Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Rompimento de coligação partidária vira caso de polícia em Embu das Artes

Por Gabrielly Sousa | 13/05/2016

dp_1

Divulgação De acordo com o boletim Pedro Valdir não entregou documentos do partido, como fichas de filiações, protocolos e cópias de documentos

O Partido Progressista (PP) rompeu com o vereador e pré-candidato a prefeito Pedro Valdir (PSD) e pode lançar candidatura própria ao Executivo municipal.

De acordo com o secretário do partido na cidade, Francisco de Assis de Sousa Menezes, a ruptura com o vereador se deu devido a interferência de sua esposa Bruna que é coordenadora financeira da campanha do pré-candidato Pedro Valdir. Segundo o secretário e ex-escrivão de polícia, a senhora Bruna se indispôs com três integrantes do grupo e por não simpatizar com as pessoas chegou a exigir suas expulsões do grupo. De acordo com Pedro Valdir, após nomear sua esposa como coordenadora, um jogo de vaidades dentro do grupo ocasionou o desligamento entre eles.

A ruptura de coligação entre os dois partidos virou caso de polícia. A situação do rompimento do grupo do PP com o pré-candidato Pedro Valdir gerou um boletim de ocorrência (B.O.) por parte do grupo do Partido Progressista. De acordo com o boletim o parlamentar não entregou documentos do partido, como fichas de filiações, protocolos e cópias de documentos.

Pedro Valdir nega as acusações e alega não ter nenhum documento do partido em sua posse. O vereador diz que as documentações são somente virtuais e por isso não existe papeis a serem devolvidos ao partido.

Candidatura

Menezes afirmou que o PP de Embu das Artes tem total condição de lançar uma pré-candidatura própria para as próximas eleições ao cargo de prefeito. Segundo ele o partido já tem até um projeto para a cidade. Chamado de Projeto 11 a proposta traz inúmeras benfeitorias e implantações ao município como sugestão. O ex-escrivão de polícia não mencionou nenhum nome como especulação ao cargo até o momento.



Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.