Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Transporte e Trânsito

IPEM-SP realiza plantão de taxímetro em Embu-Guaçu

Por Assessoria de Imprensa | 14/03/2016

taxi

DivulgaçãoPara identificar se o taxímetro foi verificado pelo IPEM-SP, o consumidor deve observar a existência do lacre amarelo

As verificações são voltadas especificamente àqueles que precisam validar o instrumento após mudança de veículo, troca ou reparo
Os taxistas de Embu-Guaçu já podem consultar no site do IPEM-SP (www.ipem.sp.gov.br) as datas dos plantões, voltados especificamente àqueles que precisam validar o instrumento após mudança de veículo, troca ou reparo. A próxima ação está programada a partir da segunda-feira, no período de 14 a 17 de março, a partir das 9h, sendo o ponto de partida à Rua Pedro de Moraes, altura do número 20 – Parque Industrial.

No caso dos plantões de regularização de taxímetro, somente os taxistas que precisam validar o instrumento após mudança de veículo, troca ou reparo do taxímetro devem comparecer.
Os taxistas autuados por trafegar com o taxímetro irregular têm dez dias para apresentar defesa ao órgão. As multas podem variar de R$ 500 a R$ 5.000 mil, dobrando na reincidência.
Para agendar o atendimento é necessário acessar o site do IPEM-SP (www.ipem.sp.gov.br) e emitir a GRU (Guia de Recolhimento da União) para o pagamento da taxa de verificação. Sem o agendamento online e a taxa quitada, o atendimento não é realizado.
Na data da verificação, o taxista ou responsável pelo veículo deve apresentar os seguintes documentos:
- alvará de estacionamento fornecido pela prefeitura;
- certificado de propriedade do veículo;
- certificado de verificação do IPEM-SP, referente ao último exercício;
- GRU quitada;
- comprovante de endereço;
- guia de serviço fornecida por oficina credenciada pelo IPEM-SP.
Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (11) 3581-2329 ou pessoalmente na Sede da Delegacia de Ação Regional do IPEM-SP Sul, localizada à Rua Muriaé, 154 – Alto do Ipiranga.

Fique de olho

Para identificar se o taxímetro foi verificado pelo IPEM-SP, o consumidor deve observar a existência do lacre amarelo, que impede o acesso à regulagem do aparelho, e do selo do Inmetro com a frase “verificado até 2017”. Caso o lacre esteja rompido, o consumidor não deve aceitar a corrida, pois o aparelho pode apresentar medição incorreta. Em alguns casos poderão ser encontrados com a etiqueta "verificado até 2016", pois, o instrumento pode ser que ainda não tenha sido verificado, devido ao cronograma conforme o alvará.
O valor da bandeira é estabelecido pela prefeitura de cada município, mas é importante estar atento ao horário em que as bandeiras ‘um’ e ‘dois’ podem ser utilizadas, para não pagar mais caro pela corrida.
O consumidor que notar irregularidades ou tiver dúvidas pode realizar denúncia na Ouvidoria do IPEM-SP por meio do telefone 0800 013 05 22, ou por e-mail: ouvidoria@ipem.sp.gov.br.
IPEM-SP

O IPEM-SP é uma autarquia vinculada à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania de São Paulo e órgão delegado do Inmetro. Com uma equipe de fiscalização formada por especialistas e técnicos, realiza, em todo o Estado de São Paulo, operações de fiscalizações rotineiras em balanças, bombas de combustíveis, medidores de pressão arterial, taxímetros, radares, capacetes de motociclistas, preservativos, cadeiras de carros para crianças, peças de roupa, cama, mesa e banho, botijões de gás, entre outros materiais. É seu papel também garantir que o consumidor leve para casa a quantidade exata de produto pela qual pagou. Quem desconfiar ou encontrar irregularidades pode recorrer ao serviço da Ouvidoria, pelo telefone 0800 013 05 22, de segunda a sexta, das 8h às 17h, ou enviar e-mail para: ouvidoria@ipem.sp.gov.br.

24/05/2017

Vereadores cobram Bombeiros sobre AVCB do Pátio de Embu das Artes

Vereadores de Embu das Artes aprovaram durante a última sessão Legislativa um ofício ao Corpo de...

18/05/2017

Licenciamento: maio é o mês dos veículos com placa final 2

Quem tem veículo com placa final 2 fique atento: maio é o mês do licenciamento obrigatório. Caso...

17/05/2017

 Usuários do transporte público criticam má qualidade de ponto de ônibus na BR

Há pouco mais de uma semana Autopista Régis Bittencourt atendeu uma reivindicação antiga dos...

17/05/2017

IPEM-SP verifica radares na capital paulista nesta quarta-feira (17)

O Instituto de Pesos e Medidas do Estado (IPEM-SP) examina diariamente os radares em ruas e...

11/05/2017

Comissão de Transporte da Câmara de Taboão aprofunda debate municipalização

A Comissão de Transporte da Câmara Municipal de Taboão da Serra realizou audiência pública nesta...

10/05/2017

Cartão BOM deixará de ser obrigatório nos terminais a partir do dia 12

A Secretaria dos Transportes Metropolitanos de São Paulo informou nesta terça-feira, 9, que a...

10/05/2017

Moradores reclamam da falta de iluminação no terminal do Jardim Vazame

A mais de um mês os moradores do Jardim Vazame reclamam da falta de iluminação no terminal de...

09/05/2017

Alckmin prorroga isenção de ICMS para taxistas

O governador Geraldo Alckmin assinou nesta segunda-feira, 8 de maio, decreto que altera o...

28/04/2017

Manifestantes fecham Régis param a região por causa da greve geral

A greve geral deflagrada em protesto contra as reformas da previdência e trabalhista...

28/04/2017

Ônibus intermunicipais param em adesão a greve geral contra as reformas de Temer

Os moradores de Taboão da Serra, Embu das Artes e Itapecerica da Serra que utilizam o transporte...

24/05/2017

Começa a obra de reconstrução do muro da Escola Estadual Antônio Ruy Cardoso

Após aprovada por unanimidade na Câmera de Vereadores, a reconstrução do muro da Escola Estadual...

24/05/2017

Vereadores cobram Bombeiros sobre AVCB do Pátio de Embu das Artes

Vereadores de Embu das Artes aprovaram durante a última sessão Legislativa um ofício ao Corpo de...

24/05/2017

Eduardo Nóbrega comemora aprovação das contas da Câmara de 2013 pelo TCE

O Tribunal de Contas de São Paulo (TCE) aprovou nesta terça-feira, 23, as contas da Câmara...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.