Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

Enfermeira taboanense Selma Fátima morre aos 58 anos de parada cardíaca no HGP

Por Sandra Pereira | 19/02/2016

selma

Divulgação - FacebookMorte precoce de Selma deixou amigos e familiares desolados

A enfermeira de Taboão da Serra, Selma Fátima, 58 anos, faleceu no começo da noite desta sexta-feira, 19, vítima de parada cardíaca no Hospital Geral de Itapecerica. Ela era uma das mais atuantes e queridas profissionais da saúde do município. Trabalhava no SAMU desde a sua criação, teve participação essencial no Conselho de Saúde e se destacava também pela militância no movimento de mulheres negras. O corpo dela deverá será velado até o meio dia do dia 20 na Câmara Municipal e de lá seguirá para o  cemitério da Saudade, onde ela será sepultada. Selma deixou cinco filhos, Nilson, Daniel, Viviane, Fernanda, Agnaldo e três netos. Ela era natural de Itabuna, mas amava Taboão da Serra da forma mais bonita que alguém pode: oferecendo o seu melhor.

Na página dela no Facebook dezenas de pessoas deixaram relatos emocionados de despedida. 

"Fica aqui meu grande pedido a DEUS que conforte os familiares dessa grande mulher .Por diversas vezes socorreu meu filho ...Doce... E amável uma pessoa sem palavras ...Quando meu filho foi aos bracos do pai me deu um abraço forte!Fica firme mãezinha ele está nos braços do pai ! Meu DEUS receba essa guerreira Essa mulher que deu a sua vida pra Salvar o seu próximo! !! Receba senhor de braços abertos! Conforte essa família", postou Daniela Campos.

"Já falei aqui e pra ela o quanto admirava. Uma pessoa batalhadora , guerreira e foi atrás dos seus ideais sem precisar subir em ninguém. Amava a vida a família e seus amigos amava seu trabalho. E nós tbm amávamos. Descanse em paz. Orgulho de te conhecer. família SAMU de luto", desabafou Andreia Guedes.

Dezenas de agentes públicos lamentaram a morte precoce da enfermeira que era uma das mais engajadas na área da saúde na cidade e fazia do SAMU seu segundo lar. 


Selma passou mal na noite de quinta-feira. Foi socorrida por uma equipe do SAMU que ela tanto amava. Passou pelo socorro e de lá foi transferida para o HGP. Nesta tarde ela sofreu cinco paradas cardíacas e acabou não resistindo a última delas.

O falecimento precoce da enfermeira foi lamentado por autoridades e  moradores da cidade. Selma Fátima era uma mulher guerreira, atuante e sempre envolvida com as questões da cidade. Era uma pessoa doce e capaz de agregar os outros ao seu redor.

Os amigos mais íntimos dela, como o coordenador da Igualdade Racial de Taboão da Serra, Antônio Carlos Sousa Santos, lamentam o fato dela ter morrido antes do fim da batalha judicial que começou para assumir a presidência do Sindicato dos Funcionários Públicos de Taboão. 

"Minha amiga Selma Fatima sua luta não será em vão. Você morreu sem ver a Justiça ser feita. Sentirei sua falta de nossas conversas todos os dias.Na Segunda Feira a Selma Fatima disse pra mim Sousa cuida bem da CEPIR", disse Sousa Santos.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.