Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cultura

Diversidade marca a 14ª Edição do Loucos por Vinil em Embu das Artes

Por Prefeitura da Estância Turística de Embu das Artes | 11/04/2016

vinil

Divulgação Muito rock 'n’ roll fez a alegria das cerca de 2 mil pessoas que passaram pelo Centro Cultural Mestre Assis do Embu.

Muito rock 'n’ roll fez a alegria das cerca de 2 mil pessoas que passaram pelo Centro Cultural Mestre Assis do Embu, nos três dias de Loucos por Vinil Fair, em Embu das Artes. Apesar da temática escolhida para essa edição, a diversidade de gêneros musicais e, também de público, impressionou organizadores e visitantes.

Para o idealizador do evento, Paulo Dud, a 14ª edição do Loucos por Vinil cumpriu seu objetivo de reunir diversas gerações e difundir a cultura do discos de vinil: “Nós estamos na 14ª edição e o importante desse ano é que estamos mais organizados. Como sempre, estamos aqui fazendo a cultura do vinil, recebendo colecionadores e também jovens que ainda não conheciam o vinil e, a partir de agora, passam a admirar e até compram discos de Chico Buarque, Elias Regina e outras influências musicais, muitas vezes bandas e artistas que seus pais ouviam”.

Além da exposição, venda e troca dos famosos long plays, o evento foi recheado de atrações que representaram, muito bem, as lendas do rock. A programação contou com shows de  Felippe Dias Trio (tributo a Jimi Hendrix),  Jubarte, Pastor Rottweiler  (trabalho autoral), Adaaga (Classic Rock), Hellven (Death Metal), Os Subterrâneos (trabalho autoral), Leandrix Experience (Jimi Hendrix) e da banda AJNA, com a cantora Tibet, que encerrou o evento em grande estilo, mostrando que lugar de mulher também é no Rock.

O casal Karen Salerno e Samara de Oliveira visitou o evento pela segunda vez e, nessa edição, levou para casa um compacto dos Rolling Stones: “Aqui a variedade de discos é boa, encontramos os clássicos em um só lugar, com preço acessível”, garantiu a publicitária Samara de Oliveira.

De Santo André, o colecionador Evandro Antunes dos Santos, na companhia da esposa Cristiane Maria dos Santos, aumentou sua coleção que já conta com mais de 1 mil discos: “A variedade é boa mas, conforme aumenta a coleção, vai ficando mais difícil encontrar algo. Mesmo assim, estamos levando discos do Motorhead, Ramones e Blue Oyster Road”.

O Loucos por Vinil é uma opção de lazer mesmo para os mais jovens, os noivos Marcelo Salinas e Tânia Azevedo foram ao evento na companhia das pequenas Marjorie (8) e Dhara (8), e levaram 12 discos, entre rock e jazz, para casa: “Nós costumamos visitar outros pontos de referência para os amantes do vinil, como a Praça Benedito Calixto e o bairro do Ipiranga, as meninas já estão acostumadas e também gostam dos discos. A iniciativa do Loucos por Vinil é muito boa, até porque é um evento que não costuma acontecer por esses lados”.

Apesar do evento já estar na sua 14ª edição, foi uma grata novidade para o jovem Henrique, de Itapecerica da Serra, que ao lado dos pais, Anilton e Amanda, comemorou seu “mêsversário” de 11 meses no Loucos por Vinil Fair: “Viemos conhecer o evento. Com certeza ficaremos para os shows”, garantiu o casal.

Novidade também para Edu (vocal e guitarra), Ademar (bateria), Nelson (guitarra solo) e Paolo (baixo) da banda de death metal, Hellvem, que apesar dos seus 10 anos de estrada, pela primeira vez se apresentou no Loucos por Vinil.

Ao longo de três dias, o evento ainda contou com exibição de filmes e documentários, workshops, mix áudio com dj’s e a exposição “A arte e nossas lendas musicais”, com mais de 30 artistas plásticos renomados da cidade usando as telas como base para expressar diversas técnicas de pintura. O Loucos por Vinil Fair é uma realização da Secretaria Municipal de Cultura e, este ano, contou com patrocínio do Sindicato dos Químicos.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.