Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Por 5 votos contra 4 Itapecerica rejeita recebimento da cassação de vereadores presos

Por Sandra Pereira | 17/02/2016

camara_2

DivulgaçãoNo plenário da câmara municipal de Itapecerica ecoaram gritos de protesto após a decisão dos vereadores

Numa votação apertada que durou menos de três minutos os vereadores de Itapecerica da Serra sepultaram por 5 votos contra 4 o pedido de abertura de  processo de  cassação dos 3 vereadores presos - Cícero Costa, Cleber Bernardes e Hércules da Farmácia e do vereador foragido Fabinho Gêmeos. Os 4 vereadores são acusados pelo Ministério Público de participação na fraude que teria desviado R$ 2,5 milhões das contas da Câmara de Itapecerica somente do ano de 2013.

O pedido de cassação do mandato dos quatro vereadores acusados de participação no esquema foi feito pelo jornalista Mário de Freitas, presidente do PDT de Itapecerica da Serra.

Votaram contra a abertura do processo de cassação os vereadores Antônio trolesi, Ramon Corsini, José Martins, Gerson lazarin e o presidente Alex Pires. Já os vereadores Zé Hélio, Edicarlos Sangue Bom, Jonas Feijó e professor Hernandes votaram favoráveis à abertura do processo de cassação dos três vereadores presos do que está foragido.

No plenário da câmara ecoou gritos de protesto após a decisão dos vereadores. Apenas um pequeno grupo aplaudiu a decisão que por hora mantêm os mandatos os vereadores presos e do que está foragido.

O PDT itapecericano vem cobrando sistematicamente  que os mandatos dos acusados de participar da fraude sejam cassados.

" Queremos corrigir tudo que esta errado. Defendemos que os culpados sejam punidos e percam os mandatos", disse Francisco Nakano.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.