Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Advogados de Aprígio dizem que ele vai depor na CEI contra a Cooperativa Vida Nova no dia 8

Por Sandra Pereira | 24/05/2016

00000123

Eduardo ToledoA terceira reunião da CEI foi marcada a oitiva de Aprígio e da ex-secretária de Habitação Ângela Amaral

Os advogados do presidente da Cooperativa Habitacional Vida Nova, o ex-vereador José Aprígio da Silva estiveram na terceira reunião da  Comissão Especial de Inquérito (CEI)  criada para investigar o processo de desdobro da Avenida Vida Nova  para protocolar documento informando que ele vai prestar depoimento no próximo dia 8. De acordo com o presidente da CEI, Eduardo Lopes, a Câmara fez 8 tentativas de convocar Aprígio para depor, mas nenhuma delas teve sucesso. Os advogados dele disseram à imprensa que houve falta de comunicação e Aprígio soube da sua convocação pelos jornais. Eles negaram que Aprígio estivesse se escondendo da CEI e disseram que ao final dos trabalhos a cidade vai concluir que a Cooperativa é 100% idônea. 

Entretanto, a fala dos advogados constituídos por Aprígio segue na contramão dos depoimentos prestados anteriormente por dois secretários municipais da cidade, o de Obras, Rogério Balzano e o Jurídico Joel Ney De Santics. Ambos afirmaram haver indícios claros de irregulares no processo de desdobro do segundo terreno adquirido pela cooperativa Vida Nova. Também fizeram questão de enfatizar que a Cooperativa “deve” ao município mais de R$ 37 milhões por não ter destinado área institucional para a construção de equipamentos públicos pela prefeitura. 

A terceira reunião da CEI foi marcada a oitiva de Aprígio e da ex-secretária de Habitação Ângela Amaral, que comandou a pasta no governo de Evilásio Farias. Nenhum dos dois compareceu. Aprígio foi representado pelos advogados e teve depoimento agendado para o dia 8. Ângela Amaral justificou a ausência por escrito. Disse que atualmente mora e trabalha em São Paulo e se pôs à disposição para prestar esclarecimento em outra data. 

“Viemos representar o presidente da cooperativa. Queremos esclarecer que o senhor Aprígio está à disposição da Comissão Especial de Investigação para todos os esclarecimentos. Até gora não tínhamos ainda recebido nenhuma intimação formal”, afirmou o advogado José Augusto Trovato. 

A presença dos advogados de Aprígio ao que tudo indica serviu para apaziguar o clima da CEI que desde o seu começo tinha tom “pesado”. Em dado momento Eduardo Lopes permitiu a presença do público. Entretanto, havia poucas pessoas do lado fora do plenário. Outro fato que chamou a atenção foram as deliberações rápidas, praticamente sem comentários e a quase total ausência de críticas ao presidente da Cooperativa Habitacional Vida Nova, fato corriqueiro na oitiva anterior.

