Câmara aprova proposta de reforma trabalhista; texto segue para o Senado

Após quase 14 horas de sessão, a Câmara dos Deputados concluiu, na madrugada desta quinta-feira...

26/04/2017

Vereadora Priscila Sampaio fará pedágio contra o jogo Baleia Azul em Taboão

Preocupada com a disseminação do trágico jogo virtual baleia azul, que já levou vários...

26/04/2017

Vereadores de Taboão aprovam regulamentação do uso da sede da Câmara Municipal

Os vereadores de Taboão da Serra aprovaram por unanimidade na sessão desta terça-feira, 25,...

26/04/2017

Senado aprova em 1º turno fim do foro privilegiado de políticos e autoridades

Senado aprovou nesta quarta-feira (26), em primeiro turno, a proposta de emenda à Constituição...

26/04/2017

Temer decide cortar ponto de servidores que entrarem em greve

O presidente Michel Temer decidiu que cortará o salário dos servidores que participarem da greve...

29/04/2017

Régis registrou bloqueios, marchas e atos na greve geral em toda a região

A greve geral contra as reformas da previdência e trabalhista foi marcada em Taboão da Serra,...

29/04/2017

Prefeitura de Taboão forma mais de 200 alunos através do Programa Lado a Lado Sa

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda da Prefeitura de Taboão da Serra,...

29/04/2017

Maternidade de Taboão inaugura serviço de consultoria em amamentação

A Prefeitura de Taboão da Serra está cada vez mais avançando na implantação de políticas...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.