Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Polícia

Taboanense de 22 anos é a única mulher aprovada no último concurso da GCM de Taboão

Por Sandra Pereira | 23/05/2016

adriele

Sandra PereiraAdriele Regina nasceu e mora em Taboão da Serra, emocionada ela fez o juramento da turma

Aos 22 de anos de idade a jovem taboananse Adriele Regina dos Santos, 22, foi a única mulher aprovada no último concurso público da Guarda Civil Municipal de Taboão da Serra. Na quinta-feira, 19, ao lado de outros 29 novos GCMs, ela ingressou na corporação após uma concorrida formatura. A jovem GCM recebeu cumprimentos de todas as autoridades  presentes na solenidade. Ela chamava a atenção na turma predominantemente masculina. Ela entrou na GCM depois de passar no concurso duas vezes. Na primeira foi desclassificada porque não tinha Carteira Nacional de Habilitação (CNH). 

Coube a jovem GCM fazer o juramento que os novos guardas, assim como todos os antigos, devem seguir durante sua atuação na defesa da segurança em Taboão da Serra. A emoção de Adriele era exposta pela voz embargada e o nervosismo natural de quem fala diante de um seleto público. Ao Jornal na Net ela admitiu que quando fazia o juramento sentia o coração bater forte e mal conseguia conter a emoção.   

Radiante ela recebeu os cumprimentos do prefeito Fernando Fernandes, do secretário Gerson Brito e de várias mulheres que se destacam em Taboão como a corregedora da GCM Sandra Fidélis Leite, da coordenadora dos Direitos da Mulher, Sueli Amoedo e das outras mulheres que integram a guarda. 

“Após quatro meses de luta e esforços estou aqui recebendo essa grande conquista. Para mim é uma carreira muito bonita e eu tenho orgulho dessa conquista”, afirmou. 

Ela disse que a despeito das dificuldades naturais durante o processo de formação sempre foi bem recebida e tratada pelos colegas de turma. Adriele observou que o maior desafio nesse período foi administrar o próprio nervosismo e apreensão e o de sua família.  

“No começo a minha família ficou meio apreensiva. O fato de ser mulher e ter que ir pra rua combater a violência causou um pouco de receio. Mas depois todos me apoiaram e viram o quanto me preparei para esse momento”, disse. 

A mais jovem GCM de Taboão da Serra afirmou estar consciente de que a caminhada não será fácil já que os desafios na área de segurança são imensos. Mas ela já avisa que está preparada pra cumprir sua missão de trazer mais segurança para Taboão. 

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.