Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Variedades

Menina de 12 anos ajuda mãe a dar à luz no banheiro após HGP se recusar a atender paciente

Por Gabrielly Sousa | 15/04/2016

BEBE

Divulgação A recém-nascida e a mãe foram encaminhadas ao hospital e passam bem

Médicos do HGP (Hospital Geral do Pirajussara) se recusaram a fazer o parto afirmando “não ser a hora”

Prestes a dar a luz Maria Claudia fez inúmeras tentativas de internação no HGP, sem sucesso. Os médicos informavam à paciente que “ainda não estava na hora da criança nascer”, então após umas destas tentativas, no banheiro de sua casa a mãe teve que contar com a ajuda de sua filha Yasmin de 12 anos para dar a luz a seu bebê. E na última quarta-feira veio ao mundo uma saudável menina, que nos ultrassons realizados pelos médicos indicavam que era menino.

Após auxiliar sua mãe no parto da irmã, Yasmin (12) correu para a vizinhança para pedir ajuda. “Socorro! Socorro! minha irmã tá nascendo”, dizia a garota em súplica. Prontamente vizinhos se encaminharam até a casa de Maria Claudia aonde se depararam com a cena de uma mãe entrelaçada entre seu cordão umbilical, ainda não cortado, e sua filha que acabara de nascer sem nenhum suporte médico. 

O SAMU foi acionado pelos vizinhos e quando chegaram ao local, prontamente realizaram os últimos socorros. A recém-nascida e a mãe foram encaminhadas ao hospital e passam bem.

Doações


Durante toda gestação Maria Claudia e o marido se prepararam para chegada de um menino, o que segundo os médicos era o que aparecia nos exames de ultrassom. Confiando na palavra do Doutor a família, com dificuldade, preparou todo o enxoval para um menino, mas na hora do parto, mais uma surpresa para família, o bebê que Claudia acabava de dar a luz era na verdade uma menina.

A família passa por dificuldades e pede ajuda de quem puder com fraldas, produtos de higiene ou roupas para a recém-nascida, que até o momento só tem roupas para menino.

Endereço:

Rua água branca - Jardim Santa Tereza - Embu das artes

Alberto Gomes Pereira

Nessa terça feira eu e minha família perdemos uma pessoa muito querida que foi minha prima Alice,veio a óbito no HGP também, ela morreu de suposta " causa desconhecida", porém temos certeza da negligência médica que não soube identificar uma apendicite, não fez uma tomografia se quer, disseram que iriam operar ela depois de horas de espera, ela sofreu uma parada cardiorrespiratória após a aplicação da anestesia!! Um absurdo completo ( temos relatos de famíliares que eles usaram um prontuário de 2013 para se embasarem em vez de fazer um exame ). Solicito atenção da mídia pois da próxima vez pode ser outra pessoa da minha família ou da sua.

27/06/2017

Programa Estadual de Qualificação forma 60 alunos em Embu das Artes

O Programa Estadual de Qualificação (PEQ) realizou na manhã desta terça-feira (27), a formatura...

27/06/2017

Prefeitura contabiliza avanços na área da segurança em Itapecerica da Serra

Apesar de segurança pública ser responsabilidade do Governo do Estado, a Administração Jorge...

27/06/2017

Morador tradicional do Jardim Maria Rosa morre na tarde desta terça-feira (27)

É com pesar que familiares e amigos comunicam o falecimento do morador tradicional do Jardim...

26/06/2017

Prefeitura revitaliza Espaço Cultural do Jardim Branca Flor

No dia 14 de junho, a Prefeitura de Itapecerica da Serra, por meio da Secretaria de Cultura,...

26/06/2017

Músico Guilherme Faquetti se apresenta no Santo Eduardo

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.