Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Vereadores de Itapecerica defendem caminhoneiros da cidade multados por trafegar em vias restritas

Por Gabrielly Sousa | 16/03/2016

002

Genildo Rocha As cobranças do Poder Legislativo para o Poder Executivo vêm sendo recorrente nas últimas sessões e desta vez não foi diferente.

Na sessão desta terça-feira (15) os vereadores de Itapecerica da Serra saíram em defesa dos motoristas de caminhão residentes no  município multados por trafegar nas  ruas do centro onde o acesso é proibido. Como são moradores da cidade eles possuem um cartão que permite o tráfego nessas ruas, mas ainda assim foram multados. Eles também voltaram a tecer críticas contra a administração do prefeito Amarildo Gonçalves Chuvisco.

A sessão desta terça-feira contou com a  presença de caminhoneiros da cidade que criticavam a “aplicação de multas indevidas no centro da cidade”. Mesmo tendo em posse seu cartão de autorização os motoristas alegam receber multas, tanto de radares eletrônicos quanto de agentes de trânsito. Os cartões de autorização servem para que os caminhoneiros possam cruzar vias da cidade em que os veículos são proibidos de trafegar como, por exemplo, a Rua Virgílio Busnello, localizada no Centro. 

O presidente da Câmara Alex Pires saiu em defesa dos condutores: “Isso é uma perseguição, eu até peço desculpas porque não sei o que esta acontecendo, essas multas não deveriam ser aplicadas, o Senhor Prefeito deveria cumprir seus compromissos, eles são trabalhadores e assim não podem trabalhar”. 

O vereador Sangue Bom foi quem deu o tom das discussões sobre as multas ‘indevidas’ aos condutores de caminhão e ressaltou: “Os motoristas de caminhão pagam a taxa para ter essa carteirinha de autorização, mas já que a administração não tem a capacidade de colocar homens para verificar antes de aplicar as multas os caminhoneiros são prejudicados”. 

Segundo Ramon Corsini, em uma reunião realizada anteriormente com o prefeito da cidade os caminhoneiros foram autorizados a passar por vias como a Rua Virgilio Busnello. “Não sei porque os caminhoneiros ainda estão sendo multados, eles estão correndo risco tendo que sair mais cedo para fazer outros caminhos, mas nós vamos continuar trabalhando e lutando por vocês”, completou. 

Já o Pastor Marcio Roberto saiu em defesa dos agentes de trânsito dos municípios e alegou: “Existe uma lei e os agentes só a estão cumprindo, mas se existe um recurso ele deve ser usado”.
Os parlamentares Alex Pires, Pastor Marcio e Ramon Corsini se comprometeram a marcar uma reunião com o executivo para resolver a situação dos caminhoneiros.

Cobranças 

As cobranças do Poder Legislativo para o Poder Executivo vêm sendo recorrente nas últimas sessões e desta vez não foi diferente. Os presentes na Casa também aproveitaram seu tempo na tribuna para fazer cobranças à administração do município de Itapecerica.

Alex Pires se mostrou mais uma vez descontente com a frente de trabalho do município, a qual ele alega não estar cumprindo seus deveres e desabafa: “Nossa cidade está bagunçada, e o culpado é o prefeito já que ele delegou aos secretariados dele os trabalhos que não estão sendo feitos”. 

Edicarlos Bispo dos Santos (Sangue Bom) condenou a precariedade na saúde de Itapecerica: “A saúde está ‘o fim da picada’, faltam médicos, medicações e o cidadão marca um exame e demora meses para ser atendido, é um descaso nessa cidade e nenhuma secretaria faz nada já que o administrador não ajuda”. 

Após reclamações feitas na Casa de Leis sobre a limpeza de vias e praças públicas foram efetuadas as devidas higienizações em áreas do centro da cidade, mas o Professor Ernandes reafirmou a importância do ato também ser realizado nas regiões periféricas do município.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.