Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

MST e MTST de Taboão pedem isenção de IPTU em condomínio popular no Jardim Salete

Por Sandra Pereira | 17/02/2016

20160216_103235

DivulgaçãoIntegrandes do MST e do MTST lotaram a Câmara Municipal de Taboão da Serra 

Integrantes do Movimento Sem Terra (MST)  e do Movimento de Trabalhadores Sem Terra (MTST) lotaram a Câmara Municipal de Taboão da Serra nesta terça-feira, 16, para reivindicar a isenção de IPTU no condomínio João Cândido, localizado no Jardim Salete. Munidos de faixas, cartazes e gritando palavras de ordem eles pediram que o prefeito isentasse o imposto das famílias.

Os líderes dos movimentos vereador Paulo Félix Guilherme boulos demonstraram em suas falas a importância da isenção de impostos para as famílias  beneficiadas com programas de habitação social.

" Os governos federal estadual estão fazendo a sua parte com muita pressão e luta. Nós viemos aqui para pedir que o governo municipal faça sua parte. As famílias foram surpreendidas com cptu de R$ 700 que é o valor médio do mercado", afirmou Paulo Félix. " Tenho certeza que o prefeito não ia nos chamar pra falar não. O não nós já temos. Nós queremos sim", completou.

Guilherme Boulos disse que a luta do movimento passa pela questão da habitação mas também vai abranger outros temas como saúde,  educação transporte e outros.

"Foram anos e anos de muita luta para conseguimos as moradias. Nada mais justo que a gente continue lutando em relação a outros temas que se apresentem. Essas pessoas aqui  conquistaram a chave da sua moradia e estão dando um exemplo de mobilização e luta. Nós iremos propor que as famílias das áreas de moradia de interesse social sejam isentas de IPTU. Queremos que a cidade tenha uma legislação específica para atender essas famílias", disse Boulos.

Da câmara uma comissão de representantes dos movimentos seguiu para a prefeitura onde se reuniu com o prefeito Fernando Fernandes para tratar do assunto.

A reunião foi agendada pelo líder governo, vereador Eduardo Nóbrega. O encontro foi considerado positiva pelos integrantes do movimento já que o prefeito se comprometeu a rever a situação do imposto nos  condomínios.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.