Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cultura

Batuca Lata e Dança Sênior é sensação entre idosos de Embu

Por Gabrielly Sousa | 1/04/2016

page_1

Gabrielly SousaO CCI possui 24 núcleos de atendimento em diversos bairros por toda a cidade

Embuenses da terceira idade participam de dezenas de atividades gratuitas oferecidas pela Prefeitura.

A prefeitura de Embu das Artes implantou o Centro de Convivência do Idoso (CCI) para exercer atividades que visam à melhoria da qualidade de vida dos idosos, assim fortalecendo vínculos familiares e comunitários e promovendo a integração e participação efetiva na sociedade. “O idoso antigamente ficava dentro de casa se sentindo inútil por não conseguir fazer um monte de coisa e esse projeto trabalha acima de tudo as relações entre eles”, comenta orgulhosa a professora de Dança Sênior Mariliza Marques (49). 

O Batuca Lata é um projeto social que envolve idosos de toda cidade utilizando instrumentos reciclados, feitos de objetos à base de lata. O programa ficou parado por um ano e volta, em 2016, no comando do Professor de percussão e bateria Micael Pereira Macedo (32). 

Para o percussionista os trabalhos realizados pelo CCI são de extrema importância, mas o professor também busca o aprimorar, especificamente o projeto que ele está à frente.  “Essa nova fase do Batuca Lata busca trazer novos instrumentos para podermos ensinar realmente música, o projeto consiste basicamente na lata e sua raiz é a lata, mas a gente quer ensinar música", comenta esperançoso o professor.

"Tem que melhorar e inovar e pra isso tem que ter mais investimento", cobra Maciel Moreira (67). O idoso é funcionário e praticante das atividades do CCI.

"Às vezes eu ficava em casa só com preocupações e aqui eu alivio isso” comenta a aposentada Mercedes Rosa de Morais (65). A moradora de Embu das Artes é aposentada por invalidez e comentou que quando não conseguia andar os funcionários do projeto iam até sua residência a buscar para praticar as atividades, "Acho muito importante o projeto, entrei aqui um 'bagaço' e agora estou muito melhor". Mercedes atualmente faz parte do dança sênior, mas pretende voltar aos projetos de Crochê e Batuca Lata em breve.

Marilza Marques (49) é formada em Educação Física e coordena os projetos de Dança sênior na região Centro do município. “Esse projeto trabalha acima de tudo as relações porque ficando em casa eles acabam se isolando da sociedade e muitas vezes até da família e esse programa trabalha a reinserção deles na sociedade, fora a melhoria de vida, então acho que eles só têm a ganhar", relata a professora de dança.  

Maria Ângela da Silva (64) faz parte do projeto há dois anos “Adoro a dança, gosto muito mesmo e não pretendo parar, é o que me faz feliz". A aposentada também faz teatro e interpretou Maria Madalena na peça paixão de cristo da última Sexta-feira Santa junto com outros munícipes de todas as idades.

O CCI possui 24 núcleos de atendimento em diversos bairros por toda a cidade, oferecendo atividades artesanais, esportivas e também culturais gratuitas para os munícipes da terceira idade.


Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.