Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Câmara de Itapecerica deve votar pedido dos vereadores presos para voltar aos cargos

Por Sandra Pereira | 21/03/2016

camara_2

DivulgaçãoO coordenador jurídico Alex Alexandre Xavier informou que os vereadores que estavam presos não reassumiram os cargos

Os vereadores de Itapecerica devem votar na sessão desta terça-feira, 22, requerimento que pede o retorno dos parlamentares presos durante a operação Redenção às cadeiras no Legislativo itapecericano. De acordo com o departamento jurídico da câmara os vereadores Cícero Costa, Hércules da Farmácia e Cleber Bernardes apresentaram requerimento em que pedem a volta aos seus cargos. Não se sabe se Fabinho Gêmeos, que ficou foragido desde as prisões vai retornar a função. Se a votação ocorrer os suplentes empossados devem participar dela.

O coordenador jurídico Alex Alexandre Xavier informou que os vereadores que estavam presos não reassumiram os cargos, que segundo ele permanecem ocupados pelos suplentes.

“É a plenária que vai decidir se os vereadores voltam ou não”, declarou, afirmando que maiores informações só poderiam ser dadas à nossa reportagem mediante apresentação de requerimento.

Os vereadores e demais presos pela operação Redenção, que apura o desvio de R$ 2,5 milhões das contas do Legislativo de Itapecerica deixaram a prisão após a Justiça conceder habeas corpus garantindo que eles respondam aos crimes em liberdade.  O habeas corpus veio acompanhado de medidas cautelares previstas  nos artigos 319, I, II e III, e 320, ambos do Código de Processo Penal, além do comparecimento a todos os atos do processo.

Entre essas medidas cautelares estão a obrigação de comparecer ao Fórum, a proibição de frequentar determinados locais como bares e casas noturnas, proibição de falar com determinadas pessoas relacionadas ao processo e a proibição de deixar a cidade. Alguns deles serão obrigados a se recolher em suas residências durante a noite. Mas, nenhum dos envolvidos foi proibido de ocupar cargo público.

Na cidade corre por todos lados que haverá outras fases da operação Redenção. Ninguém sabe se o fato procede já que o promotor responsável pelas investigações prefere não comentar o assunto. A reportagem do Jornal na Net tentou sem sucesso entrevista-lo sobre o assunto.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.