Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Tempestade toma céu azul do parlamento com nova rebelião da base em Taboão da Serra

Por Sandra Pereira | 1/06/2016

Camara

Eduardo O grupo deixou claro que espera maior valorização e mais espaço no governo

O céu azul do parlamento foi tomado por nuvens de tempestade na reta final da sessão desta terça-feira, 31. Os vereadores José Aparecido Alves (DEM), Marcos Paulo (PPS), Ronaldo Onishi (SD) e Eduardo Nóbrega (PSDB) criticaram posicionamentos do governo e deixaram escapar que novos ventos trouxeram uma tempestade para a Casa. 

Cido, Paulinho e Onishi “cobraram” maior valorização de suas lideranças e espaços políticos, como secretarias. O grupo deixou claro que espera maior valorização e mais espaço no governo, que estaria agindo para favorecer alguns grupos em detrimento de outros. Já o líder de governo Eduardo Nóbrega criticou a estratégia usada na pré-campanha em relação aos pré-candidatos a vereador. Chegou a ironizar classificando de gênio os responsáveis pelos materiais de pré-campanha. 

“Quando você leva uma demanda ao governo, procura resolver de forma interna, mas quando não sai, a gente começa entender que, ou não nos querem nos fortalecer ou não querem nos dar atenção. A gente precisa ter as solicitações atendidas para garantir o trabalho. Relacionamento precisa ter feedback. Às vezes tem que fazer uma DR para aparar as arestas e evitar que fiquem mágoas ”, citou Paulinho, antes de criticar o fogo amigo e admitir que se for preciso vai usar colete para se proteger. 

“A gente olha o ministério do Belém são mais de 25 igrejas, não temos nenhum PAC, nenhum convênio, nada. É uma igreja grande, respeitada, ministério sério e tem um membro que é o vereador Marcos Paulo. Não quero brigar, quero conversar, mas estou mandando um recado claro sobre a minha insatisfação. Não vou aceitar alguém vir da oposição, sentar na janelinha e ameaçar vereador. Quero entender porque o Pirajuçara não tem a Base da GCM, porque as nossas igrejas ainda não receberam pinturas das faixas de pedestre”, completou Paulinho.

O presidente da Câmara, vereador Cido, revelou que se sente desprestigiado pelo governo e reclamou do fato do  Democratas não ter nenhuma secretaria. Também reclamou do tratamento dispensado aos pré-candidatos, entre os quais citou Sandrinho e Alex Bodinho. 

“Hoje eu me sinto, em muitos momentos desprestigiado. Democratas hoje não tem nenhuma secretaria. Talvez seja visto como um partidinho pelo governo.  Talvez o meu tamanho seja insignificante para o governo. Esse é um sentimento que foi crescendo e hoje estou manifestando. É o sentimento de alguém que defendeu o governo em todo o momento e hoje infelizmente me sinto, em relação a muitos, desprestigiado. Talvez meu tamanho seja insignificante. Talvez não tenha representatividade  ”, analisou Cido.

Já o vereador Ronaldo Onishi disse que  o Solidariedade foi o primeiro grupo político a declarar apoio a reeleição do Prefeito Fernando Fernandes. Ele disse que o partido teve o cuidado de firmar o compromisso e alegou que  compromisso é para ser cumprido. O vereador afirmou que o solidariedade tem lado, não fica em cima do muro, mas também não vai ser pautado, por quem quer que seja e para enfatizar sua força na sigla revelou que chegou a barrar legenda para um amigo pessoal do presidente estadual.

“O SD toma as decisões políticas que acha que tem que tomar. Nós escolhemos um lado e aqui temos uma postura. Mas também sinto dessa falta de valorização. Sabemos fazer política, sabemos fazer campanha. Nosso  time que não é grande, mas é um time de valentes, que sabe pedir voto na rua, é um time que não está brincando. Podem achar ou fazer juízo. Ah o Onishi é bonzinho. Ele não sabe fazer. Mas aprendemos a enxergar o jogo. Estamos vendo o fortalecimento de certos grupos e certas pessoas, não por uma ação isolada, mas pelo conjunto da obra”, pontuou.

O líder do governo, Eduardo Nóbrega destacou que a base política é essencial para a reeleição do prefeito. Sem poupar críticas ele se pôs contrário ao tratamento dado pelo governo aos pré-candidatos que são tidos como nomes fortes. Aos jornalistas ele esclareceu um post que fez em sua página pessoal no Facebook durante o final de semana após a distribuição de um jornal que fazia menção ao parque da Família no Inocoop, que segundo ele, é fruto de um trabalho de anos da família Nóbrega. 

“O caso da Dilma é exemplar. Ela não governou por causa do congresso. O prefeito nos ensinou que a gente tinha que amadurecer e hoje tenho certeza que ele está feliz porque isso aconteceu. Nós amadurecemos. Os vereadores começam a colocar na prática os ensinamentos que ele nos deu. Em 3 anos e meio o governo não passou por nenhum problema aqui na casa. Aprendemos a regra do jogo e fizemos isso ensinados pelo prefeito. O Cido, de toda história de Taboão, é um presidente com pouca influência sobre as decisões do governo e hoje se posicionou dizendo isso”, declarou Nóbrega.

Ele afirmou que o governo deve aplicar o princípio jurídico da igualdade que seria tratar desigualmente os desiguais. Disse que é preciso ajudar os pré-candidatos e ter bom senso. 

“Por isso estou pedindo a troca de coordenação da campanha. Não é difícil ver um material e avaliar o impacto que ele terá na base. Tem que se valorizar as bandeiras dos pré-candidatos, mas não pode deixar que eles assumam os bônus dos vereadores”.

11/10/2018

Aprígio comemora vitória e diz que trará melhorias para Taboão

O recém-eleito deputado estadual, José Aprígio, do Podemos, disse em entrevista coletiva nesta...

10/10/2018

Após derrota de aliados, Ney retorna à Prefeitura depois de pedir afastamento

O prefeito da cidade de Embu das Artes, Ney Santos, que estava afastado do cargo há mais de 30...

08/10/2018

Vereador Cido realiza Semana de Combate a Pedofilia em Taboão da Serra

A Semana de Combate a Pedofilia foi realizada pelo terceiro ano consecutivo vez em Taboão da...

07/10/2018

Eleitores de Embu das Artes enfrentam problemas com biometria

07/10/2018

Geraldo Cruz perde eleição de deputado estadual após dois mandatos

O deputado estadual Geraldo Cruz perdeu a eleição neste domingo, dia 7, com 36.111 votos, após...

07/10/2018

Taboão da Serra inicia limpeza das ruas momentos após o fim da votação

Poucos instantes após o encerramento da votação do 1º turno da eleição de 2018, um verdade time...

07/10/2018

Aprígio é eleito deputado estadual e Taboão terá 2 representantes na Alesp

O ex-vereador de Taboão da Serra e candidato a prefeito em duas ocasiões, José Aprígio, foi...

07/10/2018

Bolsonaro e Haddad decidirão eleição para presidente no segundo turno

Os candidatos Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) decidirão no segundo turno quem será o...

15/10/2018

Restaurante Popular celebra o Dia da Alimentação na próxima terça-feira, 16

A Prefeitura de Embu das Artes, através da Secretaria de Desenvolvimento Social, vai celebrar o...

14/10/2018

Fim trágico: corpo do pequeno Bryan é achado por moradores em rio de Juquitiba

O corpo do pequeno Bryan, que estava desaparecido desde o dia 12, em Juquitiba, foi localizado...

ingle

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.