Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

Munícipes de Embu devem fazer cadastro no Minha Casa, Minha Vida

Por Assessoria de Comunicação de Embu das Artes | 12/05/2016

casa

Divulgação Lembrando que você não pode ter débitos com o Governo Federal

A Companhia Pública Municipal Pró-Habitação informa que implementará, de acordo com as diretrizes do Ministério das Cidades para o Programa Minha Casa, Minha Vida – fase 3, o Sistema Nacional de Cadastro Habitacional – SNCH.

Nesta terceira etapa do Minha Casa, Minha Vida, lançado em 30 de março de 2016, o Governo Federal ampliará a transparência no processo de seleção dos beneficiários do programa nas faixas 1 (famílias com renda mensal de até R$ 1.800) e 1,5 (até R$ 2.350). A partir de agora, os cidadãos poderão consultar o Portal MCMV, que será lançado pelo Ministério das Cidades (www.minhacasaminhavida.gov.br). Isso será possível devido à criação deste sistema.
Sendo assim, o cadastro para o SNCH será necessário apenas paras as faixas 1 e 1,5. 

Desta forma, deverão realizar o “recadastramento” ou o “cadastramento” os munícipes que se enquadrarem nos seguintes critérios:

·         Ser maior de 18 anos
·         Ser morador de Embu das Artes
·         Ter renda familiar entre 0 a R$ 2.350
·         Ter o Número de Informação Social (NIS) e todo grupo familiar 

Lembrando que você não pode:
·         Ser dono ou ter financiamento de imóvel residencial
·         Ter recebido beneficio de outro programa habitacional do Governo Federal
·         Estar cadastrado no Sistema Integrado de Administração de Carteiras (SIACI) e/ou Cadastro Nacional de Mutuários (CADMUT)
·         Ter débitos com o Governo Federal

Importante: 
Neste momento, somente serão aceitos os cadastros preenchidos em sua totalidade e com o número de NIS de todo grupo familiar.
As famílias que se enquadram na faixa 2 (até R$ 3.600)  ou 3 (até R$ 6.500) do MCMV podem procurar diretamente a Caixa Econômica Federal ou o Banco do Brasil para realizar um financiamento.
Prazos – Fique atento!
·         A partir de 5/5: Formulário disponível no site da Prefeitura
·         De 10/05 a 13/5: retirada de “Formulário do Cadastro PMCMV na Pró-Habitação”
·         De 16/05 a 20/5: entrega do formulário preenchido na Pró-Habitação

Orientações para o preenchimento do formulário de cadastro
O cadastro é baseado nas informações que serão fornecidas neste formulário. Desse modo, é de extrema importância que todos os campos sejam preenchidos, preferencialmente em letra de forma e sempre que possível respeitando a divisão proposta.

Para as perguntas que possuem alternativas, apenas uma delas deve ser indicada, com um “x” no espaço correspondente.

Preencha a ficha clicando aqui. 


Perguntas frequentes

1 – Quem pode se cadastrar?
Moradores de Embu das Artes, maiores de 18 anos de idade, cuja renda familiar esteja entre R$ 0 a R$ 2.350 por mês.

2 – O que é NIS?
Número de Identificação Social – NIS é atribuído pela Caixa Econômica Federal para pessoas que não possuam PIS e possam ser atendidas em programas sociais, como é o caso do Programa Minha Casa, Minha Vida.

3 – Não sei o meu NIS, o que fazer?
Quem não possui NIS, pode realizar o Cadastro Único em uma das unidades das Centrais de Cadastro Único,  para que este seja gerado. Para realizar o cadastro do MCMV é necessário que todos os membros da família que serão incluídos possuam o NIS. Para informações sobre o endereço da Central de Cadastro mais próximo da sua casa acesse aqui ou entre em contato com a Prefeitura de Embu das Artes pelo telefone 4785-3500.

4 – É preciso entregar cópia dos documentos junto com o formulário?
Não, apenas o correto preenchimento do formulário já é suficiente para a realização do cadastro.

5 – Onde posso retirar e entregar o formulário?
Na sede da Pró-Habitação, localizada dentro do prédio da prefeitura de Embu das Artes, na Rua Andrônico dos Prazeres Gonçalves, 114, Centro, Embu das Artes, das 8h30 às 16h.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.