Helena A Bochete

INDIGNADA, não posso ficar calada, não percebem os políticos da situação que, estão tornando público, fortes indícios de atos e conduta de IMPROBIDADE que foram CO-AUTORES, SE verdade fosse o objeto de apuração desta CPI, senão vejamos:__ Onde estavam todos os vereadores, que NÃO FISCALIZARAM, e denunciaram em tempo real, permanecendo CALADOS por anos, e somente após, construídos quase 9.000 unidades de moradias, às vésperas de Eleição Municipal, vem como cordeiros, acusar que "deixaram" lesar os cofres público Municipal . ___ Calaram porque? MAL FADADA acusação SE ? OCORREU, Porque NÃO FIACALIZARAM o EXECUTIVO, que deliberou a construção? Indícios de que fizeram vistas grossas? Em troca do que ? VANTAGENS PESSOAIS, no dito DESDOBRO da área ? onde residem quase nove mil famílias___ Oras, a lisura da acusada era tão transparente, que até VEREADORES, SECRETÁRIOS MUNICIPAIS, PROCURADORES DO MUNICIPIO, e/ou seus FAMILIARES, se inscreveram, e são COOPERADOS, RESIDINDO dentro do Condomínio em seus respectivos Apartamentos, inclusive, o próprio SECRETÁRIO JURÍDICO MUNICIPAL, 1º à depor nesta CPI, DR. JOEL SANCTIS JÚNIOR, foi um dos Cooperados, e residiu por anos, no residencial da Cooperativa Vida Nova, ocupando o cargo de CONSELHEIRO da Cooperativa, hoje residindo na Chácara Iolanda, porque estaria fazendo provas contrárias comprovando as vistas grossas aos fatos se verdades fossem, tanto às pessoas dos Vereadores da época, quanto à sua pessoa, posto fazia parte do Jurídico no início da compra da área, seu desdobro e regularização junto à Prefeitura, teria feito vistas grossas? Aos fatos que agora alega serem “ilícitos”, se tanto era ato criminoso contra o erário público, porque somente às vésperas do Pleito Eleitoral, vem levantar dúvidas junto a população? Porque o Presidente da Cooperativa se colocou como Pré Candidato a Prefeito? Qual das duas condutas dos Vereadores e do Secretário do Jurídico, são verdadeiras, A UMA….a de APROVAÇÃO e/ou vistas grossas à fiscalização deixando correr se crime houvesse, so agora anunciado,ou A DUAS.…resolveram confessar a IMPROBIDADE que cometeram e serem co autores se ilícito deixaram passar contra seus representados, ou é mais uma manobra ilícita da política Regional, usando da máquina, administrativa e do Poder Judiciário, subestimando a inteligência de nossos Magistrados e do povo em geral, no exercícioo de litigantes de má-fé???.......aos Diretores , e Funcionários e Leitores deste R.Jornal DAS fAMÍLIAS tABOANENSES E rEGIÃO, meus cumprimentos HUMANISTA , PAZ, FORÇA e ALEGRIA!

14/07/2017

Câmara de Taboão permanece com atendimento ao público durante o recesso

A Câmara Municipal de Taboão da Serra entrou em recesso parlamentar no início de julho e neste...

12/07/2017

MPT pede veto e não descarta entrar com ação contra reforma trabalhista

O Ministério Público do Trabalho (MPT) encaminhou ao presidente Michel Temer, nesta quarta-feira...

07/07/2017

Deputada Analice assume presidência da Assembleia e recebe delegação da Baviera

A deputada estadual Analice Fernandes assumiu interinamente a presidência da Assembleia...

07/07/2017

Assembleia aprova proposta de Alckmin que reduz valores de multa e juros de ICM

Na tarde desta quarta-feira, 05 de julho, a Assembleia Legislativa de São Paulo aprovou o...

05/07/2017

Tribunal de Contas reunirá prefeitos de Taboão, Embu, Itapecerica e região

Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP) realiza em Suzano, na próxima quinta-feira...

05/07/2017

Assembleia aprova proposta de Alckmin que reduz valores de multa e juros de ICMS

Na tarde desta quarta-feira, 5 de julho, a Assembleia Legislativa de São Paulo aprovou o Projeto...

04/07/2017

Vereadora Érica Franquini comemora o sucesso da 1ª audiência pública

Na quinta-feira, 29, a comissão de Segurança da Câmara Municipal de Taboão da Serra realizou a...

04/07/2017

Prefeito Jorge Costa fala sobre projetos de Itapecerica

Reeleito pela quarta vez para administrar a prefeitura de Itapecerica da Serra, o prefeito Jorge...

03/07/2017

Prefeitura de Embu emite nota sobre a saída de Jefferson Siqueira do Turismo

A prefeitura de Embu das Artes emitiu nota oficial sobre a demissão do secretário Jefferson...

01/07/2017

Câmara Municipal entra em recesso após aprovação da LDO

Na última terça-feira, dia 27, os vereadores de Taboão da Serra aprovaram por unanimidade, em...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.